Cinema

As vozes (2015)

the-voices-ryan-reynolds

Certa noite estava escolhendo um filme para assistir com meu namorado e lembrei que queria ver a animação Pets, porém acabamos assistindo The Voices com Ryan Reynolds que também tem animais falantes. Quase a mesma coisa (só que não).

O filme, divulgado como uma comédia de humor negro ou uma mistura de thriller com comédia, nada mais é do que uma história sem sentido assinada por Marjane Satrapi, autora de Persépolis, que acompanha Jerry, um esquizofrênico que deixa de tomar seu medicamento e passa a ouvir seu gato do mal e cachorro do bem falando.

Jerry trabalha no setor de remessa de uma firma e ao ser convidado para ajudar a planejar um churrasco de confraternização com funcionários de outros setores, se encanta com a inglesa Fiona (Gemma Arterton), da contabilidade, que não dá muita bola pra ele e ainda fura no primeiro encontro. Porém, ela acaba por sendo assassinada, esquartejada e tendo sua cabeça conservada na geladeira para futuras conversas, inclusive pede por uma companhia. Engraçado, huh?

the-voices-as-vozes-filme

A casa de Jerry é um completo caos, mas de alguma forma, ele vê uma casa bonita e arrumada, compartilhando esta visão com o telespectador. Por causa de sua doença, ele vê o mundo de uma forma bem feliz, como se vivesse num conto de fadas e, mesmo, cometendo assassinatos em série, não tem noção do que está fazendo de fato. Seus companheiros, o cão Bosco, que acredita que seu dono é um homem bom, e Mr. Whiskers, um gato que atiça o pior de Jerry, são seus confidentes e cúmplices.

Em certo ponto do filme, conhecemos o passado do protagonista, que em minha opinião foi pouquíssimo explorado e tão sem lógica quanto o resto do filme. Entedemos sua motivação, afinal o gato fica o tempo inteiro dizendo “Mate! Mate!“, mas é aquela coisa, faltou algo para gerar empatia, faltou abordar a esquizofrenia de uma maneira mais profunda e reflexiva. Não há nenhuma mensagem aparente além de “Tome seus remédios” e “Não fique sozinha com um estranho”. Apenas fiquei me perguntando durante os 103 minutos de filme “O que diabos estou assistindo?“.

Para não ser injusta, já que o filme foi super bem aceito pela crítica lá fora, a trilha sonora é muito boa, principalmente a cena do karaokê com Fiona e Lisa (Anna Kendrick). Mas é só. A cena final lembra um musical de Bollywood, é nonsense e engraçadinha. Conseguimos assistir até o fim, porque apesar de mais ruim do possa ser, ficamos entretidos com tanta loucura, mas eu preferia ter assistido Pets. Peço desculpas pelo desabafo em forma de resenha, mas é o que temos pra hoje.

ficha técnica

 
Título original: The Voices
Direção: Marjane Satrapi
Elenco: Ryan Reynolds, Gemma Arterton, Anna Kendrick
Roteiro: Michael R. Perry
Trilha sonora: Olivier Bernet
Duração: 103min
País: Alemanha e EUA
Gênero: Terror e Comédia
Trailer: (x)
Classificação: ★★☆☆☆

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge