Televisão

O hype é real, assista Stranger Things

stranger-things

Confesso que fui surpreendido quando recebi uma notificação da Netflix sobre a disponibilidade da temporada de sua nova série, Stranger Things. Eu andava meio em “off” do mundo por motivos de “vida de adulto é um saco” e ao receber esse aviso, resolvi assistir por minha conta em risco.

Simplesmente fui arrebatado pela trama. Tem RPG, referências a quadrinhos, tem conspirações, tem seres de outras dimensões, tem todo um climinha que mescla melancolia e esperança, tudo isso junto com Winona Ryder e “uma turminha metida em altas aventuras e confusões”. Tudo isso ambientado nos anos 80! É realmente inevitável que haja uma ligação quase que inconsciente entre essa série e aqueles vários filmes que embalaram quem foi criança nos anos 90. “Monster Squad” (1987), “Goonies” (1985), “Stand by Me” (1986), “Close Encouters of the Third Kind” (1977), “ET” (1982) e “The Gate” (1987) tá tudo ali misturado e muito bem executado.

A trilha sonora é um deleite à parte: Smiths, Clash, Devo, Television e algumas breguices synth pop bem características da época, assim como uma abertura muito bem referenciada lembrando as grandes trilhas produzidas por John Carpenter. Uma fotografia que intercala muito bem entre sombras e luz pra intensificar essa atmosfera de thriller sobrenatural e aventura que envolve a trama e txaram: STRANGER THINGS SE TORNA UMA DAS COISAS MAIS LEGAIS PRODUZIDAS PARA TV NOS ÚLTIMOS ANOS!

Você junta a tudo isso um elenco infantil muito entrosado o que faz com que assista consiga rapidamente criar vínculos de empatia com as personagens. Mike Wheeler (Finn Wolfhard), Dustin Henderson (Gaten Matarazzo), Lucas Sinclair (Caleb Mclaughlin), a fantástica da Eleven (Millie Bobby Brown) e o principal motivo da aventura  Will Byers (Noah Schnapp) devolvam meu coração, por favor! Mas não esquecendo também do núcleo adulto muito bem representado pela veterana Winona Ryder, David Rabour e Mathew Modine ( inclusive Modine foi um dos atores principais de “Born to Kill”(1987), aquele filme do Kubrick que tinha Vicent D’Onofrio o Rei do crime da série Daredevil).

Stranger Things

A série estreou dia 15 de julho e possui 8 episódios. A direção ficou sob a responsabilidade, muito bem cumprida, dos Duffers Brothers. Curta, bem amarrada e com gostinho de “quero mais”. O hype é real, assistam Stranger Things!

Observação: Atentem para as paredes, busquem os easter eggs!

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Jônatas Amaral
    July 28, 2016 at 11:35 am

    Olá!
    Estou muuuuuito ansioso para começar a assistir essa série. Quando ela lançou e vi do que se tratava eu pensei: “Isso vai ser bom”, mas estava envolvido com a série “American Crime Story” no fim de semana que Strager Things e estreou, assim deixei passar as primeiras semanas e começarei a assistir em agosto.
    Algo que me chamou a atenção é os elogios ao elenco adulto, pois em séries que tem crianças como protagonistas eles sempre são aqueles que tiram a graça, mas está todo mundo falando que aqui não.
    Gosto por ser uma série a la “Capitão América” que adora referências, apenas espero que não haja um excesso de reverência e simplesmente conte sua história.

    Vamos ver!

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br
    Jônatas Amaral recently posted..[ANIME] “ORANGE – EPISÓDIO 04My Profile

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge