Coluna

Mulheres que chutam bundas

Ser uma mulher em pleno século XXI tinha que ser mais fácil. Infelizmente ainda não é. E é ai que as “heroínas” entram em ação, nos mostram a fórmula do empoderamento feminino e formam um legítimo time de personagens nas quais podemos nos espelhar. Elas são BADASS!

Arya Stark, As Crônicas de Gelo e Fogo

AryaStarkSeason4
Desde o episódio um Arya mostrou a que veio. Ela se recusava a fazer coisas ditas “de mulher”, mesmo dentro de uma sociedade extremamente machista e patriarcal. Por sorte, teve uma família que a apoiava e que respeitou as suas opiniões. Seu pai percebendo que, não importava o que fizesse, Arya queria era lutar com espadas, arrumou um professor particular. E toda vez que o professor a chamava de menino, ela se irritava mais. Arya não é um menino. Mesmo que sua vida tenha dependido disso durante uma boa parte da trama. Ela simplesmente não era obrigada a (e nem teve a oportunidade de) ser igual às outras! Enquanto vai levando porrada atrás de porrada da vida, Arya vai erguendo a cabeça e se tornando mais e mais FORTE, corajosa e justa (e eu sei que em alguns momentos ela pode ter sido cruel e vingativa, mas vejam bem, nem assim condenável). Ela guarda os sentimentos, está se tornando fria a um extremo que a vida que leva a forçou, mas ainda assim, ela é um modelo de resiliência.

Fish Mooney, Gotham

fish mooney gotham
O universo da DC já nos oferece uma gama interessante de personagens femininas – Mulher Gato, Era Venenosa, Mulher Maravilha, Batgirl são só alguns dos nomes conhecidos e amados. Quando a série de TV Gotham foi anunciada com a adição de uma nova personagem feita especialmente para Jada Pinket-Smith, ninguém sabia o que esperar. Qual foi a nossa alegria e surpresa ao sermos apresentados à uma personagem não somente feminina, mas no poder, uma chefe que sabe o que quer e sabe o que fazer para chegar onde quer chegar. Fish Mooney é uma força a ser reconhecida. Caricata, perfeita para os quadrinhos, a faísca certa para a TV. Ou, melhor dizendo, um 4 de julho inteiro para a TV.

Cookie Lyon, Empire

Empire Taraji P. Hensen
No novo (e melhor!!!!!!!!!!!!!!!!!!111) drama da TV, conhecemos Cookie Lyon no momento em que ela está voltando para casa para pegar o que é dela após 17 anos na prisão. Cookie Lyon, esposa, mãe, produtora e amante de música, ela é a verdade. E quando a gente fala de “ser a verdade” a gente quer dizer que você não vai encontrar um personagem tão sincero quanto ela. Seu jeito eternamente gueto e sua paixão pela música e pelos filhos é o que move o show. Não há como não amar Cookie. Essa personagem que acabou de chegar vai ser eternamente lembrada.

Selina Kyle, Gotham

Lembra aquela vez em que Bruce Wayne era a donzela em perigo e a única pessoa que sabia o que fazer para chegar até ele e salvá-lo era uma adolescente de 15 anos? Lembra quando Jim Gordon nem protestou por a garota estar indo junto, só mandou ela “suit up” e seguiu com o plano? Lembra como, no meio de tantos policiais tortos e gangsters, ela era a única garota e como ela chutou várias bundas? Aquele dia foi louco, não é verdade? E que lindo é ver uma garota sendo bem escrita desde bem cedinho, não é verdade? Não é à toa que Selina Kyle é a preferida de muita gente. Ainda bem que os roteiristas estão escrevendo-na direitinho, porque se não a coisa ia ficar feia pro lado deles.

Michelle Obama

A primeira dama dos Estados Unidos é uma grande prova de pessoa humilde e calorosa, alguém que se importa e alguém que ouve. Acompanhar as redes sociais dela é um prazer, não apenas porque ela tem cachorros adoráveis, mas também para ver as coisas incríveis que ela promove dentro e fora da Casa Branca. Rumores de que a família Obama vai fazer muita falta depois do fim do mandado deles. #FicaFLOTUS

SURPRISE! See what happens when the First Lady surprises local gardeners around Washington, DC. ???#LetsMove

A video posted by First Lady Michelle Obama (@michelleobama) on

Katniss Everdeen, Jogos Vorazes

Katniss_Everdeen
Lutar até a morte numa arena não uma, mas duas vezes, faz de Katniss um das maiores chutadora de bundas de todos os tempos. A garota teve uma infância dura, repleta de responsabilidades, e quando sua irmã mais nova, Prim, foi sorteada como tributo, se viu na obrigação de ir em seu lugar. Katniss é uma guerreira de verdade, que age por impulso, mas seguindo o coração. Ela foi fiel a si e chutou até o governo para fora.

Penélope Garcia, Criminal Minds


Quem disse que é só de luta corpórea que se necessita de forças? Os terrores do mundo são, muitas vezes, mais psicológicos e da alma do que realmente físicos e é assim basicamente o mundo de Criminal Minds. Os perfis psicológicos que a equipe faz e dos criminosos que captura podem ser bem pesados às vezes, mas o que uma analista sensacional de sistemas tem um lugarzinho nesse post? Ela lembra do lado bom da vida e usa seu coração grande e cheio de brilho que se importa com seus amigos (família, honestamente) para infestar eles com esse otimismo também. Desde os inúmeros bichinhos de mesa que usa em seu escritório, das roupas extravagantes e cheias de cores e estampas, dos penteados ou até de quando se aventura em investigações em campo, Penélope Garcia lembra de trazer a luz a todos com seu jeitinho especial porque, afinal, perder a esperança não é uma opção.

Jennifer “JJ” Jareau, Criminal Minds


Chuta bundas, chuta caras, atira, cai na porrada, defende quem ama com unhas e dentes. Comedora assídua de Cheetos. Tudo isso ainda com aquele cabelo legolas-ish perfeitinho no lugar, porque né mores rainha (ok parei). JJ tem como característica principalmente a paixão com a qual se envolve com as coisas, talvez um pouquinho “agravado” depois que virou mãe. Mas sua posição de amiga protetora, agente excepcional e destemida em campo, seja com a arma ou o coração que não esconde, não é, de maneira alguma, perdida. Nem vai ser. Bjão. RAINHA MORES RAINHA.

Leia Organa, Saga Star Wars


General Princesa Leia Organa, também conhecida como Rainha da Galáxia, adeus. Sempre pronta para lutar, na estratégia e na batalha, arregaça as mangas, chuta inúmeras bundas, mãe. Essa mulher é mais de mil em um e tudo que faz, faz bem feito. Nem precisa de textão ou de um parágrafo maior aqui, só observa essa destruidora linda da vida.

Dinah Laurel Lance, Arrow

ar403b_0170b

Há um tempo que não assisto Arrow. Não sei, não gosto, não faz meu tipo de série, mas sempre defenderei Laurel Lance. Os roteiristas da série nunca foram gentis com ela, os fãs muito menos, porém é incontestável que Laurel seja simplesmente uma das personagens mais fortes ali. Ela não tem medo de expor sua sensibilidade, sua empatia extraordinária por todos aqueles que ama ou que precisam de ajuda. Sua jornada contra a depressão e o alcoolismo reforçou ainda mais a verdadeira fortaleza que ela é. Mesmo que não gostem dela porque, aparentemente, ela atrapalha um certo ship (cof cof), é inegável: Laurel Lance, seja como Canário Negro ou mais uma advogada, é uma rainha.

E, vamos combinar, a Katie Cassidy é quem tem a melhor atuação naquela série.

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Grupo ViDA
    June 10, 2017 at 11:45 pm

    Parabéns pela matéria. Só o título que é um pouco agressivo :)

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge