Literatura

Nova York – A vida na cidade grande, Will Eisner

eisner

O subtítulo da obra é bem elucidativo quanto ao objetivo em que a mesma se propõe: pensar na vida para além das estruturas físicas da metrópole. Eisner (mais informações sobre o autor aqui) busca dar um certo protagonismo aos agentes que compõem as grandes cidades, mais especificamente Nova York, o que não inviabiliza um certo sentimento de catarse por parte de quem o lê. Entre os grandes fluxos de movimento e as grandes multidões, existem sonhos, decepções, sentimentos, aspirações, amor e ódio. O que se pretende em “Nova York” é justamente lançar um olhar atento aos mínimos detalhes que muitas vezes são ignorados ou apenas sublimados pelo grande movimento da rotina e da indiferença. É tentar buscar uma maneira empática e simpática de apontar para o grande capital urbano: as pessoas.  E juntamente com elas todo um conjunto de sentimentos, muitas vezes ambíguos, que as acompanham.

IMG-20160210-WA0012

Estruturalmente “Nova York” é composta de 4 partes. Em “Nova York: a grande cidade” o que vemos é um excelente jogo narrativo, onde Eisner exemplifica todas as potencialidades em se contar estórias que estão contidas nos quadrinhos. A partir de vinhetas de elementos próprios da cidade e o uso da linguagem em alguns quadros unicamente visual, o autor nos mostra que nem sempre as palavras precisam estar presentes para que se entenda o que está sendo exposto. Em “O edifício” o autor constrói 4 estórias diferentes que tem como plano de fundo um velho edifício do centro de Nova York. São estórias palpáveis, dotadas de drama, resignação, medo e cobiça. São palpáveis porque são dramas propriamente humanos, dramas muito próximos na verdade. Amores que são substituídos por estabilidade, sonhos que não se concretizam, a busca por sentido na vida, remorso. A terceira parte “Caderno de tipos urbanos”, talvez seja uma das mais divertidas pelo fato do autor brincar, mesmo que às vezes de forma ácida, com certos problemas enfrentados por aqueles que vivem e muitas vezes subexistem nos grandes centros urbanos. Os vários processos de sociação, a relação entre espaço e tempo e suas reconfigurações. Atraso, acaso, sonhos, aspirações, está tudo ali. E encerrando com uma certa sensibilidade agressiva temos o capítulo intitulado “Pessoas invisíveis” que se centra na estória de dois personagens que acabam suprimindo suas vontades e sonhos pela obrigação moral e muitas vezes social de certas atitudes. Tudo isso tendo como background prédios, cortiços, grandes aglomerados de concreto. Eisner tem um viés arquitetônico muito forte, descritivo e minimalista. Entre prédios, periferias, metrôs, somos convidados a compor a sinfonia das grandes multidões.

IMG-20160210-WA0006

A Quadrinhos na CIA. tomou uma decisão muito acertada em juntar em um único volume essas 4 Graphic Novels que tem como tema e plano de fundo a cidade de Nova York. Existe uma coerência narrativa tão grande entre elas que a impressão que nós temos é que todos os 4 capítulos presentes na obra foram escritos juntamente. “Nova York: a vida na grande cidade” é um bom exemplo do quanto um quadrinho tem à oferecer para além de um entretenimento “vazio”. Até porque eu discordo totalmente dessa afirmativa feita por alguns. Qualquer formato de quadrinho pode te possibilitar uma experiência riquíssima. Como também apenas entretenimento, pois não há nada de errado nisso. Leiam, se permitam e sejam felizes.

informações

Cortesia da editora para resenha.
Título: Nova York: a vida na cidade grande
Autor: Will Eisner
Tradutor: Augusto Pacheco Calil
Número de Páginas: 440
Edição: 2009
ISBN: 9788535913682
Editora: Quadrinhos na CIA.
Preço: R$ 69,90 (Compre com grande desconto aqui)
Classificação: ★★★★★

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Marlene Conceição
    February 18, 2016 at 7:48 am

    Infelizmente não faz meu gênero literário.
    E eu também não gosto de livro ilustrado, acho feio não sei, simplesmente não me agrada.
    Porem gostei muito da resenha, se não fosse isso eu com certeza leria.

  • Reply
    Carol Mendes
    February 18, 2016 at 9:05 am

    Ótima resenha! Não sou muito de ler HQ, mas achei bem interessante a história… também não conhecia a editora. E que preço é esse?! :0
    Carol Mendes recently posted..[FILME] A Teoria de TudoMy Profile

  • Reply
    Lívia Neves
    February 18, 2016 at 11:33 am

    Não faz meu estilo literário, embora comecei a ler uma hq que é a continuação de uma série. Achei interessante essa reunião de quatro histórias dentro de um livro só. Adorei as ilustrações e as histórias parecem ser interessantes.
    Lívia Neves recently posted..Resenha – Amigos InimigosMy Profile

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge