Literatura

Jonathan Strange & Mr. Norrell, Susanna Clarke

8471896_orig

Um misto entre elementos maravilhosos e históricos compõem o universo criado por Susanna Clarke em Jonathan Strange e Mr. Norrell (2003). A trama se passa na Inglaterra do século XIX, período mais conhecido como vitoriano, composto pela expansão do imperialismo inglês e consequentemente lugar de várias batalhas históricas. Desde o reinado do Rei Corvo, que a 300 anos atrás fora o primeiro humano a tornar-se regente do Reino Encantado, da Inglaterra do Norte e do Inferno ao mesmo tempo, a magia enquanto prática vem sendo extinta e diversas vezes ridicularizada, tanto que os mágicos “práticos” são aqueles charlatões de rua, que usam do ilusionismo para darem golpes. É justamente sobre essa premissa que a trama se desenvolve: “existe ainda magia de verdade no mundo?”. A partir daí as personagens, suas personalidades e seus dilemas começam a ser delineados e apresentados. O livro é dividido em três partes (na versão original cada parte condiz a um livro independente) que servem como apresentação dos personagens principais: Mr. Norrell, Jonathan Strange e John Uskglass,

Ele (Norrell) nunca falava de magia; quando falava, era como uma aula de história e ninguém tinha paciência para ouvi-lo.”

No primeiro capítulo damos de cara com o nada carismático Mr. Norrell, sujeito pequeno, com lá sua meia idade, que tem como meta de vida evitar que a magia caia em mãos erradas (dentro de seus próprios critérios arbitrários sobre certo e errado) e de ser o maior mago vivo do universo. Ele representa bastante a imagem do ideal de homem esclarecido e egoísta. No segundo capítulo nos é apresentado Jonathan Strange, jovem aristocrata, herdeiro de grandes terras, alguém que chegara a idade em que já deveria ter se decidido sobre qual rumo tomar na vida, mas que já tinha sido de tudo um pouco e nada o satisfizera. Sujeito bastante determinado e com um ego que às vezes ajuda outras vezes atrapalha nas suas escolhas. Até a motivação que o leva e entrar para o mundo da magia é totalmente despretensiosa: ele quis impressionar sua futura esposa e funcionou. O terceiro capítulo centra-se na personagem de John Uskglass, o Rei Corvo, o personagem que está presente nos dois primeiros capítulos de forma indireta e que permanece uma incógnita durante a maior parte da trama. Entre magia racionalizada e misticismo adentramos ao mundo criado por Susanna Clarke.

“- Pode um mago matar um homem com magia? – Perguntou Lorde Welligton a Strange.
Strange franziu o cenho. Pareceu não gostar da pergunta.
– Creio que um mago poderia – admitiu. – Um cavalheiro, jamais.”

Entre acontecimentos históricos, tais como a Batalha de Waterloo e acontecimentos ficcionais, as aventuras dos dois magos pelo mundo do autoconhecimento e da magia se desenvolve. Entre erros e acertos, desavenças, intrigas, brigas de ego e tudo o que você puder imaginar. Susanna Clarke não inova nos elementos utilizados para compor seu universo, mas posso dizer que ela inova, e muito, nas resoluções para os dilemas existenciais que ela põe em sua narrativa. Fora toda a preocupação em construir uma obra coesa, sem meias informações: as notas de rodapés são enormes e são um dos vários pontos positivos da obra, pois explicam e apresentam várias circunstancias que são cruciais entendimento da trama apresentada (leiam as notas de rodapé!!!).

Outro ponto de grande relevância para a qualidade dessa novela centra-se na complexidade que a autora dá as personagens secundárias, que acabam em determinados momentos sendo peças chaves para as resoluções dos problemas que aparecem como consequência dos acontecimentos vivenciados. Não tem como não se identificar com personagens como Lady Pole (a dama amaldiçoada), Stephen Black (o mordomo da “realeza”), Childermass (uma espécie de faz tudo de Mr. Norrell, cinicamente simpático), Arabella (esposa de Strange) e Vinculus (Mago charlatão e “hippie”). Assim como momentos em que você espera personagens como Drawlight (o dandi sem caráter) e Lascelless (o playboy com predileção a maldade) se darem mal. Lembrando que como tem esse pé em uma narrativa a partir de fatos históricos, personagens importantes do período fazem parte da narrativa: Napoleão Bonaparte, Lorde Byron, Duque de Welligton também estão ali. A trama é tão bem amarrada, que mesmo você sabendo do pezinho histórico que a autora se apoia, em momento algum você questiona o caráter ficcional da obra, Susanna Clarke conseguiu criar um universo muito diversificado e instigante. (Aplausos!!!)

São 800 páginas, sim são 800 páginas, que você lê sem sentir, pois a narrativa apesar de conter muita informação é de fácil assimilação e rodeada de ironia e humor, dentro dos limites do aceitável, trazendo assim dinamismo e alguns risos soltos em meio a leitura. Apesar do clima “light” a obra tem seus momentos de tensão e ódio, aqui ou ali você se pega meio revoltado com alguma situação. Principalmente na terceira parte do livro, onde vemos a conclusão de todas as intrigas, amizades, guerras e claro: muita magia. Sim, Clarke tem referências de Tolkien (referência é bem diferente de plágio) e tem alguma coisa aqui e ali de Lovecraft (principalmente na questão das descrições minuciosas), tem algo do Dickens, mas tudo mantendo sua identidade literária.

Não é o tipo de literatura que procuro para ler, mas não posso ser incoerente ao ponto de negar que fui pego de surpresa e positivamente. Nem só de horror e tormenta vive este jovem rapaz! Gostaria de por fim agradecer ao meu grande amigo Gabriel Maia por ter me apresentado este livro, pois sem essa pessoa jamais teria tido a chance de ter embarcado nessa aventura tão instigante. Por fim, vou dizer para vocês que a BBC fez uma minissérie baseada no livro, que é super aclamado lá fora, mas que “pelas caridades” leiam antes de assistir! (emoji de carinha amarela chorando) Vou por o trailer aqui, apenas porque sou um cara legal:

 

informações

Cortesia da editora para resenha.

Título: Jonathan Strange & Mr. Norrell
Autor: Susanna Clarke
Tradutor: Portia Rosenberg
Número de Páginas: 824
Edição: 2ª, 2005
ISBN: 9788535907148
Editora: Seguinte
Preço: R$63,00 (Compre com desconto aqui)
Classificação: ★★★★★

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge