Literatura

O caso de Charles Dexter Ward, H.P. Lovecraft

Por Ícaro Yure

IMG_20150617_014714

O caso de Charles Dexter Ward” foi escrito em 1927, mas foi apenas publicado em 1941, alguns anos após o falecimento de H.P. Lovecraft. Essa novela foi publicada na revista Weird Tales Magazine, revista esta que era o principal veículo de divulgação dos textos do autor e de vários outros que se prestavam a escrever sobre o gênero de terror e afins. Lovecraft ficou conhecido por “revolucionar” o gênero de terror, chegando a influenciar diretamente escritores como Stephen King, Clive Baker e diretores de cinema tais como Guillerme Del Toro e John Carpenter. Tendo seu universo estendido para diversas plataformas: quadrinhos, cinema, desenhos animados. Atualmente a série animada “A hora da aventura” se prestou a utilizar alguns elementos “lovecraftianos” para compor o seu universo fantástico, onde Orgalorg e sua história seria uma referência direta aos escritos mais famosos do autor: a mitologia sobre Cthutulhu.

A narrativa da novela em questão tem como plano de desenvolvimento os relatos dos acontecimentos que levaram Charles Dexter Ward ao seu estado de insânia e da busca de seus familiares e do alienista e amigo da família Dr. Willet em entender o que teria culminado este “ponto sem retorno”.

Charles Dexter Ward era um jovem antiquarista, apaixonado pelas coisas antigas, que em um momento de suas pesquisas descobre em sua árvore genealógica um tataravô, Joseph Curwen, com um passado bastante peculiar. Joseph Curwen, antes de morar em Providence (cidade em que a estória se passa) haveria vivido em Salém (sim a famosa Salém!), mas que por algum motivo haveria sido expulso de lá. E outro grande ponto que fustiga a curiosidade de Charles à cerca de seu antepassado é que simplesmente as informações à cerca de sua existência são quase inexistentes, Joseph Curwen simplesmente fora apagado da história de sua família e das cidades onde viveu.

Diferentemente dos outros contos escritos por Lovecraft, “O caso de Charles Dexter Ward” tem na sua estrutura os elementos mais tradicionais do horror gótico, fugindo um pouco do “comicismo” de seus outros contos (ex. O Chamado de Cthutulhu), o que não torna a obra menos instigante. Maldições, alquimia, loucura, segredos de família, todos estes elementos e alguns outros estão presentes nesta obra. A capacidade descritiva do autor é surpreendente, chegando ao ponto de o mesmo citar até as falhas arquitetônicas presentes nos cenários onde a trama se passa. Valendo lembrar também que essa capacidade descritiva se estende a estrutura da obra, onde a mesma é escrita eminentemente em terceira pessoa, acoplada a um vocabulário rebuscado próprio dos escritos do autor. Elementos do ocultismo também estão presentes em toda a obra, assim como referências ao universo criado por ele, com seus próprios livros proibidos e escritores malditos. O que demonstra na trama o conhecimento mais do que superficial do autor à cerca dos elementos utilizados na composição de suas narrativas. E a pergunta que é suscitada no decorrer da trama: “Seria apenas um problema psiquiátrico ou o caso de Charles Ward esconde mistérios inomináveis para esta resenha?”.

O caso de Charles Dexter Ward” foi publicado no Brasil pela Editora Hedra em 2013 e foi traduzido e organizado por Guilherme da Silva Braga. Valendo lembrar aqui que a Hedra publicou uma série de contos do Lovecraft, tornando ainda mais acessíveis aos que se interessam por esse estilo literário e mais especificamente sobre a obra de H.P. Lovecraft.

Se você gosta e admira o gênero terror, horror e adjacências e ainda não leu Lovecraft: vai sem medo ou com medo mesmo, pois é diversão garantida. Mas,

“Rogo-vos mais huma vez que não invoquei nada que não possas suprimir…Tende sempre pronta as pallabras do esconjuro, e não vos demoreis a empregallas quando surgirem quaesquer duvidas sobre a identidade daquelle invocastes…tres palestras com aquilo que nelle se encontra inumado…”
(Lovecraft, 1941)

informações

Título: O caso de Charles Dexter Ward
Autor: H.P. Lovecraft
Tradutor: Guilherme da Silva Braga
Número de Páginas: 162
Edição: 1ª – 2013
ISBN: 978-85-7715-316-9
Editora: Hedra
Preço: R$ 38,00 (Compre aqui)
Classificação: ★★★★★

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge