Televisão

Sherlock

Bem, pro meu post de estreia como crítica de séries, resolvi falar da minha série preferida: Sherlock. Já vou pedindo desculpas se o post não sair muito legal, não sou muito boa em explicações, e é difícil explicar algo que você ama tanto. E essa é a minha favorita ~ever~, então…


A série da BBC, baseada nos livros de Sherlock Holmes, tem apenas três episódios (!) de 90 minutos cada. E é incrível, agradando tanto fãs do detetive mais famoso do mundo quanto gente que nunca leu os livros. Benedict Cumberbatch (Desejo e Reparação) é Sherlock Holmes, o único detetive consultor do mundo (trabalho criado por ele mesmo). Procurando dividir um apartamento em Londres, acaba conhecendo o Doutor John Watson (interpretado por Martin Freeman, de O Guia do Mochileiro das Galáxias), um soldado que acabou de voltar do Afeganistão. Aparentemente atormentado pela guerra, Watson descobre um novo estilo de vida ao lado de Holmes, investigando e resolvendo crimes.

A trama é tão envolvente que nem se percebe a duração dos episódios. A excentricidade de Sherlock Holmes pode parecer estranha no começo, e sua inteligência chega a assustar, mas, depois de um tempo, nem se nota a natureza estranha do detetive. Benedict Cumberbatch é o melhor Sherlock Holmes que eu já vi, personificando tudo aquilo que imaginei quando li Um Estudo em Vermelho pela primeira vez. Martin Freeman também não fica pra trás, finalmente fazendo com que John Watson não seja só “aquele cara gordinho e engraçadinho que fica no plano de fundo e faz comentários de vez em quando”.

Sherlock é tão bom que é quase mágica: você VAI amar a série e não tem como fugir. Alguns demoram 30 minutos para se apaixonar (eu), e alguns menos de 15. Mas vai acontecer. Sério. Sério.

Uma das coisas mais legais na série é a amizade estranha de Holmes e Watson. Holmes não tem amigos e não parece se importar com isso, mas sua parceria com Watson o muda, mesmo que pouco. John também muda com a presença de Sherlock, é claro. O engraçado é que essas mudanças meio que passam despercebidas, apesar de serem visíveis. É só prestar atenção em John no começo de A Study in Pink e no final do episódio, e um sorriso provavelmente vai se formar na sua cara. Esse sorriso nunca mais saiu da minha.

As referências aos livros são muitas, mas não vão te fazer ficar com um Q enorme na testa. Pros sherlockianos de plantão é awesome ver o quão brilhante e bem feito Sherlock é. Porque a série traz Sherlock Holmes e seus personagens para o século XXI, usando a tecnologia a favor das investigações sem ofuscar a inteligência de Holmes. É tudo tratado com muita naturalidade, e parece ser bem simples, mesmo que não seja.

AH, pra quem adora shippar personagens, Holmes/Watson é TÃO evidente que até os personagens da série shipam (dsclp, mãe). Tá, isso não é totalmente verdade porque TECNICAMENTE Holmes é assexual, e Watson é hétero. Mas a gente gosta de fingir que rola uma coisa entre eles. Os outros personagens realmente acham que eles são gays, então fica difícil não achar engraçado e se perguntar se seria possível acontecer. Isso não é explorado, é claro, pois esse não é o foco. E eu precisei tecer esse comentário, porque o assunto anda gerando discussões por aí. É. Ainda existe gente que não aceita o otp alheio. :| Mas as fanfics estão aí pra isso.

heterossexuality 101 by Sherlock Holmes and Doctor John Watson

O único ponto negativo é que foram 18, sim, DEZOITO meses de espera até a segunda temporada. E são só TRÊS FUCKING EPISÓDIOS. Então, você aí, fã de The Walking Dead ou True Blood, que se achava awesome por ter esperado um ano, seu argumento é inválido. A espera valeu a pena, é claro, porque A Scandal in Belgravia, o primeiro episódio da segunda temporada, foi a melhor coisa já feita na História de tudo. NA BOA. Mas a espera é a única coisa ruim mesmo. Tudo em Sherlock é lindo, everything hurts e tods vomita arco-íris.

Eu queria conseguir falar dos pontos técnicos, do roteiro bem feito, da trilha sonora linda, das atuações incríveis, da awesomeness de Steven Moffat (MOFFATA!!!11 *shakes fist*) e de Mark Gatiss (GODTISS!!!!!11 *shakes fist*), e do quanto esses dois merecem um prêmio só por existirem e terem criado essa coisa maravilhosa, mas acho que nem preciso. A verdade é que é tão bom, mas tão bom, que criou uma legião de fãs pelo mundo com apenas três míseros episódios. Simples assim.

Em suma, Sherlock é a modernização das aclamadas estórias de Sir Arthur Conan Doyle, mas sem parecer ridículo. É plausível a genialidade de colocar toda a tecnologia nas mãos do detetive sem abandonar sua inteligência e suas deduções, muito menos sua lupa e seu violino. E, mesmo tendo base nos livros, a série sempre surpreende com sua originalidade. O negócio é sentar, respirar fundo e esperar para ser surpreendido com a fodacidade da série mais incrível do mundo.

Veja abaixo o ~único~ trailer decente que eu achei, do primeiro episódio da segunda temporada.

You Might Also Like

18 Comments

  • Reply
    Byzinha
    18/01/2012 at 3:25 pm

    AHOUASDHFIUHSDF WELCOME HOME, SAMMY! <3
    Menina, eu não posso querer assistir série agora, eu to com ~~SETE~~ em andamento D; Mas assim que chegar a baixa temporada (com Game of Thrones – filha única), eu pego Sherlock e The Borgias. E, talvez, Switched at Birth.
    Amei sua resenha, ok? Me fez lembrar ~~meu~~ jeitão de escrever hehe.
    Byzinha recently posted..PhotoMy Profile

    • Reply
      Sam
      18/01/2012 at 3:36 pm

      AFSPNIFSAPNISAFPINSA THANKS <333333333
      Eu to ferrada com séries agora, to atrasada com todas. D: The Borgias é legal, preciso voltar a assistir. E tu tem que assistir Luther, mano!!!!!!!! Luther é vida. Mas dude, Sherlock só tem 6 eps agora e a gente provavelmente vai ter mais 18 meses de espera. Tem tempo de sobra.
      E brigada! Eu to morrendo de vergonha porque eu realmente acho que não sei fazer essas coisas, mas obrigada. :3333333333

  • Reply
    Geo
    18/01/2012 at 4:06 pm

    Bem vinda, Sam. Boa resenha, muito boa mesmo <3 Cara, eu tenho que ver a segunda temporada. Só vi A Scandal in Belgravia D: Freaking hell, e eu ainda tenho tanta série pra ver DDD: E o terceiro ano está ai e eu vou morrer. Mas, enfim, tua resenha está linda, ok.

    • Reply
      Sam
      18/01/2012 at 5:09 pm

      Eu falo sério quando digo que nós precisamos de dias com 72 horas. É coisa demais pra fazer. E obrigada! :333

  • Reply
    Jess
    18/01/2012 at 4:13 pm

    Sam, sua linda <33
    Tu para de dizer que suas resenhas não são boas porque elas são ok? :3
    Sherlock é muito amor, i can't :l

    • Reply
      Sam
      18/01/2012 at 5:12 pm

      SOU INSEGURA, ME DEIXA OK.
      Sherlock > vida. ok

  • Reply
    Jéssica Gomes
    18/01/2012 at 4:54 pm

    Resenha SENSACIONAL ! Concordo com cada vírgula: Sherlock é uma série per.fei.ta ! Que me encantou logo no começo e me fez chorar quando percebi que era uma minissérie de 3 espisódios ! MAS SÃO TRÊS FUCKING EPISÓDIOS QUE SÃO SIMPLESMENTE DEMAAAAIS *——–*

    • Reply
      Sam
      18/01/2012 at 5:21 pm

      OBRIGADA! :33 Hahaha, não é? São quatro horas e meia de pura genialidade, não tem como não amar. Sem contar que essa segunda temporada conseguiu superar a primeira, NÃO AGUENTO. :’)

  • Reply
    Sara
    18/01/2012 at 6:33 pm

    Excelente post. Eu e minha mãe amamos Sherlock, é uma série tão inteligente e incrível. São só 3 episódios? Mas são OS EPISÓDIOS! Aquela história com a Irene foi genial, impossível perceber todas as conexões…
    Como estava vendo Nikita, deixei outros seriados de lado, esta semana tentarei terminar a breve segunda temporada de Sherlock.
    Sara recently posted..Hunter, O Lindo!My Profile

    • Reply
      Sam
      20/01/2012 at 3:44 pm

      Que lindas, você e sua mãe! Sempre quis fazer a minha assistir, mas ela odeia tudo o que eu amo qq
      Belgravia foi INCRÍVEL mesmo, chorei a vida assistindo. Termine de assistir sim, a segunda temporada conseguiu se superar. :’)

  • Reply
    Bruna M. Silva
    19/01/2012 at 2:46 pm

    Nossa, adorei… preciso verrrrr!!

    Beeijoss
    Bruna M. Silva recently posted..[beleza] nova tag: three trendsMy Profile

    • Reply
      Sam
      20/01/2012 at 3:49 pm

      Assista, assista! :3

  • Reply
    Ana Carolina Nonato
    19/01/2012 at 10:58 pm

    Boa noite!

    Sinceramente, eu sou fã de tudo que concerne a Sherlock Holmes. É lógico que eu nunca vou achar uma série ou filme tão fiéis ao livro, porque cada um, tanto diretores como atores, dão uma interpretação diferente. Eu me lasco de rir com o Holmes do cinema (feito pelo Robert), mesmo que ele seja um tanto diferente do Sherlock… Em suma, tenho certeza de que vou gostar desta série!
    Ah, e preciso acrescentar que fiquei super animada pelos seus comentários awesome! /grin

    Um grande abraço!
    Blog Seis Milênios.
    Ana Carolina Nonato recently posted..Estou de volta – e de férias!My Profile

    • Reply
      Sam
      20/01/2012 at 3:48 pm

      Eu também adoro qualquer coisa ligada a Sherlock Holmes. E, sinceramente, mesmo trazendo o detetive pros tempos atuais, Sherlock consegue ser mais fiel do que muita coisa por aí. Benedict é INCRÍVEL, nunca vi melhor interpretação. Ele tirou o lugar do Jeremy Brett no meu top de Sherlocks preferidos, de tão bom que o cara é. Assista! Tenho certeza que você não vai se arrepender. :3 Beijos!

  • Reply
    Ana Carolina Nonato
    19/01/2012 at 11:00 pm

    Escrevi errado ali em cima. “… porque cada um, tanto diretores como atores, DÁ uma interpretação diferente. ”
    Ana Carolina Nonato recently posted..Estou de volta – e de férias!My Profile

  • Reply
    thanny
    21/01/2012 at 12:20 am

    Oi, Sam!

    Deixa eu dizer que só corri pra baixar Sherlock por causa de sua resenha! E não demorou muito mais de 15 minutos pra me apaixonar não, apesar de o primeiro episódio que eu assisti ser o piloto que não foi ao ar. Benedict Cumberbatch é o melhor Sherlock que você já viu e ele é muito brilhante, daria um ótimo Doctor! Amei a atuação dele, sem desmerecer o Martin Freeman. Teve cena com eles que eu ficava “aaaaf se beijem logo!” hahaha Sem dúvidas um das melhores séries que já assisti… vou sofrer muito se assisti a 2ª temporada agora? Vai demorar mais 18 meses pra 3ª? mimimi

    Beijos!

    • Reply
      Sam
      31/01/2012 at 3:12 pm

      asf´ngpái FALEI, FALEI. Na verdade o Benedict FOI chamado pra ser o Doctor, mas ele recusou. O pior é que ele é amigo do David Tennant E do Matt Smith, então dá pra chorar sangue de vez em quando ;_; Mas ok, um dia a gente supera. Cara, eu acho que o Martin não tem tanto espaço na primeira temporada, que é mais focada no Benedict mesmo, MAS NA SEGUNDA… Sério. Martin me fez rir e chorar a segunda temporada inteira, atuação fucking incrível. Ai, pfv, Sherlock/Watson é muito muito muito canon, NÃO TEM COMO NÃO SHIPAR, não tem como não gritar “GAAAAAAAAAAY”, não tem como não ficar todo coisado querendo que eles se comam de uma vez. E olha, tu vai sofrer pra cacete se assistir a segunda temporada, mesmo que APARENTEMENTE o nosso hiatus vá ser menor do que o outro. Mas vale a pena todo o sofrimento, porque a segunda se supera in every way e eu não sei como isso aconteceu. Só sei que não conseguia parar de surtar com nenhum dos episódios, tudo tão lindo e foda e incrível! Todo mundo foda demais, o Benis, Martina E O ANDREW SCOTT SENDO FLAWLESS!!!!!!!!!!!!!!! Sério, o Andrew Scott, meu Deus. Assista a segunda temporada, porque é boa demais, surte, chore e depois me conta do que achou, ok? :3333

  • Reply
    Who's thanny? » Blog Archive » TopTop – 11 Vilões, porque 10 nunca é o bastante!
    31/10/2012 at 12:08 pm

    […] está morrendo e tudo mais. Mas mesmo assim, para sempre lembraremos de Lord Voldie. Jim Moriarty (Sherlock) Se nas histórias de Sir Arthur Conan Doyle o vilão já era incrível, o que dizer da incrível […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge