Promoção

Travessia: Além da Sociedade – Sorteio de 7 Kits de Destino e Travessia

Este é o quarto mês da #DominaçãoDistópica, que já passou pelo Distrito 1 e Distrito 2, Mês da Travessia, em que nos preparamos para ler e dissecar esse livro “proibido”, descobrindo os podres da Sociedade, e deixando para trás um rastro de artigos, resenhas, sobreviventes e prêmios!

Agora, para abalar o sistema da Sociedade e abrir os olhos de todos, vamos dedicar este mês à TRAVESSIA! Compreender, ensinar, aprender e compartilhar são os objetivos desse projeto. É nosso DESTINO. Nenhuma corporação, governamental ou não, pode nos derrubar!

Nenhum comprimido verde vai nos acalmar.
Não precisamos de nenhum comprimido azul para nos manter de pé e com energia.
Nenhum comprimido vermelho vai nos fazer esquecer.

Mas o que faremos? Nos preparamos!


A Sociedade está a caminho. Não se rendam aos Funcionários. Venham conosco descobrir Travessia: Além da Sociedade, a caminho das Províncias Exteriores! Mas antes, para seguir ao nosso lado dessa missão, familiarize-se com Destino.

Resenhas nos Distritos

Distrito 2, Distrito 4, Distrito 5, Distrito 7, Distrito 11 e Distrito 12.

Sorteio

a Rafflecopter giveaway

You Might Also Like

62 Comments

  • Reply
    Layn
    01/07/2012 at 12:52 am

    Eu demorei pra descobrir o que era distopia, na verdade. Eu já conhecia alguns poucos livros, via alguns pontos em comum com a história mas não tinha a menor idéia de que existia um termo. Só fui descobrir o nome com Jogos Vorazes e urgh, as vezes me arrependo.
    Mas meu primeiro contato acho que foi com A Fundação e eu me apaixonei, haha. E eu admito que não estou tão interessada assim nos livros do sorteio, mas falar da minha vida e de coisas que eu gosto nunca é dispensável, haha. XD
    Layn recently posted..Quadrinho #5: Hack/SlashMy Profile

  • Reply
    Layn
    01/07/2012 at 12:56 am

    Não li a segunda pergunta, que lindo. Mas vou responder mesmo assim porque como eu já citei, adoro dar opinião e enfim.

    Eu não gosto de distopia com foco no romance, prontofalei. Pra mim a distopia tem muito mais a ver com outros sentimentos que não sejam o amor (principalmente o amor adolescente chatinho e causador de diabetes). Tem uma trama tão legal por trás, e você pode explorar tantos ângulos, e eu realmente não consigo enxergar espaço pra amorzinho em um mundo completamente destruído e injusto com os cidadãos.
    Mas isso restringe tanto³ a leitura… ;/

    Agora vou ler o resto antes de publicar esse comentário porque VAI QUE, ne?
    Layn recently posted..Quadrinho #5: Hack/SlashMy Profile

    • Reply
      thanny
      01/07/2012 at 2:46 am

      Antes de eu começar a ler distopia, eu só lia livros românticos, sabe? E participar da Dominação Distópica mudou minha vida ops meu gosto literário. Acho legal a história ter um pouco de romance, mas não ser o foco. A não ser no caso de Delírio, que a distopia é o controle sobre quem você deve amar (ou algo do tipo, ainda não li o livro).

      • Reply
        Layn
        01/07/2012 at 12:31 pm

        Deve ser por isso… Antes de ler distopia eu só lia horror, livros policiais, fantasia e ficção científica haha. :x Na verdade eu não gosto de romance em geral, só acabei “transportando” isso pra distopia por ser uma preferência minha e bla bla bla. XD
        Layn recently posted..Quadrinho #5: Hack/SlashMy Profile

  • Reply
    Gisele
    01/07/2012 at 2:30 am

    Até agora não sabia o que era distopia!!!!!..depois da pergunta para participar da promoção fui dar uma procuradinha no paizinho google..kkkk
    Pela pesquisa, o unico livro que li com esse tema (acho) foi Jogos Vorazes que achei muito interessante, apesar de não ter lido os outros dois livros.
    Mesmo depois de pesquisar não entendi muito bem esse mundo distópico, mas acho que é porque não tenho muita experiencia com esse tipo de leitura neh!
    Bom é isso..rsrsr… acho interessante esse tema e vou procurar mais leituras assim!

    bjus

  • Reply
    Renata Lima
    01/07/2012 at 11:44 am

    Confesso que só li JV e me apaixonei. Antes só lia romances e dramas, já era automático. Mas, é sempre bom abrir a mente para outras opções. Já que anda em alta aqui no Brasil. Ultimamente só venho vendo livros distópicos sendo publicados.
    Não custa nada dar uma chance, é algo novo e interessante, ao meu ver.
    Renata Lima recently posted..PecadoMy Profile

  • Reply
    Renata Lima
    01/07/2012 at 11:45 am

    Acho que é uma ótima pedida. Como eu disse, antigamente só lia romances e dramas. Acho que ambos juntos deve ser interessante. De alguma forma.
    Renata Lima recently posted..PecadoMy Profile

  • Reply
    Ceile
    01/07/2012 at 12:54 pm

    Quando eu li Feios, não sabia que existia este gênero e realmente achei uma coisa muuuuuito diferente do que eu constumava ler, cof cof romances-pinga-mel, depois que começaram a falar de THG que “descobri” que estes tipos de livros tinham um gênero.
    Eu adoro distopia, porque é uma forma de nos fazer pensar sobre o que fazemos hoje, o que nos submetemos e no que pode resultar amanhã.

    Sem contar a sensação que fica do tipo: “nossa, será que isso já não está acontecendo???” hahahaha
    Ceile recently posted..[BT] Inheritance – Chirstopher PaoliniMy Profile

  • Reply
    Ceile
    01/07/2012 at 1:39 pm

    Eu gosto quando tem um romancezinho, desde que este não concorra com outras questões que o livro pode levantar.
    Se é um romance que acontece paralelamente, não vejo problema.
    Ruim é quando temos um baita cenário a ser explorado e o autor insiste no romance que não vai inteferir tanto no desenvolvimento da história.

    Ou, claro, como vc disse, quando o romance é o tema da distopia, acho que pode ser muito bem explorado mesmo.
    Ceile recently posted..[BT] Inheritance – Chirstopher PaoliniMy Profile

  • Reply
    Lorraine
    01/07/2012 at 2:21 pm

    Distopia está se tornando um dos meus gêneros literários preferidos, e acho que é porque ficção científica e fantasia já está entre os melhores pra mim há muito tempo. Os autores “distópicos” sempre imaginam um rumo interessante que a nossa sociedade pode estar tomando – alguns, vamos ser sinceros, viajam legal, e acabam criando uma coisa meio sem sentido. Mesmo assim, a maioria dos livros distópicos são bons, e alguns são louváveis. Sem contar na imaginação que é necessária para escrever algo assim, isso eu admiro em todos eles!
    Agora, essa pegada romance, não sei, acho que não me agradou muito – ou talvez eu ainda não tenha achado o livro certo ou o autor que soubesse dosar os dois gêneros. É como escrever fantasia com romance, na minha opinião tem que ser bom nos dois pra fazer funcionar.

  • Reply
    Axwell Godoi
    01/07/2012 at 5:18 pm

    Uma pergunta interessante para uma resposta sem lógica (para mim), ler livros onde nos fazem sair do que chamamos de real é o que me fascina desde quando comecei a ler. Me encontrei no mundo distópico, mesmo ele me fazendo desconectar deste mundo, ao mesmo tempo ele me faz refletir sobre algo, mas de um forma diferente. Quanto aos novos romances distópicos, acho que podemos dizer que está associado a inovação ou então eles estão tentando juntar algo que já fazia certo antes, lembrando que nunca gostei romances batata-doce (Argh), mas afim, distopia é distopia, cada um cria o seu.
    Axwell Godoi recently posted..RESENHA: O PactoMy Profile

  • Reply
    adriana medeiros
    01/07/2012 at 6:03 pm

    Sempre fui apaixonada por literatura, acho q os livros são os grandes mestres da humanidade e falar de distopia é praticamente uma função social.
    Tem um post sobre distopia no meu blog: minhavelhaestante1.blogspot.com

  • Reply
    Fernanda Falleiro
    01/07/2012 at 6:28 pm

    oie,
    E#u adoro distopia, sempre gostei. Acho um lugar ideal pra surgir as personagens fortes e guerreiras que eu mais gosto. Tb gosto das saídas q os autores encontram, tipo tudo é possível, pro bem e pro mal. Tenho muita vntade de ler esse livro apesar de já saber q vai ter romance demais.

    Quanto a pergunta sobre romance eu não me importo desde q tenha limite, tipo a Katniss, pow o mundo acabando e ela pensando:será q vou magoar fulano… Putz fiquei muito irritada com isso, pow vai ocupar o tempo minha filha, kkkkk

    bjosss
    Fernanda Falleiro recently posted..Resenha: A esperançaMy Profile

  • Reply
    Matheus
    01/07/2012 at 7:16 pm

    meu estilo e gosto dos livros são mais fantasia/ficção e bibliografias ou não-ficção. O que não gosto realmente são esses romances melosos e bla. Nao consigo engolir isso não. aahaha
    parabéns pelo blog :D

  • Reply
    Clarinha
    01/07/2012 at 9:53 pm

    Pra ser franca nunca li nada com esse tema,distopia.
    Tenho curiosidade ,pra conhecer um mundo novo com suas próprias leis.Ver se me agrado,pois tenho muita vontade de ler um livro assim.
    Com essa promoção quem sabe eu num comece a me interessar mais sobre o tema,conhecendo ele mais. /smile

  • Reply
    Clarinha
    01/07/2012 at 9:59 pm

    Também acho interessante a distopia com foco no romance.
    E também acho que é um tema que pode ser bastante explorado pelos autores.

  • Reply
    Katy
    01/07/2012 at 10:06 pm

    Eu adoro distopia, acho que pelo fato de, apesar de ‘fantasiar’ um pouco a nossa realidade, tende a ser coisas não tão impossíveis de se pensar. O primeiro distópico que li foi Destino (eu acho), mas depois já li vários outros… Eu sempre me pergunto: e se isso acontecesse? e se fosse verdade?

    Quanto ao romance… Eu gosto de um romance, mas às vezes, quando perde o foco da história, atrapalha… Distopia boa é aquela onde o foco principal é a vida numa sociedade muitas vezes opressora e caótica… O romance deve apenas dar um toque… ^^
    /grin

  • Reply
    emanuelle
    02/07/2012 at 12:05 am

    Livros distópicos trazem uma identificação com a sociedade. Jogos vorazes e feios são livros que trabalham bem o tema e gostaria de , caso ganhe a promoção, entrar em contato com novos livros sobre esse tema.

  • Reply
    emanuelle
    02/07/2012 at 12:08 am

    Tratar sobre romance em livros distópicos acabam por induzir ao erro de distanciar a temática principal.Para tratar de temas românticos sofre a possibilidade de prejudicar todo um enredo.

  • Reply
    Nattacha
    02/07/2012 at 2:27 am

    Me interessei muito pelas distopias quando conheci Feios, do Scott Westerfeld, foi algo como, preciso desse livro, e quando o li, nossa como achei incrivel a possibilidade de criar uma estória com algo que pode ser muito bem o nosso futuro, o futuro da humanidade, vejo distopias como um talvez futuro e curto bastante ver a forma como os autores exploram esse tema! Pode ser algo bem surreal mais com a modernindade e tecnologia existetes, quem sabe algo do que eles escrevem, pelo minimo que for, pode muito bem se tornar real se não abrirmos os olhos para o agora e investir para o futuro.
    Já para a segunda pergunta é sim, adooooro um bom romance a estilo de Nicholas Sparks, que pode ser tanto com um final feliz como um não tão bom assim xD então agora juntar os distopicos com os romances foi o meu deleite total né *-*
    Beijos :*

  • Reply
    vivi lemes
    02/07/2012 at 3:59 pm

    Gosto de distopias porque é uma forma bem extrema de expressar oq passamos nas sociedades atuais. Como em ‘Destino’ ou ‘feios’ onde tudo é controlado, nós passamos por isso em menor escala todos os dias, até pelo modo como a publicidade funciona nos influenciando cfme interesses do comércio. Pq é assim mesmo, somos induzidos o tempo todo. Ajuda a gente a ficar ligado e cuidar se nossos interesses são realmente nossos ou são dos outros!

  • Reply
    vivi lemes
    02/07/2012 at 4:01 pm

    gosto de distopia junto com romance. equilibra um pouco a seriedade do assunto e faz com que eu me interesse mais porque além de toda a trama, a gente ainda quer saber oque vai acontecer com o casalzinho, ne!…

  • Reply
    Patricia Modesto
    02/07/2012 at 4:08 pm

    Interesso-me por distopias por ser estórias que bem ou mal, exageradamente ou não, retratam uma possível realidade (na medida do possível, claro). Faz-nos refletir o que somos nas mãos do poder. Isso sempre me interessou, quando láááá atrás, eu nem sabia o que era distopia e já tinha as minhas revoltas com os EUA (mas deixa para lá…).

    Quanto a distopias com um certo foco em romances, eu amo. Dá uma angustiazinha a mais. Mas se atrapalha no desenvolvimento do enredo distópico é melhor nem ter.

    ^-^
    Beijo.

  • Reply
    Luana Villwock Silva
    02/07/2012 at 9:31 pm

    Eu me interesso porque esse é um tema diferente do romance bobo que estou acostumada, ele mostra a nossa sociedade e o que ela pode se tornar, então de certa forma ele nos ensina a ficar de olhos abertos, ele nos mostra que devemos nos rebelar, e não aceitar qualquer coisa. E eu gosto disso!
    Luana Villwock Silva recently posted..Livros do mês – JunhoMy Profile

  • Reply
    Jayane
    02/07/2012 at 9:46 pm

    Comecei a gostar de distopias com Admirável mundo novo, do Aldous Huxley. Logo depois descobri 1984, do George Orwell e me encantei mais ainda por esse tema. Sempre nos faz pensar “e se fosse assim?”, ou “e se um dia for assim?”, e é esse ponto que eu acho que prende tanto os leitores. Os livros de distopia que realmente achei bons até hoje, sempre trouxeram essa questão, nem que fosse um pouco.

    Beijos! :* /smile

  • Reply
    Fernanda Mendonça
    03/07/2012 at 12:10 am

    Eu demorei pra descobrir a distopia e para entendê-la. Quando o fiz, descobri que já gostava do tema, mas não sabia nomea-lo.

    Acho que o primeiro livro de distopia que eu li foi Laranja Mecânica, e achei muito bom IUAHSIAUHSIAUHS

    De qualquer maneira, gosto do tema pq é meio paranóico e pessimista quanto ao futuro, visão que eu realmente tenho AUSHAIUshAIUShAUHS

    =* /grin
    Fernanda Mendonça recently posted..[Resenha de Tinta] A hora do vampiroMy Profile

  • Reply
    Fernanda Mendonça
    03/07/2012 at 12:11 am

    Acho que com uma pitada de romance a coisa fica mais realista, pq por mais que eu nao goste de livros que são apenas romances melosos, o romance faz parte de nossas vidas, não?

    Só não acho legal se for algo muito forçado, destoante ou açucarado demais.
    Fernanda Mendonça recently posted..[Resenha de Tinta] A hora do vampiroMy Profile

  • Reply
    Francielle Lima
    03/07/2012 at 3:39 pm

    Ah sei lá!
    Distopia parece um nome meio complicado, nunca sabia exatamente o que era >.<
    Mas, o gênero disopia é realmente algo inovador, não sei se já li algum que se encaixa nessa classificação.
    Gosto de ver essas sociedades sendo mostradas e talvez, evitadas.
    Os livros fazem brotar um sentido de revolta contra a Sociedade em que vivemos, porque de nada adianta ler tanto e não mudar nossa opinião sobre os conceitos… /grin
    Francielle Lima recently posted.."Estar perto de você, da forma que for, é melhor que nada. Não vou perdê-la."My Profile

  • Reply
    Maíra K.
    03/07/2012 at 4:57 pm

    Por que você se interessa pelo tema Distopia?
    Bom, interesso-me por distopias pela oportunidade de ver o mundo de um outro jeito, com um outro olhar, seja para um mundo melhor ou não, seja para a paz ou para o caos. Gosto, principalmente, das distopias focadas em um governo opressor e/ou em uma sociedade sem liberdade e/ou opção de escolha. Apesar que a primeira distopia que eu li, sem saber que era desse gênero, foi “A hospedeira”, uma distopia alienígena que eu AMEI! :)

    Qual a sua opinião a respeito da terceira onda de distópicos, com foco no romance?
    Ah, acho que romance sempre adocica tudo. Para quem gosta dos dois gêneros é perfeito. Para quem não, que gosta mais de ação, creio que desanima um pouco, talvez. =P
    Maíra K. recently posted..Saudade de tuMy Profile

  • Reply
    Driely Meira
    04/07/2012 at 1:43 am

    Eu demorei um pouco para conhecer a Distopia..Adoro ficção, fantasia, e tudo o que se relaciona com a pura imaginação e fantasia..Gostei muito desse ‘tema’ porque retrata tudo o que eu mais gosto…

  • Reply
    Ana Carolina das N. Ribeiro
    05/07/2012 at 4:01 am

    Sempre gostei de ficção, sempre foi meu gênero preferido e na minha concepção a distopia está diretamente ligada a este tipo de literartura o que muuuito me agrada (: O último livro distópico que li foi Jogos Vorazes e, é lógico, eu ameei demais a trilogia, muito perfeita!
    Um livro que gostaria de ler é A Hospedeira, que tem esse romance mais apurado,mais ainda não tive tempo de lê-lo.
    Além disso, sou louca para ler a sério Feios, sempre me interessei, mas infelizmente ainda não tive oportunidade…

  • Reply
    Juliana . Oliveira
    06/07/2012 at 3:35 am

    Porque eu acredito que seja importante para o caráter e para a visão de mundo que o jovem tem conhecer as distopias, não como uma fantasia, como real.
    Na sociedade em que vivemos hoje, a liberdade é algo desproporcional e a maioria de nós jovens não sabem aproveitar isto de forma legal, de forma apropriada.
    Tudo é demais, informação demais, música demais, internet demais. Tudo em exagero e tudo vem pra gente muito mastigado. Não temos trabalho nenhum para conseguir a maioria daquilo que queremos e acho interessante que através da leitura seja possível entender como seria as nossas vidas se tudo fosse diferente.

    Juliana . Oliveira
    http://www.trocandoconceitos.blogspot.com/

  • Reply
    Juliana . Oliveira
    06/07/2012 at 3:37 am

    Me interesso demais pelo tema e acredito ser louvável o fato dos autores escreverem mais sobre isso.
    Acho que pela carga que a distopia carrega, seja meio complicado ler vários livros em seguida, precisamos de algum outro gênero para aliviar um pouco as coisas.
    Juliana . Oliveira recently posted..Livros da Biblioteca Britânica serão digitalizados pelo GoogleMy Profile

  • Reply
    Andreza
    06/07/2012 at 5:23 pm

    Curto muito esse tema Distropia, porque, na minha cabeça, o mundo já é distrópico, só precisamos saber ver isso. Além de que os livros de ficção desse tipo são muito bons, você nunca se arrepende de ter parado para lê-los. Os autores têm que ser muito bons pra conseguirem criar boas narrações nesse tema tão complexo e muito, muito tenso. rs
    Andreza recently posted..Just for fun and nothing elseMy Profile

  • Reply
    Andreza
    06/07/2012 at 5:26 pm

    eu, sinceramente, não curto muito romances não. Mas estranhamente quanto se trata de ficção distrópica o romance dá uma aliviada na tensão em alguns momentos e também acrescenta bastante à história, enriquecendo-a, uma vez que o protagonista tem algo a mais na cabeça, algo a mais pelo qual deve zelar e proteger. /love
    Andreza recently posted..Just for fun and nothing elseMy Profile

  • Reply
    Jéssica Gleide
    07/07/2012 at 4:46 am

    Sinceramente eu nem tinha noção do que era distopia. Acho que não li nehum livro que se enquadre como distrópico (não sei, é um termo novo pra mim e estou absorvendo a ideia ainda). De qualquer forma, me interessei por “Destino” através da sinopse e resenha no Skoob, assim como me apaixonei também por Jogos Vorazes (há muito tempo, mas ainda não tive a oportunidade de ler) e também Starters que acho que será lançado em breve (não sei direito) mas que acredito que se enquadram nesse perfil de distopia.
    De qualquer modo, acredito que é um tema que tem tudo pra ser mais explorado.

  • Reply
    Jéssica Gleide
    07/07/2012 at 4:52 am

    Não sei como seria essa onda de distópicos com foco no romance. Mas apesar de gostar muuito de romance, eu acredito que o tema distópico deveria se manter em equilíbrio. Se focar no romance vai acabar sendo como mais um livro de romance.
    Jéssica Gleide recently posted.."Vamos namorar escondido. Vamos nos amar em segredo. Vamos dizer “não” quando perguntarem e “sim” um…"My Profile

  • Reply
    cheirolivros
    07/07/2012 at 6:01 am

    Acho a distopia um dos melhores subgêneros da ficção, só que claro, quando o livro é bem escrito. Sou super a favor dessa onda de YA’s com temas disópicos que surgiu no momento, eles sempre servem como uma mensagem crítica para os leitores :)
    cheirolivros recently posted..Resenha: Quem é você, Alasca?My Profile

  • Reply
    Talita Oliveira
    07/07/2012 at 5:42 pm

    Nunca tinha me interessado pelo tema Distopia,e nem curtia muito ficção científica, mas sei lá, essa historia me chamou atenção, hora de mudar um pouco o foco das leituras e ler coisas diferentes ;D

  • Reply
    Juliana Xavier
    09/07/2012 at 1:59 am

    Eu me interesso por distopias porque adoro viajar por mundos possíveis, conhecer realidades que não vivemos mas poderíamos viver. Acho isso realmente fascinante.

    E é bem legal a crítica à nossa sociedade que esses livros apresentam.
    Juliana Xavier recently posted..[Divulgação] Tahereh Mafi no Brasil!My Profile

  • Reply
    Juliana Xavier
    09/07/2012 at 2:04 am

    Bem, eu amo romances. Não sabia disso de terceira onda dos distópicos, rs, mas sei que com certeza um romance em uma distopia me faz gostar mais dela. Acabei de ler Estilhaça-me há alguns dias e amei o romance no livro! Fez ele ficar bem mais atraente pra mim.

  • Reply
    Leila
    10/07/2012 at 12:20 am

    Desde o início me interessei por esse tema. No início, nem sabia que se chamava distopia… Acho muito fascinante as situações criadas pelos autores, as realidades diferentes.

    Quanto aos romances, são fundamentais! Pelo menos um romancezinho, a história tem que ter! Gosto muito de ficção científica e também de suspense policial, mas, para a história ser completa, tem que ter um romance no meio. Não gosto de histórias muito melosas, que só giram em torno da paixonite dos protagonistas. Fica muito chato. Mas quando o autor usa o romance na medida certa, é ótimo!

  • Reply
    Maíra Souza
    12/07/2012 at 1:58 am

    Distopia.. Taí algo que eu não tinha pensado. Gosto de ficção cientifica e fantasia mas não relacionei com distopia ainda.. Vou prestar mais atenção à isso.
    Tô participando.

  • Reply
    Mey
    14/07/2012 at 1:42 am

    Na verdade nunca havia lido um livro e pensado se era ou não distopia até essa febre que começou a algum tempo. Curto distopia, assim como curto varios tipos de leituras.

    Gosto de romances então para mim é otimo esse foco da distopia no romance, acho que tudo é valido quando inserido numa boa historia. Bjkss

  • Reply
    Kássia M.
    14/07/2012 at 2:27 am

    Na verdade eu nem sabia que distopia tinha esse nome. Mas sempre gostei de histórias de repressão. Acho que dá um tchã muito grande na história que o personagem viva numa sociedade assim. Gostei bastante de Jogos Vorazes e quero ter contato com outros representantes da nova literatura distópica!

    @kaeuzita

  • Reply
    Kássia M.
    14/07/2012 at 2:29 am

    Sobre a onda com foco no romance… Bom, a tendência do século parece estar sendo essa hahah Eu acho que a gente meio que voltou ao romantismo. Vide Crepúsculo: admiramos a heroina languida, sem graça, palida e fraquinha, que precisa de um marido para salvá-la.

    Jogos Vorazes é legal nesse ponto. A Katniss é mais forte e n liga muito pra ficar conquistando ngm. Acho que ela dosou bem o romance e a ação, tornando o livro mais atraente.

  • Reply
    adriana medeiros
    15/07/2012 at 1:23 am

    Divulguei o seu sorteio no minhavelhaestante1.blogspot.com, passa lá e divulga a gente também! http://migre.me/9TGTL

  • Reply
    Amy
    15/07/2012 at 4:10 am

    Desde que li Scott Westerfeld meu interesse por distopias foi crescente. Eu gosto da 3º leva, acho que romance combina bastante… até pq agora está começando a ser explorado.
    Um ponto positivíssimo pros novos autores.
    Amy recently posted..Como Treinar Seu Dragão – Cressida CowellMy Profile

  • Reply
    Daniela Nascimento
    16/07/2012 at 10:40 pm

    Comecei a me interessar pelo tema depois que li jogos vorazes, foi tão triste e belo, que comecei a pesquisar sobre distopia, confesso que não sabia o que era. Depois li 1984, e sinceramente, foi um dos melhores livros que li em toda a minha vida. Acho válido misturar romance e distopia.

  • Reply
    Emilly Lins
    18/07/2012 at 5:14 pm

    A uns meses atras eu nem sabia o que era distoria, então lá fui eu no google, e tudo que lia era fantastico! /omg
    Sociedades aonde o governo quer mandar na população, e as pessoas querendo rebelioes, enfim, é muito bom!
    E depois de Jogos Vorazes, meu Deus, eu fiquei fasinada! /love
    Distopias é com absoluta certeza o meu genero preferido!
    Emilly Lins recently posted..Playlist – Feliz dia do RockMy Profile

  • Reply
    Emilly Lins
    18/07/2012 at 5:20 pm

    E distopias com romances.
    Pra completar o que já é maravilhoso!
    O mocinho e a mocinha tentando viver o grande amor mesmo com tudo acontecendo e provar que a sociedade por mais que tente não vai conseguir abater a felicidade dos dois!
    É perfeito! /love
    Emilly Lins recently posted..Playlist – Feliz dia do RockMy Profile

  • Reply
    Stela Alberani
    18/07/2012 at 8:53 pm

    Ainda não li nenhum livro desse gênero “Distopia”, mas fiquei bem curiosa e
    espero ter a oportunidade de saber e conhecer mais sobre isso, esses tipos de livros parecem que prendem bem a atenção do leitor e eu gosto disso =)

  • Reply
    Ana Luiza Veríssimo Jacob
    19/07/2012 at 4:28 am

    Como não me interessaria por distopias, é um gênero tão vasto, com tantas opções de aprofundamento… Comecei a gostar após ler 1984, antes eu gostava de ficção e aquele livro me mostrou algo muito interessante, vicioso! E sobre os românticos… Bem, se um livro é bem escrito, porque não?

  • Reply
    Gabrieli Prates
    23/07/2012 at 5:24 pm

    Eu adoro livros de ficção, principalmente os que fogem do clichê, que já são tão conhecidos por nós, leitores.
    Adorei a sinopse do livro, e, além disso, a capa me encantou. O fato de não ter lido nenhum livro da série só aguçou minha curiosidade, então estarei torcendo!
    Gabrieli Prates recently posted..{resenha} Drácula, O Morto-Vivo – Dacre Stoker e Ian HoltMy Profile

  • Reply
    cheirolivros
    24/07/2012 at 6:28 am

    Acho que romance dá uma dimensão mais emocionante em qualquer gênero literário, mas por o romance já ser um gênero por si só, em uma distopia em que a a graça é a ação, ficar muito focado no romance perde a essência de distopia, assim o autor tem que ser mesmo muito bom para encontrar o equilíbrio.

    Mirella xx
    cheirolivros recently posted..Na minha Caixa de Correio nº4My Profile

  • Reply
    Anelise Sobral
    24/07/2012 at 3:29 pm

    Me interesso por distopias desde o lançamento de Jogos Vorazes aqui no Br, foi quando comecei a pesquisar mais sobre o gênero e quando começaram a sair mais coisas, né. Esse mês ainda fui no Porre Literário na FNAC, e o tema era distopia. Foi muito interessante e serviu pra me deixar com mais vontade ainda de ler livros desse tema =)

    Beijos!

    • Reply
      Anelise Sobral
      24/07/2012 at 3:30 pm

      Sobre o foco no romance, acho melhor ainda! Pois eu só consigo ler livros se tiver algum casal pra eu torcer, ahahahaha.

  • Reply
    Daniele Moreira
    31/07/2012 at 10:28 pm

    Uau, acabei de visitar a Wikipédia em busca de uma explicação mais formal, além do que tenho lido nos blogs, que ultimamente estão se voltando para o tema, e com certeza acho Distopia uma coisa horrível, é uma verdadeira tirania, que usa desculpas esfarrapadas para controlar a sociedade com falsa mão suave. É bem a cara de Cuba e dos países que vivem sob o regime comunista, com a velha história de que é por um mundo melhor quando na verdade não passa de ”por um mundo escravo”! Pronto EU FALEI!!! U.U

  • Reply
    Daniele Moreira
    31/07/2012 at 10:30 pm

    Eu me interesso… embora odeie totalmente o que representa porque acredito que tudo é conhecimento, e Distopia é algo mais real e próximo do que imaginamos, só porque não é como nos livros não quer dizer que não esteja a espreita. Me interesso porque é conhecimento e história também *-*
    Daniele Moreira recently posted..Línguas de Fogo – Karen Soarele [Resenha]My Profile

  • Reply
    Daniele Moreira
    31/07/2012 at 10:34 pm

    Acho que distópico com foco em romance é meio louco, não acha? Sei lá, isso é algo tão mais bruto, profundo e ligado a um tipo de guerra e política, unir isso a algo sentimentalóide é um barato e ainda sim é bem bacana e original, gosto de distópicos ligados a romance, acho que no final das contas nem o amor escapa desse tipo de controle brutal ;)
    Daniele Moreira recently posted..Línguas de Fogo – Karen Soarele [Resenha]My Profile

  • Reply
    Luciane Rodrigues
    01/08/2012 at 2:01 pm

    Li muitos livros sem saber que tinham um gênero especifico. Não conhecia o termo distopia e custei entender o que era. O primeiro que li foi Guerra Mundial Z, sem romance, parece realmente um manual de sobrevivência. O livro que mais gostei foi “O Motivo”, a cada página virada perdia o folego, o livro é maravilhoso. Não li nenhum livro de distopia com o romance sendo o foco do livro, mas acho que seria interessante ver um relacionamento se desenvolver no meio do caos, o problema é perder o foco e o livro passar a ser um romance e não uma distopia .

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge