Coluna

Aberturas de séries

POP! POP! Human Beings de todo o Brasil! (adoro começar os posts com “Pop! Pop!”)
A equipe do WT se uniu outra uma vez para trazer para vocês mais um TopTop, dessa vez com as aberturas de série mais legais/criativas/nostálgicas que conseguimos reunir.

Com uma pequena descrição antes, eu (By), Thanny, Sammy, Geo, Gi e Thayná vamos discorrer porque essas 13 aberturas merecem destaque. Isso, 13.

Prontos ou não, lá vamos nós!

American Horror Story
O que esperar da abertura de uma série de terror? A exibição de imagens bizarras, do que aconteceu ou pode ter acontecido, no porão da Murder House ao som de uma música aterrorizante é de deixar qualquer um com medo. Particularmente, gosto muito da maneira como jogam o nome do elenco na nossa cara e de brincar de entender o que está sendo mostrado, com certeza deve ter várias mensagens subliminares.

True Blood
A idéia geral da abertura de True Blood era mostrar como, com influências de fanatismos religiosos, morte e desejos sexuais, podemos ser tão animalizados como os vampiros. A sequência de imagens, que variam entre movimentos rapidos e câmera lenta, mostram exorcismos, batismos, sexo, animais morrendo, muita cor vermelha e ainda gotas de sangue aqui e ali, pra lembrar o telespectador do tema da série. Tudo isso ao som de Bad Things, do Jace Everett, que deveria ganhar um prêmio de melhor música de abertura de série de todos os tempos. Ou vai me dizer que você também não fica cantarolando e dançando “I wanna do bad things with you”?

The Walking Dead
E como esquecer de TWD? Cenários pós-apocalípticos, ruas completamente vazias, coisas destruídas, uma maçaneta se mexendo ~~misteriosamente, corvos fazendo a festa… Sim, cenas de completo abandono misturadas com uma música que creepa até a alma. E os mortos-vivos nem fazem falta na abertura. Existe melhor jeito de abrir uma série de zumbis do que uma coisa toda tensa em colorações acinzentadas?

Game of Thrones
Estranho e injusto seria se a abertura de Game of Thrones não entrasse para esta lista. Sendo uma breve apresentação às várias regiões de Westeros e Essos, as cenas se desenrolam com cada pedaço dos tantos castelos, um por um, formando-se e estendendo-se ao céu. Além de, claro, isso tudo ser acompanhado por uma digníssima música que, honestamente, me faz querer sair por ai a imitar uma dançarina de balé.

Skins
Skins acabou de acabar e nós já estamos com saudades dessa série. Sua abertura característica é inesquecível, mostrando um pouco da loucura que os garotos de Bristol aprontavam nos dois últimos anos do colegial. Essa montagem do AboutSkins tem todas as aberturas das temporadas 1-6, só pra gente ficar um pouco mais nostálgico. Tammmm tam-dam-dam-dam-dam :(

Misfits
A abertura de Misfits consegue mostrar totalmente a que a série veio. Usando elementos de animação, e especialmente o jogo de sombras, conseguimos fazer uma pequena viagem de como os personagens conseguiram seus poderes, e quais são eles, por exemplo. Também são usados elementos que lembram os personagens como underdogs, e seu trabalho no serviço comunitário, como os ratos, as pichações e sujeira. Tudo isso ao som de Echoes, do The Rapture, música maravilhosa.

Friends
E quem é que pode esquecer a abertura dessa série que, por 10 anos, nos rendeu risadas em poucos minutos? Além de tornar eterna a música “I’ll Be There For You” da banda The Rembrandts e nos apresentar o elenco principal, a abertura de Friends também nos dava aquele gostinho das diversas confusões dos seis amigos nova iorquinos, Rachel, Monica, Phoebe, Ross, Joey e Chandler. É quase impossível não abrir um sorriso ao ver essas cenas, quiçá não gargalhar.

Luther
Vixe, como posso comentar a abertura que, na minha opinião, é a mais genial do mundo? Não parece ter nada de mais a princípio, é verdade. Mas entre desenhos da silhueta do personagem principal, marcas de Londres e partes de cenas de crime, com Paradise Circus, do Massive Attack, tocando, já se percebe o potencial enorme de Luther. Como eu já disse antes, é uma combinação perfeita de som e imagem para ilustrar essa série incrível.

Freaks and Geeks
A série que você deveria ter corrido para assistir só de em ler o título, conta com uma abertura simples, divertida e muito comum, para os estudantes norte-americanos: o detestável momento das fotos para o anuário. A música que a compõe, Bad Reputation, encaixa-se perfeitamente sobre o que a série trata: eles não ligam a mínima em ser estranhos e nerds, querem só passar logo os anos de escola aproveitando ao máximo!

Mad Men
Inteligente, sofisticada e minimalista. A abertura de Mad Men representa, em detalhes quase despercebidos, o meio publicitário da década de 60. Mostrando um executivo, em queda livre, em meio a arranha-céus cobertos por outdoors no centro de Nova York, ele cai suavemente em um sofá, confortavelmente segurando um cigarro (símbolo do vício daquela época). É inspirada nos trabalhos de Saul Bass, um designer publicitário que ficou responsável pela arte de pôsters de alguns filmes de Hitchcook.

Shameless US
Divertida e realista, a abertura de Shameless US é bastante franca com o telespectador. Espere se deparar com uma grande família, pai alcoólatra, crianças sendo crianças, adolescentes sendo adolescentes e Fiona sendo a chefe da casa, tentando colocar todos na linha e ainda assim ter tempo para curtir a vida.

The IT Crowd
Não tem como os nerds/geeks/whatever não pirarem com a abertura de The IT Crowd. Toda feita no estilo 8-bit, dá até uma saudade daqueles gráficos de quadradinhos. A musiquinha também é vida, gruda na mente e você se pega cantarolando do nada. Tudo isso é só um gostinho para toda a awesomeness da série, que te faz chorar sangue de tão genial. Já sinto falta de Jen, Roy e Moss me fazendo morrer de tanto rir. :(

Anos Incríveis
Anos Incríveis terminou no início da década de 90, mas muita gente cresceu com os reprises no não lembro que canal passava. Cultura? SBT? E quem não sente o coração apertado e aquecido ao ver novamente a família Arnold e seus amigos nessas cenas clássicas que resumiam bem a dinâmica deles? Muitas saudades. É uma pena não ter em DVD. Quando chegar, já vou avisando que compro mesmo precisando dividir em 20 prestações!

Concordam com a gente? Qual outra abertura vocês colocariam nessa lista?

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply
    Germana Alves
    28/08/2012 at 7:23 pm

    Eu amo a abertura de One Tree Hill <3

  • Reply
    Christelle
    28/08/2012 at 8:27 pm

    Acrescentaria a abertura do Dexter. O pormenor dele a cortar a barba, a cortar a toranja… são planos muito bons de filmagem. Aqui está o link: http://www.youtube.com/watch?v=ej8-Rqo-VT4
    Christelle recently posted..Les Femmes du 6ème Étage ****My Profile

  • Reply
    Claudinha
    28/08/2012 at 9:25 pm

    E a abertura de Dexter? wow

  • Reply
    Jeniffer Haddad
    29/08/2012 at 11:29 am

    cara as aberturas são lindas! Muitas séries eu conhecia, outras nem tanto ;/

  • Reply
    Francielle Lima
    29/08/2012 at 1:50 pm

    Conhecia algumas séries, outras nunca tinha ouvido falar!

    Gostei das escolhas feitas, e realmente são memoráveis algumas.
    /blink
    Francielle Lima recently posted..O furo do barcoMy Profile

  • Reply
    thanny
    29/08/2012 at 3:04 pm

    Por causa de vocês, estou viciada em Freaks and Geeks! A série é tão boa que nem precisa apelar pra cenas calientes hahaha

    • Reply
      Byzinha
      29/08/2012 at 3:06 pm

      Eu também! Vi a abertura e coloquei pra baixar imediatamente! Faltam quatro episódios pra acabar a temporada :(

  • Reply
    Ana Paula
    31/08/2012 at 9:18 pm

    amo as aberturas que foram postadas!!!!
    eu também acrescentaria a abertura de Pretty Little Liars e Bunheads, só pq são fofas.

    Ramin jhfgfhsdgfj (não sei o sobrenome) é um genio! Essa musica da abertura de GoT é maravilhosa!

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge