Literatura

O Árabe do Futuro, Riad Sattouf

af

O Árabe do Futuro: uma juventude no Oriente Médio (1978-1984) é uma Graphic Novel escrita e desenhada por Riad Satouff, que também é cineasta e fez parte da revista francesa Charles Hebdo. Seguindo um dos subgêneros das narrativas gráficas, o autobiográfico, Sattouf nos carrega por uma viagem tragicômica pelas suas experiências de infância. Sattouf é filho de pai sírio e de mãe bretã, que curiosamente se conheceram na universidade de Sobborne (França). Riad até os três anos de idade fora criado dentro do sistema cultural francês, até que seu pai consegue um emprego em uma universidade na Líbia, dando assim início a jornada de estranhamento do jovem cartunista.

Sattouf escolheu um tom mais cômico para narrar fatos de sua memória pueril. Principalmente as dificuldades em adaptar-se e dos posteriores choques culturais. Logo quando o jovem menino começa a ambientar-se nos costumes libaneses, seu pai consegue um emprego em seu país de origem: a Síria. E é quando a família Sattouf se encontra com seus familiares (paternos) que o estranhamento toma níveis bastante elevados. O autor tenta não apenas descrever costumes, mas também trazer à tona os problemas que permeavam as relações familiares entre ele, sua mãe e seu excêntrico pai. Principalmente do seu pai que tinha uma obsessão em ser reconhecido com uma figura importante do Oriente Médio, assim como na defesa do pan-arabismo e do que ele chamava de Árabe do Futuro: árabes que se guiassem pelo conhecimento mas sem se abster totalmente de suas tradições. Essa obsessão era tamanha que acabou se tornando o título da obra de seu filho.

IMG-20160220-WA0002

A obra para além de todo o tom cômico, traz como plano as tensões políticas e culturais entre ocidente e oriente médio.  A primeira parte da infância do jovem Riad é passada no Líbano que era governado por Kadafi, aquele que denominava seu governo de uma espécie de socialismo islâmico. E isso fica bastante exemplificado nas relações de propriedade privada que são expostas na obra. Já a Síria do mesmo período era governada por Hafez al-Assad.

O traço tem todo uma “aura” cartunesca, enquanto uma das jogadas mais legais do álbum seja que cada capítulo possui uma tonalidade de cor diferente. Riad Sattouf nos entrega uma arte simples e bastante prática. Não esperem grandes contrastes e jogos de sombra e luz, com excessivas descrições. Tudo é burocrático, debochado e simples.

IMG-20160220-WA0003

A editora Intrínseca fez um ótimo trabalho ao trazer um quadrinho europeu, bastante recente por sinal, para o Brasil. Quadrinho este que segundo o autor ainda terá outros dois volumes. Na verdade esses últimos cinco anos tem sido muito enriquecedores no sentido de publicações de quadrinhos de uma forma geral, principalmente pelo aumento de interesse por parte de editoras que vem publicando de forma constante vários álbuns,  principalmente  o formato de Graphic Novels. Uma obra que merece ser apreciada com toda certeza.

informações

Cortesia da editora para resenha.
Título: O árabe do futuro: uma juventude no Oriente Médio (1978-1984)
Autor: Riad Sattouf
Tradutor: Debora Fleck
Número de Páginas: 160
Edição: 2015
ISBN: 978-85-8057-693-1
Editora: Intrínseca
Preço: R$ 39,90 (Compre aqui com desconto)
Classificação: ★★★★☆

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Cris Setúbal
    29/02/2016 at 7:58 pm

    Já namoro essa edição já faz muito tempo, acho a proposta do livro muito interessante, principalmente pela forma como o autor desenvolve a história, nos mostrando não só a perspectiva do menino, como também nos apresentando os aspectos políticos e culturais dos países. E devo admitir que acho essa edição incrível!

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge