Literatura

Onyx (Lux #2), Jennifer L. Armentrout

Por Sam e Thayná

I’m insane. You’re crazy. Maybe that’s why. We just make crazy together.

Você sabe que não é bom, vê muita coisa errada e se irrita várias vezes. E ainda assim se enche de sentimentos e sofrimento. E a culpa é toda de Daemon Black, thank you very much.

A coisa que mais dá certo em Obsidian está em peso em Onyx, o que definitivamente não deixa o livro ser ruim de qualquer forma. E essa coisa é o ótimo, sarcástico, incrível, smart-mouth Daemon Black. Talvez o monopólio que o alien cria na vida de Katy e na narrativa seja irritante para alguns, mas, sério, por mim quanto mais, melhor. Não dá pra não amar aquele babaca, mesmo com suas crises de Edward Cullen de vez em quando. O relacionamento dele com a protagonista cresce no livro, assim como a tensão sexual. Tudo parece explodir quando os dois estão no mesmo cômodo – às vezes literalmente. E eles continuam se bicando e provocando um ao outro criando cenas engraçadas e morríveis (inclusive transformando UM BISCOITO na coisa mais sexy do mundo). Pode acontecer de ter alguns momentos de raivinha, sim, porém você releva porque é muito legal e viciante.

“Jesus.” Blake rubbed his throat. “You have anger management problems. Its like a disease.”

“There’s a cure and it’s called kicking your ass.”

A escrita de Jennifer Armentrout continua problemática e longe de ser a oitava maravilha do mundo apesar de ser impossível de largar. Existem algumas inconsistências acerca de personagens e cenas mal explicadas também. Mas, olha, esse livro é praticamente sobre perdoar erros porque o amor é tanto que não te deixa odiar. É impossível parar de ler até chegar na última página, e quando ela chega não demora muito tempo até o leitor se jogar nos próximos volumes da série. Lux poderia ser grego ou latim pra “caminho sem volta”, viu.

O laço que antes unia Kathy e Daemon agora não é somente a tensão sexual e a forte atração que um sente pelo outro: ela agora existe mesmo, graças aos acontecimentos finais de Obsidian. Ao salvar a vida de Daemon na batalha final, Kathy acabou não somente criando uma conexão com Daemon, mas também gerando uma ligação direta entre ela e a Fonte, o “lugar” em que os Lux retiram sua força e energia.

Agora Kathy é uma híbrida, e precisa lidar com as consequências que este relacionamento com Daemon lhe trouxeram, e com o perigo de serem descobertos pelo D.O.D. Não bastasse a sensação de não ser mais totalmente uma humana comum, Kathy descobre algo que ela supostamente não deveria descobrir… e sabe que se este secgredo chegar aos ouvidos de Daemon, ele não irá descansar até finalmente descobrir a verdade.

A sequência de Obsidian possui o mesmo ritmo do primeiro livro. Sem nos privar de ótimos diálogos e cenas hilariantes (não tão bem escritas assim, diga-se de passagem), mas continua sendo um dos melhores livros de entretenimento que já li.

informações

Título: Onyx (Lux #2)
Autor: Jennifer L. Armentrout
Número de Páginas: 416
Edição: 1ª – 2012
ISBN:
Editora: Entangled Teen
Classificação: ★★★½☆

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge