Literatura

Preciosa, Sapphire

Oi, de novo!

O convite da By pra que eu postasse aqui quando tivesse algo que eu achasse interessante pra compartilhar chegou no melhor momento possível.

Conforme eu avançava pelas páginas, um pensamento que se repetia na minha cabeça era: “por favor, alguém me diga que isso aqui não foi inspirado em uma história real”, apesar de saber que existem pessoas que passaram por situações muito parecidas com a da Precious, ou até piores dependendo de que jeito você olhe. E também me perguntava em qual caverna da parábola platônica eu tava que eu não sabia sobre esse livro que virou até filme e ganhou montes de prêmios.

Segundo o que encontrei de informação sobre esse livro, as personagens foram inspiradas em pessoas que a autora conheceu enquanto trabalhava em alguma coisa relacionada a assistência social, o que eu apostaria que contribuiu muito pra que esse livro fosse do jeito que é. E, a propósito, descobri que o livro tem uma sequência, que também deve ser tão bem feita quanto este. A sinopse na contracapa dessa produção:

A adolescente do Harlem Clareece Precious Jones é obesa, analfabeta e está grávida pela segunda vez de seu pai. Vítima de constantes abusos físicos e psicológicos por parte da mãe. Seu encontro com uma professora batalhadora a apresentará a um mundo novo, onde poderá expressar seus sentimentos e recuperar sua voz e dignidade.

Precious tinha sido engravidada pelo pai, e aos 12 anos teve uma filha que nasceu com síndrome de Down. Aos 16 ela estava grávida novamente, também resultado de abuso sexual por parte do pai dela, e acaba sendo expulsa da escola que frequentava. Ela em seguida consegue vaga numa turma com outras garotas em situações também bastante complicadas, e é quando a gente chega no “miolo” da trama.

A sinopse esqueceu de contar uma coisa: a Precious é negra. É importante porque a questão racial é importante sim aqui, e é um assunto que exige MUITA cautela quando se lida com ele.

Com a ajuda da professora – a srta. Blue Rain – a melhora que Precious e as colegas de classe conseguem na capacidade de ler e escrever é impressionante. Ainda que o principal objetivo fosse letramento, a professora consegue produzir muito mais com ações as mais diversas possíveis – por exemplo, ela incentiva que as alunas compartilhem as histórias de vida entre si, e também que escrevam com total liberdade do jeito que conseguirem sobre qualquer assunto que tiverem vontade, e várias outras coisas, que fazem uma diferença gigante na vida de todas.

Uma passagem que chama muito a atenção é quando a Precious descreve a sensação de invisibilidade que tinha com relação à família, antigos colegas de classes, ex-professores e a chamada “sociedade” em geral. Tá incrível pra qualquer um tentar compreender um pouco o ponto de vista de grupos ou pessoas em condição de exclusão social, e foi um dos trechos que mais me sensibilizou.

Aqui cabe um elogio pra equipe de tradução: já que o livro é narrado por uma adolescente que é analfabeta, obviamente ela não fala e nem escreve totalmente conforme a norma padrão, e mantiveram o linguajar num nível de acordo com o conhecimento dela na nossa tradução. Sei de gente que acha narração em primeira pessoa normalmente um problema, mas não me incomoda – tem livro que simplesmente não funciona de outro jeito e este é um deles. O jeito como a forma dela própria contar os acontecimentos fica mais aprimorada conforme a linguagem dela melhora ficou bem bacana também; quem traduziu conseguiu um resultado muito legal.

E vou ali olhar minha lista de leitura pra escolher a próxima protagonista forte, inspiradora e bem escrita pra me ensinar – ou pelo menos me fazer pensar mais – sobre um monte de coisas que de outra forma seria (felizmente) muito mais difícil, ou talvez até impossível.

informações

Título: Preciosa
Autor: Sapphire
Tradutor: Ivanir Alves Calado
Número de Páginas: 192
Edição: 5ª edição
ISBN: 9788501085399
Editora: Record
Preço: R$35,00
Classificação: ★★★★☆

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Bruna Vasconcelos
    02/04/2015 at 9:23 am

    Olá… Nossa, Preciosa… Em meio a tantos Jogos, Vampiros, Doenças, não tenho visto muitas resenhas sobre livros tão ‘tapa na cara’ como Preciosa. Sim, sei q o livro foi lançado há algum tempo (o filme também), porém ele aborda algo tão sério, real e triste que devera ser indicado sempre.
    Lembro que li na época do lançado do filme e me assustei com a forma que foi escrita. Na primeira página o pensamento foi: “Quantos erros! Como pode ?’ . Mas logo percebi qual era o propósito.

    Bem, Preciosa é um lvro para ser lido, indicado e discutido.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge