Textos

Uma carta aberta para Shailene Woodley

Esse artigo foi traduzido do Huffington Post Women e menciona a entrevista de Shailene Woodley para a revista TIME, e você pode encontrar traduzida em qualquer site de notícias.

 

Querida Shailene Woodley,

Depois de ler sua entrevista onde você disse o porquê de não ser feminista, eu tive uma reação bem similar à de várias outras pessoas na internet: Espera, o quê?

shailene

Nós temos a mesma idade, mas experiências de vida bem diferentes. Também me contaram que feministas querem diminuir os homens, e tornar as mulheres o sexo dominante, para quebrar a patriarquia e construir a matriarquia. Eu aprendi que esse não é o caso, e essa definição é tanto incorreta, quanto prejudicial. Eu gosto de pensar que você concordaria.

Feminismo não, e nunca deveria, briga para trazer as mulheres para cima, enquanto coloca-se os homens para baixo. O feminismo tem como objetivo tornar todos iguais, em todos os aspectos da vida. Isso significa eliminar a disparidade de pagamento entre sexos para o mesmo trabalho. Isso significa a inclusão de tábuas para troca de fraldas no banheiro masculino, porque homens são pais também. Isso significa ter a certeza de que a mulher não é imediatamente culpada se for estuprada, dito que elas não deveriam ter vestido aquela roupa, ou tomado aquela bebida, ou ido naquela festa.

Isso significa ensinar os homens a não terem vergonha de falar sobre suas experiências de estupro, porque não é verdade que “apenas mulheres são estupradas” e “homens sempre apreciam sexo”. Isso significa criar um mundo onde mulheres não são  mais objetificadas em todas as formas de media. Isso significa acabar com a tropa de maridos “desinformados” que apenas servem como um truque de rebaixamento pelo marketing. Isso significa meninas se sentindo lives para se vestir como super heróis masculinos e brincar com action figures e construir brinquedos. Isso significa meninos não serem ridicularizados por brincarem com bonecas, vestirem roupas rosa, ou escolherem uma profissão “feminina”.

Feminismo ama os homens; Feminismo quer melhorar as vidas deles tanto quanto quer melhorar a vida das mulheres. Feminismo é anti-opressão, ponto final.

shailene1

A ideia de que feministas odeiam os homens também é incorreta. Feministas são mulheres, mães, irmãs ou filhas*, e enquanto existem algumas que sentem raiva ou odeiam os homens, elas são a minoria. Afinal de contas, por que as mulheres tentam fazer com que todos tenham direitos iguais se elas não querem incluir homens? O que feministas odeiam é a patriarquia, que machuca homens tanto quanto machuca as mulheres, com suas regras rígidas e estruturas sociais. A patriarquia dita o que os homens “deveriam” falar, pensar, ou fazer para serem considerados “homens reais” no mesmo jeito que ensina mulheres que feminilidade vem com saias com babados e comportamento submisso.

Sobre como as mulheres tratam uma às outras, você está certa. Mulheres constantemente opõem-se às outras, discutindo sobre coisas estúpidas, desde muito novas. E ainda assim, por que isso acontece? Mulheres são ensinadas que nosso inimigo não é a força que está nos mantendo para baixo – são as outras mulheres. Nós frequentemente vemos mulheres brigando na TV ou em filmes, muitas vezes competindo pela atenção masculina.

Porém, quando o assunto é competição com os homens, mulheres são ensinadas que falar alto, ser competitiva e ser opinada nos deixa feias e não desejadas; nós deveríamos ceder ou ser totalmente não-desejáveis. A questão que você deveria estar se perguntando, Shailene, não é “Como podemos esperar que os homens nos respeitem quando nós não respeitamos umas às outras?” mas sim “Como podemos respeitar umas às outras quando nós estamos sendo manipuladas para odiar umas às outras?”

Eu, e muitos outros, não vemos outras mulheres como competição ou como a régua em que medimos nosso valor, mas como uma irmandade, como você diz. Feminismo não quer construir paredes ou “nós contra eles” , o feminismo quer destruir estas barreiras.

Não existe vergonha em ter sido exposta à uma definição limitada e imprecisa do feminismo. Nenhum de nós nasceu sabendo o que significa o feminismo.

Eu incentivo para que você explore mais, ouça uma dica da Beyoncé e assista videos feministas ou continue explorando a literatura feminista, e fale com homens e mulheres que acreditam em feminismo. Depois disso, se você rejeitar o rótulo do feminismo, essa é a sua escolha. Eu apenas espero que você – e outros – olhem a imagem pelo completo, e não apenas a parte que fomos ensinados a focar.

Sinceramente,

Uma feminista.

 

*No texto original, a autora fala apenas sobre mulheres feministas. Gostaria de completar que homens TAMBÉM podem ser feministas, e muitos são – afinal de contas, feminismo é a procura da igualdade para ambos os sexos.

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Victória Santana'
    22/05/2014 at 2:01 pm

    Tenho que concordar com você, também sou feminista e acredito que a igualdade real entre os sexos deve ser alcançada. As mulheres vem lutando por seus direitos há muito tempo, mas ainda estamos longe de alcançarmos uma sociedade justa tanto para homens quanto para mulheres. Todos deveríamos lutar por isso, não somente o sexo feminino. Não se pode rotular um movimento por atitudes de alguns, se algumas feministas não amam os homens, isso diz muito mais a respeito dessa pessoa do que do feminismo em si.
    Amei sua carta.

    • Reply
      Byzinha
      23/05/2014 at 10:45 pm

      Não é “nossa”. Como está especificado no início do texto, só fizemos uma tradução.

  • Reply
    Leticia duarte
    09/06/2015 at 1:20 pm

    shailene eu não falo em ingles infelismente . mas gostaria de disser que sou muito sua fã , adorei muito seu filme ‘A culpa e das estrelas’ mim emociono todoas as vezes que assisto . parabens pelo seu trabalho pela sua beleza te adimo mt .
    Leticia

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge