Textos

Marilyn Monroe, Miley Cyrus e um desabafo feminista.

E aí que um belo dia, a gente tá de boas no Twitter, e a Chloe (linda, maravilhosa, perfeita, deusa) Moretz posta uma foto, mais precisamente essa foto.

BioLyghCcAEqaJd

Não, a Chloe é maravilhosa, ela não postou a foto concordando com o que tá escrito. Ela postou justamente para criticar, pra falar que não conseguia aceitar esse tipo de argumento. Traduzindo o que tá nessa imagem triste: é uma foto da Marilyn com os dizeres “Eu era uma viciada em drogas, que dormia com homens casados e morri de overdose, mas mulheres ainda postam memes meus com citações “bitchy” inventadas, como se eu fosse algum tipo de modelo”.

Confesso que isso entristece meu coração feminista. Me entristece que alguém tenha feito tal meme, e me entristece mais ainda que existam pessoas que concordam com ele – principalmente, quando mulheres concordam. E essa propagação de imagens desse tipo – que sim, não são poucas – levam sempre a reflexão de como as mulheres são julgadas por suas atitudes, independente do que fizeram, independente de quem são.

Não vou entrar no mérito aqui de ser certo ou errado usar drogas, ou dormir com homens casados, ou qualquer coisa do tipo. Isso foi escolha da Marilyn quando em vida, e se ela achou que isso a faria feliz, ok. Não está no meu dever julga-la, assim como não está no meu dever julgar a ninguém – famoso ou não. É a sororidade que o feminismo tanto prega, é se colocar no lugar da outra, é pensar “se fosse comigo, eu gostaria de ser julgada da mesma forma?”.

1017361_551962288232368_1962103754_n

Uma mulher ser completamente empoderada de sua sexualidade não a faz melhor, ou pior do que ninguém. E se falar da Marilyn é um exemplo muito distante, porque não pensar na Miley Cyrus? Quantas críticas ela não vem recebendo desde que decidiu que não ia fazer o papel de moça recatada, eterna estrela infantil, que as pessoas esperavam dela?  Isso tudo por quê? Porque ela tá colocando a cara pra dizer que ela é daquele jeito, ela é bem resolvida com a sexualidade dela, e pronto. Ponto pra ela!

Uma das primeiras coisas que o patriarcado (ah, esse patriarcado…) faz com as meninas é ensina-las desde cedo que elas tem que se reprimir, que elas tem que se moldar a imagem de moça de família, senão ninguém dará valor a ela. Mulher gostar de sexo? Nunca! Mulher falar de sexo? Pior ainda! Não pode, senão ninguém dará o devido respeito. Pois deixa eu ensinar uma coisinha pra vocês: Isso tudo é ridículo. Ninguém tem que “dar o respeito” a ninguém, o respeito é intrínseco a todas as pessoas, independente das atitudes delas. Libertem-se, meninas!

1013859_453654298100850_2055718586_n

Uma imagem chatíssima vem circulando na internet essa semana também, que diz “Meninas: Abram os livros, não as pernas”. Pois bem. Venho dizer a vocês. Abram os livros, muitos livros! Abram as pernas também, quando quiserem e quando sentirem a vontade pra tal. Abram os braços, o mundo tá precisando de muitos mais abraços. E principalmente, abram a cabeça. A sociedade machista está aí todo dia com uma cartilha, pregada por todo lugar, ensinando que só sendo de tal ou tal jeito você será respeitada, você será feliz, você terá valor. Pois repete comigo: Eu sou feliz do jeito que eu sou, do jeito que eu quiser ser!

1795479_560269490734981_193492619_n

PS: Sobre a imagem da Marilyn ainda – De forma nenhuma, por ser ciumenta e ter uma relação monogâmica, defendo traição. Porém, um questionamento sempre fica: Porque ninguém fala dos homens casados que dormiram com a Marilyn? Porque só ela que estava errada? Que eu saiba, quem tinham compromissos e acordos firmados com outras pessoas eram eles. Mas até nisso, o patriarcado age, e age bem. Nesses casos, sempre os errados são as mulheres. Tadinhos dos homens, não conseguem resistir a mulheres, essas bruxas feiticeiras! Parem pra pensar gente, toda essa demonização da mulher é um tanto ridícula. Pensem melhor próxima vez que forem julgar uma situação assim! Lembrem da sororidade!

 

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply
    Gabi
    March 20, 2014 at 6:18 pm

    Olha,tiro o chapéu e aplaudo de pé, pois não tenho mais nada a adicionar.
    O mais incrível é que as pessoas mais machistas que conheço são mulheres.
    Gabi recently posted..Bye bye, Petit!My Profile

  • Reply
    Camila
    March 21, 2014 at 8:44 am

    Gii texto incrível!!!

    Não acredito que estão circulando essa frase dos livros ela é tão nojenta, tão julgadora que Arhhhhh…simplesmente repulsiva.
    Camila recently posted..Six Feet UnderMy Profile

  • Reply
    Tarsila Martins
    March 24, 2014 at 12:25 am

    Gostei muito do texto!
    Acho que cada um deve saber quais são seus limites, seus desejos e seus princípios. Não devo julgar quem quer abrir as pernas, quem quer se drogar, ou ficar com homem casado, mas também não devo julgar quem quer ser certinho e andar em “linha reta”.
    A sociedade ainda é muito machista, e nós temos que tomar cuidado e juntar forças para enfrentá-la.
    Beijos!

  • Reply
    Diego de França
    March 24, 2014 at 1:45 pm

    Nem tenho nada para acrescentar, só posso te dizer parabéns pelo texto.
    Diego de França recently posted..{Recordar é Viver} – Os Fantasmas se DivertemMy Profile

  • Reply
    Shadai
    March 25, 2014 at 5:20 pm

    assunto muito complicado de se debater esse, mas se eu fosse tomar partido, eu seria do grupo contra Miley Cyrus. não penso que ela precisava ser a vida toda estrela da disney (fingindo ser recatada virgem), mas ela exagerou demais, passou dos limites (morais da sociedade atual).
    não acho que devamos reprimir nossa sexualidade, mas o papel que ela vem fazendo não é elogiável de forma alguma! por exemplo: eu não vejo homens fazendo clipes pelados e fazendo shows sexualmente polêmicos para ter atenção e ainda mais sucesso.
    sexo vende, eu sei, ainda mais tendo mulheres como objetos, e se tem algumas que aceitam então dá nisso, mulheres bem novas que nem a Miley se mostrando cada vez mais

  • Reply
    Ana Luisa
    March 20, 2015 at 4:12 pm

    Nossa! Que texto incrível! Sensacional!

  • Reply
    Elias Nascimento
    May 22, 2016 at 3:11 pm

    Pobre marilyn lutou tanto para ser amada por seus fas pois sabia que era a unica relacao verdadeira que tinha. foi vitima de diretores e executivos abutres que nao queriam saber que sofria em silencio de sindrome de panico nao diagnosticada . Se entupia de tranquilizantes pra enfrentar o medo das cameras e principamente o medo do olhar de gente que a olhava como se fosse uma carreirista desprivida de talento. Pessoas ordinarias e invejosas que nao suportam o sucesso alheio iguais as de hj que se inflamam de sentimentos mesquinhos diante do que eles morreriam para ter para si mesmas. Reconhecam que vc sao um lixo ,um entulho que por mais que tentem destruir a fama absoluta de monroe, jamais vao conseguir pois vcs vao morrer e so vao deixar no mundo seus entulhos e ela vai continuar a ser amada apesar de todos os atentados a sua imagem.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge