Literatura

O Lado Bom da Vida, Matthew Quick

Por Byzinha

Eu queria não ter lido o livro. Queria ter só assistido o filme. :(

Life is not a PG feel-good movie. Real life often ends badly. Literature tries to document this reality, while showing us it is still possible for us to endure nobly.

O Lado Bom da Vida é a história de Pat Peoples, um cara de 35 anos que teve um ataque nervoso quando pegou a esposa com o amante e quase matou o cara na pancada. Isso aconteceu quase quatro anos atrás, mas ele acha que foram só alguns meses, porque ele ficou internado em tratamento de choque num hospital psiquiátrico. Quando finalmente sai, devido a umas mexidas de paus pela mãe dele, tem que se adaptar ao novo mundo de 2007, as mudanças na vida dos amigos e, principalmente, em como reconquistar sua ex-esposa (que ele não sabe que se divorciou dele).

If clouds are blocking the sun, there will always be a silver lining that reminds me to keep on trying.

Particularmente, desgostei de quase tudo no livro. A pior parte para mim foi a narração. Pat tem 35 anos, mas narra como se tivesse 12, usando termos como “lugar ruim” na hora de se referir ao hospital e “tempo separados” para a ordem jurídica de separação. A obsessão dele pela Nikki – a ex-esposa – é doentia e o relacionamento que ele desenvolve com Tiffany (interpretada por JLaw no filme, pfvr dá o Oscar pra ela already) é quebrado e errado.

Ele passa o livro inteiro tentando achar um jeito de se reconciliar com a esposa e de repente ele talvez não a queira mais, perainda???

Os livros que Pat Peoples leu da listagem que a esposa ensinava no ensino médio numa tentativa desesperada de conquistá-la de volta. Pelo menos as reviews dele eram engraçadas e uma até entrou para o filme.

O fato é: tudo no Pat é irritante especialmente por causa do jeito que ele narra. Talvez, se a narração fosse menos infantil, eu não teria ficado tão revoltada. Ou talvez eu tenha gostado DE MAIS do filme (já vi duas vezes, veria de novo facilmente), tão diferente do livro que a única coisa que tenho que fazer é agradecer o roteirista.

Se você fosse me pedir opinião, minha recomendação sobre Lado Bom da Vida seria: não leia. Inclusive, se você viu o filme e estava pensando em pegar o livro, eu diria: não se dê ao trabalho. A não ser que você queira ver o quão melhor o trabalho do roteirista foi. O filme tem humor e atuações brilhantes, os relacionamentos – com exceção de Pat e seu irmão Jake – são muito mais interessantes e bonitas do que no livro. O relacionamento com o pai, com Tiffany e o final foram muito mais legais, enquanto que o livro termina “BLEH”.

Chatiadíssima.

Informações

Título: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
Número de Páginas: 256
Edição: 1ª – 2013
Editora: Intrínseca
Preço: R$24,90
Classificação: ★★☆☆☆

 

 

 

You Might Also Like

12 Comments

  • Reply
    thanny
    14/02/2013 at 9:19 pm

    Ainda estou no comecinho do livro e já notei essa imaturidade no Pat, vou continuar lendo porque ainda não me irritei o suficiente para abandonar.
    Fiquei curiosa com final “bleh”, para fazer que nem no filme e jogar o livro pela janela n- HAHAHAHA

  • Reply
    Mareska
    14/02/2013 at 10:32 pm

    Eu gostei bastante do livro apesar da narrativa do Pat, que é mesmo adolescente demais mesmo levando em consideração que ele é uma pessoa levemente perturbada. Ainda não vi o filme, mas já imagino que vou gostar. Pelo que vi dos trailers, Laurência tá mesmo LHINDA como sempre e ai, que raiva <3

  • Reply
    Mariana Borges
    14/02/2013 at 11:23 pm

    Lendo o livro eu fiquei por muito tempo esperando ver as cenas do trailer (que me motivou a ler primeiro o livro).. não digo que não gostei do livro, achei a leitura muito boa e entendo o Pat ao falar “lugar ruim” e “tempo separados” a maneira dele se expressar não foi o problema, eu entendi por que essa era forma de lidar com tudo que ele passou. O que me decepcionou é que eu esperei muito do livro, achei que teria mais romance, mais cenas sem o Pat narrando e menos futebol (que é uma coisa que eu não me interesso tanto, mas acho que foi um pecado o pessoal do filme tirar o Ahhhhhhhhhhhh, a dança e eles gritando E-A-G-L-E-S!!) Eu gostei do final, mas achei que foi tudo muito rápido, não teve muita explicação do que aconteceu e no filme isso é diferente. Mas eu também me “decepcionei” com o filme por esperar mais dele (acho que porque eu já tinha lido e criei expectativas que o filme ia conseguir retratar melhor). Mas eles mudaram radicalmente, até o sobrenome mudaram se eu não me engano.. Acho que se eu não tivesse lido eu ia aproveitar muito mais o filme, essa é a minha dica assista o filme depois leia por curiosidade.
    Obrigada pela resenha, beeijos!!

    • Reply
      Byzinha
      15/02/2013 at 7:29 pm

      No livro eu não aguentava mais essa cantoria dos Eagles D;
      A narração, para mim, foi infantil DE MAIS e prejudicou o resto da história. Ele focou muito no futebol e na Nikki e o relacionamento dele com a Tiffany ficou confuso e incompleto.
      Eu achei ótimo o filme ser completamente diferente, porque o livro não deu certo.
      Tem gente que fala que é quase tão bom quanto Perks. Eu diria que talvez, se Pat Peoples tivesse 17 anos.

  • Reply
    Tarsila Martins
    14/02/2013 at 11:46 pm

    Ainda não li o livro, mas estou louca pra ler… Acho que vou gostar, vi o filme e amei, acho que a gente tem que relevar a “imaturidade” de Pat, já que ele possui transtorno bipolar, acho que só quem tem gente próxima com transtornos mentais sabe realmente o que é isso, sabe que não é imaturidade, e pessoas assim agem como crianças, mas eu não vou julgar porquê ainda não li o livro. Li tantas críticas positivas que me assustei um pouco com essa, apesar de respeitar sua opinião totalmente :)
    Beijos!
    Tarsila Martins recently posted..De A à Z #02My Profile

    • Reply
      Byzinha
      15/02/2013 at 7:29 pm

      Não, você não está entendendo. É infantil DE MAIS. Até para alguém perturbado.

      • Reply
        Tarsila Martins
        15/02/2013 at 10:05 pm

        Nossa, é, a autora pode ter exagerado nesse ponto então, vou ver se consigo ler o livro pra depois comentar algo mais concreto :)
        Tarsila Martins recently posted..De A à Z #02My Profile

  • Reply
    Sam
    15/02/2013 at 3:46 am

    Depois dessa sua resenha é que eu quero mesmo ler o livro. Quero dizer, eu confio bastante nos seus gostos, mas, NÉ, eu sou chata. Gostei DEMAIS do filme quase todo, mas o final dele foi uma desgraça da minha vida. Posso estar parecendo reclamona, porém me senti praticamente traída: o desenvolvimento todo do bagulho foi ótimo, cativante, gostoso de assistir mesmo… E BOOM, metem umas cenas finais bem típicas de comédias românticas, sendo que o filme não era uma dessas. O final era óbvio, é verdade, mas a forma que o fizeram me pareceu ~errada. Foi tipo “bom filme, bom filme, ótimo filme, BOOM KD KATHERINE HEIGL???????”. Mas then essa sou só eu sendo reclamona.
    De qualquer forma, ótima resenha, bro. /blink

  • Reply
    Gabi
    15/02/2013 at 11:38 am

    Ai meu Deeeus, fiquei morrendo de medo agora! Tipo, eu também adoreeeei o filme, achei maravilhoso (JLaw ís awesome). Mas vi várias resenhas dizendo que o livro é bem melhor etals…. Ai vem você e me manda uma dessa! Aposto que vou pensar igual você!

    Mas enfim, ainda estou pensando em ler mesmo com esse medinho. Mas isso me faz pensar se a ordem dos fatores não altera o resultado nesses casos. Será que se a gente tivesse lido primeiro, a gente não teria gostado mais do livro?

    Beijitos
    Gabi recently posted..Unspoken (The Lynburn Legacy #1) – Sarah Rees BrennanMy Profile

    • Reply
      Byzinha
      15/02/2013 at 7:31 pm

      Talvez, não sei dizer. Do jeito que eu sou esquisita, talvez eu detestasse o livro do mesmo jeito.

  • Reply
    Agatha Menezes
    15/02/2013 at 9:39 pm

    Puxa, que decepcionante. Eu vi o filme e fiquei DESESPERADA pra ler o livro, imaginando as descrições daqueles personagens. ;(

  • Reply
    Vanessa
    18/02/2013 at 12:10 pm

    Ainda não li o livro e nem vi o filme, mas quem sabe eu dê uma chance ao livro antes do filme porque… Nunca se sabe! Eu tenho gostos estranhos. :-/
    Vanessa recently posted..Meme das 7 coisas.My Profile

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge