Vlog-se #2: Precisamos falar sobre você

Por Jully e Thayná

Lembram-se daquele post onde falamos sobre vlogs? É, sobre aquelas pessoas que fazem vídeos para a internet e que–tendo um tema ou não–atraem públicos variados? Pois então, nessa segunda parte, introduzimos alguns vloggers que tratam de assuntos um tanto mais delicados, como depressão e automutilação. Eles não estão aqui pra fazer gracinhas ou zoar a bunda do seu super-herói favorito, mas sim para dizer que há uma saída; que é OK você se sentir pra baixo, só não pode deixar isso dominar você.

Michael Aranda

Apesar de não costumar fazer vlogs, o Michael Aranda geralmente está na parte de edição e sons de vários outros vloggers, como Hank Green(vlogbrothers) e Charlie McDonnell(charlieissocoollike). Esse foi um video-resposta para o “I’m scared”, feito pelo Charlie. O video fala, basicamente, que é normal sentir medo. E que você deve sentir medo, mas colocar um limite de até onde vai deixar “atrapalhar” a sua vida.


Nível de inglês: Fácil/intermediário.
É fácil de entender? Sim, o Michael Aranda tem pouco sotaque, e ele fala claramente.

Bribryontour

Bribry começou a fazer vlogs para mostrar as coisas que ele estava fazendo, de uma lista de coisas para fazer antes de morrer. Eventualmente os vlogs foram mudando, e hoje ele fala sobre vários tópicos, e coloca as músicas e videos musicais no canal dele. Ele criou um projeto chamado “Cut cake, not wrists” com a ajuda de outros vloggers, onde eles contaram sobre as experiências com depressão e automutilação deles, numa tentativa de mostrar que as pessoas se recuperam e existe uma saída, que, em uma tradução literal, seria cortar bolo ao invés de cortar o pulso.


Nível de inglês: Intermediário
É fácil de entender? O sotaque irlandês atrapalha um pouco e ele fala um pouco rápido. No video de “cut cake, not wrists” é mais fácil de entender, já que é um conjunto de vários vloggers.

Kimmi Smiles

A Kimmi Smiles segue no mesmo caminho que o “cut cake, not wrists”, contando sobre a experiência dela com automutilação e tentativa de suicídio. Ela ficou famosa pelas paródias musicais ou covers, e no canal secundário ela responde perguntas e ajuda as pessoas.


Nível de inglês: Intermediário
É fácil de entender? Pode ser um pouco difícil de início, pelo sotaque carregado da Kimmi, mas assim que ela começa a falar sobre o que aconteceu com ela, ela fala devagar.

 

Tem alguma dica ou algum tema que queria ver aqui na coluna? Deixe um comentário pra gente!

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Who's thanny? » Arquivo » Vlog-se: Três vlogs pra sair do tédio #3
    11/06/2013 at 6:25 pm

    […] Nós indicamos alguns vloggers para você se iniciar neste mundo e falamos sobre alguns que retratam temas como depressão e automutilação. A abordagem de hoje é um tanto mais leve e divertida: vamos falar de […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge