Televisão

Peaky Blinders

Sabe aquelas séries tão lindas que você só sabe ficar ‘wow’? Então, a série sobre a família Shelby e seus negócios clandestinos na Inglaterra de 1919 é esse tipo de série.

O enredo da série é centrado na família de gangsters, os intitulados Peaky Blinders, comandada por Tommy Shelby, maravilhosamente incorporado pelo (lindo, maravilhoso, cheiroso) Cillian Murphy (A Origem), um homem que certamente faria você pensar em atravessar a rua caso o encontrasse. Disputas de territórios e manutenção destes, dinheiro, contrabando de armas, apostas de cavalos e muita bebida são os assuntos da família que controla até mesmo agentes da polícia local com seu pequeno império respeitado fundamentalmente pelo medo das represálias violentas.

E por falar em violência, aqui ela é gratuita, afinal os Shelby tem que “manter a ordem” de algum jeito ne? rs. Mas sabe aquela violência bem filmada? Então, tem bastante aqui também. O trabalho de fotografia e montagem de PB é lindamente bem estruturado, com múltiplas tomadas extensas e lindas que você fica só w o w.

AND DON’T EVEN GET ME STARTED nos personagens porque, honestly, até os que ficam de segundo e terceiro plano são estruturados de uma maneira ótima. Cada um tem uma história, um motivo, algo que os impulsiona nesse mundo de guerra de gangues e poder e os que faz ser quem são e o que podem ser. E a atuação, meus amigos, a atuação!!! Não é pra menos se parar pra pensar que nomes como Helen McCrory (Penny Dreadful), Annabelle Wallis (The Tudors) e Sam Neil (Jurassic Park) Tom Hardy (Mad Max).

A imersão na série acontece desde a primeira deslocada de câmera de uma cena, no andar que você também faz com Tommy Shelby, até as batidas de alguma música mais indie de artistas como Artic Monkeys e The White Stripes que enfeitam sequências lindamente montadas. Você torce pelo anti-herói, tem seu coração acelerado e emoções mexidas a medida que o roteiro avança. Os episódios de 60min das atuais três temporadas são viciantes, intrigantes e mesmo quando se apresentam mais fracos ou com direções perdidas, ainda é perfeitamente ótima.

De verdade, só vão assistir, façam esse favor a si mesmos. E lembrem-se: Don’t fuck with the Peaky Blinders!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge