Diário de Viagem

Roteiro: Lugares incríveis para conhecer em Gramado


Viajar para Gramado foi um sonho que se tornou realidade. A cidade é bastante preparada para receber turistas o ano inteiro e possui atrações para todos os gostos e idades. Famosa por ter o melhor chocolate do Brasil, você irá se deliciar com a gastronomia local, que tem forte influência alemã e italiana, e se encantar pela arquitetura das casas e prédios.

Mas quando se vai à Gramado, não tem como resistir aos atrativos das cidades vizinhas e incluí-las no roteiro. Hoje, vou compartilhar meu roteiro de 5 dias para que você prepare o seu da melhor forma possível e aproveite cada segundo da Serra Gaúcha.

Dia 1


O primeiro dia é para conhecer um pouco dos pontos turísticos e se situar melhor na cidade, ver onde estão as lojas e restaurantes para depois decidir o que quer conhecer melhor. Por este motivo, fizemos o Tour Panorâmico Jardineira das Hortênsias, em que o guia dá uma verdadeira aula de história sobre Gramado e faz parada em dois lugares para tirarmos fotos: o pórtico, logo na entrada da cidade, e o Lago Negro. O passeio dura aproximadamente 2 horas e custa R$25 por pessoa.

Há tantos restaurantes interessante em Gramado que fica difícil selecionar apenas alguns para conhecer. Em nosso primeiro dia, optamos almoçar uma sequência de galeto al primo canto na Casa DiPaolo e já notamos que lá as pessoas comem muito bem. A sequência custa R$80 por pessoa, mas você come à vontade, no seu tempo, pratos de qualidade e com um atendimento impecável.

Depois de tanto comer, hora de bater perna para conhecer o centro da cidade, onde ficam os principais pontos turísticos. Nós paramos na Praça das Etnias, em que há lojas dos colonos com produtos típicos à venda, com muitas cucas, biscoitos, salames e vinhos. Em seguida fomos andando até a Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, logo atrás está a Fonte do Amor Eterno. Mais adiante o Palácio do Festival de Cinema de Gramado e a famosa Rua Coberta. Para jantar recomendamos uma tradicional sequência de fondue, optamos pelo Chez Lys Blanc, em Canela e fomos de Uber.

Dia 2


Não precisa acordar cedo para aproveitar o dia. Percebemos que em Gramado as lojas fecham cedo e abrem tarde, portanto as coisas começam a funcionar por volta das 10h da manhã (mas acordamos cedo de todo jeito). Tiramos foto da Rua Torta, inspirada na Lombard Street, de São Francisco, no carrossel da Casa da Montanha. Uma das coisas que nos chamou atenção em nosso passeio foi o McDonald’s, completamente diferente das lojas tradicionais.

Em Gramado há vários museus, porém todos são pagos e nós não achamos o valor interessante diante das outras coisas que poderíamos fazer mais em conta ou de graça. Dentre todos, fomos apenas ao Mundo do Chocolate, R$35 por pessoa, com objetos, animais e réplicas de obras de artes feitas de chocolate. É possível fotografar tudo, menos a última sala, em que tem as coisas mais legais, porém com um fotógrafo que irá tirar suas fotos, caso você queira pagar. Ao final do passeio, é possível fazer uma degustação do chocolate e colocar toppings à vontade.

Inspirados no Mundo do Chocolate, decidimos fazer um tour nas chocolaterias para comprar lembrancinhas para nós mesmos e nossos amigos. Os preços não são nada amigáveis, mas a qualidade compensa. Nossas lojas escolhidas foram a Prawer, Planalto, Caracol e Lugano. A maioria possui embalagem para viagem para evitar que o chocolate derreta no percurso.

Não almoçamos, pois comemos várias besteiras, e decidimos voltar ao Lago Negro para andar de pedalinho. A vista de dentro do lago é ainda mais linda e com certeza vale a pena pagar R$30 pelos 20 minutos de passeio. Depois paramos no Lago Joaquina Rita Bier, onde acontece um dos maiores espetáculos do Natal Luz, e em seguida fomos ver a Rótula das Bandeiras, uma homenagem a todos que visitam a cidade. Para jantar, fomos no tão indicado rodízio de pizza na Cara de Mau, que para nós não teve muita graça, pois nesse dia não teve o show dos piratas.

Dia 3


É bom reservar pelo menos um dia para conhecer Canela. Para este em dia em especial, optamos por alugar um carro para nos locomover com tranquilidade, sem depender de ninguém. Porém, antes paramos num dos melhores lugares de toda a viagem, o Mini Mundo, e mais pra frente vou falar melhor sobre ele.

Fizemos pequenas paradas na estrada pra tirar fotos, o lugar que mais gostamos foi o Mundo a Vapor e Terra Mágica Florybal. Partimos rumo à Catedral, que devido ao forte nevoeiro estava ainda mais bela. Uma dica preciosa é visitar a Dauper Biscoiteria que fica logo em frente e comprar alguns biscoitos, comprei quase 3kg e ainda queria trazer mais.

Pegamos a estrada e fomos conhecer o Mundo Gelado do Capitão, lugar ideal para quem quer experimentar frio de verdade sem gastar horrores no Snowland. Mais pra frente vai ter um post completo sobre esta atração.

Um lugar que você não pode deixar de conhecer é o Parque Caracol, ótimo para fazer trilhas, piquenique e apreciar a vista da Cascata do Caracol. A entrada custa R$20 e o local é super bem cuidado, com algumas lojinhas de artesanato com preços bem legais para comprar lembrancinhas.

Para encerrar o dia, jantamos no Braziliano Bistrô, mais um lugar incrível e com sobremesas de tirar o fôlego de tão lindas.

Dia 4


O passeio de Maria Fumaça foi escolhido no impulso, porque estava com 50% de desconto no site de cupons Laçador de Ofertas, que recomendo veemente que você dê uma olhada antes da sua viagem, pois nos ajudou bastante a economizar. Fomos pela empresa Citral da Serra, que além do passeio de trem, fez um pequeno tour por Nova Petrópolis, nos levou para a Cooperativa Garibaldi e para a Epopéia Italiana, uma apresentação belíssima sobre a história dos primeiros colonos italianos.

O passeio tem duração de 12h e é bastante divertido. Na Maria Fumaça há algumas apresentações de danças típicas gaúcha e italiana que animaram todos os passageiros, que são convidados a cantar e dançar junto. São feitas duas paradas para degustação de vinho, tudo à vontade e muito saboroso. Na ocasião, tivemos oportunidade de fotografar no vagão de trem utilizado nas gravações de O Filme da Minha Vida, de Selton Mello.

Chegamos no hotel bem cansados, mas decidimos sair para jantar. A escolha da noite foi a Hamburgueria Me Gusta, que tem um dos melhores hambúrgueres que já experimentei.

Dia 5


Mais um dia em que acordamos super cedo, pois compramos o passeio dos cânions, que dura em média 8 horas. Fechamos com a agência Personalitour e partimos em grupo para Cambará do Sul, onde iríamos desbravar nas trilhas do cânion de Itaimbezinho. Se você pretende ir por conta própria, eu aconselho a não fazer isso, porque a estrada é péssima e não tem sinal no celular. Na volta, o pneu do ônibus estava bem seco, mas conseguimos ser resgatados e trocamos de ônibus para retornar à Gramado.

Itaimbezinho possui três trilhas, uma tranquila, outra que dura 3 horas e outra que leva quatro dias. Fomos nas duas primeiras e ficamos deslumbrados com a beleza do lugar. É preciso levar bastante água e ter força de vontade para andar tudo, mas o final é recompensador.

Para nossa última noite, decidimos jantar num restaurante tradicionalmente italiano, o Cantina Pastasciutta e foi mais uma experiência maravilhosa. Não nos decepcionamos com nossas escolhas, mas ficamos com vontade de conhecer outros lugares. Quem sabe na próxima, né? Dizem que quem vai pra Gramado uma vez, sempre dá um jeito de retornar.

Para encerrar o post, gostaria de dar uma última dica que me ajudou MUITO, o grupo no Facebook Viajando para Gramado e Canela, bastante informativo e prestativo. A Serra Gaúcha tem muitas outras cidades lindas que não tive tempo de conhecer, mas pesquise bastante para ver se cabe no seu roteiro. Até a próxima!

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Estela
    October 20, 2017 at 2:16 pm

    Gramado é uma viagem incrível, uma viagem dos sonhos, quando fui me apaixonei tanto que já voltei lá 5 vezes somente este ano, ah adorei suas fotos, estão encantadoras.

  • Reply
    Lucas
    October 25, 2017 at 5:30 pm

    Sabe me dizer se esses restaurantes aceitam cartão?

    • Reply
      thanny
      October 27, 2017 at 2:50 pm

      Aceitam sim. Antes de eu ir várias pessoas disseram que lá não aceitava cartão, mas isso só vale pra algumas atrações. Recomendo você comprar cupons e levar dinheiro para emergências.

    Leave a Reply to Estela Cancel Reply

    CommentLuv badge