Literatura

Infinito (Os Imortais #6), Alyson Noel

Lembro como se fosse ontem que eu li Para Sempre, o primeiro livro da série Os Imortais, e amei tanto a história, vi tanto potencial que até arrisquei dizer que seria o próximo Crepúsculo. Na época, em 2009, tive até a oportunidade de fazer uma pergunta a Alyson Noel, autora do livro, para O Globo.

Você gostaria que sua série virasse filme? Se sim, que ator você gostaria que interpretasse o Damen?
Adoraria se virasse um filme – acho que seria realmente muito legal! Mas quanto a escolher os atores, não sou muito boa nisso. Acho que é porque eu os vejo tão claramente na minha cabeça que é difícil para mim escolher uma pessoa de verdade para interpretá-los. Mas alguns leitores já mencionaram o Ben Barnes (o Príncipe Caspian de “Crônicas de Nárnia”) para ser Damen, e concordo completamente que ele é bonito o suficiente. Mas quanto a Ever, não faço ideia… Alguma sugestão?
Leia a matéria completa aqui.

Mas ao ler as sequências: Lua Azul, Terra das Sombras, Chama Negra, Estrela da Noite; a história foi perdendo o ritmo, a protagonista tornou-se irritante e eu já estava ficando cansada de tanto blábláblá. Claro que cada livro teve seus pontos altos, mas no geral, eu estava quase arrependida de ter iniciado a leitura da série. Só que eu sou brasileira e não desisto nunca, ainda tinha esperança de que a autora me fizesse sentir o mesmo que senti quando li Para Sempre.

E é aí que entra Infinito, sexto e último livro de Os Imortais.

Ever e Damen derrotaram todos os seus inimigos e a única coisa que falta para eles serem felizes para sempre é encontrar um antídoto para a maldição que os impede de ficar juntos de verdade. Suas buscas por respostas acabam levando a parte sombria de Summerland, que a protagonista acredita ser assim por causa dela, e lá eles encontram uma velha senhora que não para de recitar uma misteriosa canção para Ever.

A triste verdade é que Ever e Damen não podem ficar juntos porque o destino tem motivos para mantê-los separados. E cabe a Ever partir sozinha numa jornada para tentar salvar seu relacionamento e as almas perdidas em Shadowland. Sendo que há muitos riscos e o futuro desta aventura é incerto. Será que nosso casal conseguirá ficar junto?

Desde o primeiro capítulo, a narração tem um ritmo constante e envolvente. Do tipo que você não para de ler até terminar o livro. Nossa protagonista viaja numa jornada e alcança tanta sabedoria que é evidente a evolução da personagem nas últimas páginas. Não posso esquecer de citar Honor e Stacia que mudaram da água para o vinho.

Sem dramas exagerados, dilemas pessoais e vinganças, o livro conseguiu ser agradável e tão bom quanto Para Sempre. A autora continuou com sua abordagem espiritual, envolvendo carma, auras e vidas passadas e até acrescentou um pouco de mitologia egípcia, o que achei muito legal.

Há uma ligação entre todos os seres vivos, plantas, animais e pessoas que habitam o planeta. Todos somos um. E, embora possamos entrar e sair da vida, nossa alma, nossa energia, nossa essência nunca desaparecem.
Somos seres infinitos – cada um de nós.

Um dos melhores momentos  é quando é revelada a Ever uma vida passada até então desconhecida por ela e Damen. Em que ela era uma pobre menina apaixonada pelo herdeiro do trono. A primeira vida do casal. Ao ler a primeira história de amor deles, podemos identificar todas as pessoas que estão relacionadas de alguma maneira com a vida da protagonista e como os erros do passado são constantemente repetidos nas reencarnações. Simplesmente adorei!

Em relação aos pontos negativos, pela história ser focada em Ever, não sabemos o que aconteceu na jornada espiritual de outro personagem. O Jude. Ele também retorna mais sábio, mas o que ele viu para aceitar seu destino? E em Summerland o tempo é o agora, mas quanto tempo demorou a jornada de Ever na verdade? A longa caminhada dela pareceu mais rápida do que deveria ser, quando vocês lerem irão ver o que estou falando.

O que posso falar do desfecho da série? Quando eu estava quase no final do livro já estava totalmente surtada e até passei a vergonha de chorar no salão de beleza. Alyson Noel conseguiu escrever um final digno para todos que acompanharam a longa jornada de Ever e Damen em busca do amor eterno. Terminei o livro com aquela satisfação de que valeu a pena ter lido todos os livros, pois não sei vocês, mas além de um romance, a história me passou vários ensinamentos que irei guardar para o resto da vida.

Título: Infinito – Os Imortais #6
Autor: Alyson Noel
Tradução: Flávia Souto Maior
Número de Páginas: 240
Edição: 1ª – 2011
Editora: Intrínseca
Preço: R$29,90
Classificação: ?????

You Might Also Like

9 Comments

  • Reply
    Isabela
    26/12/2011 at 1:50 pm

    A pergunta é: COMO VOCÊ CONSEGUIU?
    Olhe, eu ainda fui brava e resistente, até o terceiro livro tava lá, firme e forte, mas no sexto… não conseguia nem mais “olhar” pra cara da Ever ¬¬
    Eu comprei TODOS e me desfiz dos 3 últimos. Achei a série horrível. Começou de um modo e enveredou por um caminho tosco =x
    Achei muita embromação. Porá, as capas são legais, a diagramação é boa e tem pouquíssimos, ou quase nenhum, erro de ortografia – isso vale de alguma coisa?
    =*

  • Reply
    Vanessa Paiva
    26/12/2011 at 6:00 pm

    Já li essa série toda…confesso que só cheguei ao final pq me forcei…em alguns momentos quis desistir da leitura, por achar a Ever um pé no saco. Mas o que me prendia era o Damen e o Jude…queria entender toda essa história de amores antigos e pq eles sempre se reencontravam.

    Acabei me surpreendendo…desde Estrela da Noite, quando a Ever deixou de ser uma “tonta” que só fazia besteiras por impulso…e passou a ter mais disciplina e cuidado.

    Cheguei em Infinito sedenta pelas informações…e sem sombra de dúvidas esse é meu prefeirdo de toda série. Vi uma Ever mais madura…segura dos atos…sem que esses fizessem as coisas piorarem (o que ela fez em quase todos os outros livros…rs.) e foi incrível quando pela primeira vez ela tomou a decisão por si própria, sem depender da opinião de ninguém.

    O final é que eu escreveria diferente…mas a Allyson foi burocrática, pensando em seus milhares de leitores que esperaram um final legal. Talvez a minha escolha, fosse causar desconforto e até mesmo raiva…mas para mim esse final poderia ter sido diferente.

    No mais…a série é mediana…e Infinito para mim é o ápice do amadurecimento dos personagens.

  • Reply
    Grazy Souza
    26/12/2011 at 7:01 pm

    Oie.
    Eu terminei de ler Para Sempre hoje e estou ansiosa para ler Lua Azul, apesar de muita gente dizer que a série é horrível, nem é, mas cá entre nós, a Ever é muito chatinha, acho que chata nem é a palavra certa, é bobinha mesmo. Não sei quando vou ler os próximos, mas eu quero sim. E ver o final vai ser muito bom, por que parece ser o melhor livro, onde os personagem evoluem e amadurecem. Ansiosa.
    Ps: Amei o gif, estou lendo. rs A minha cara, e se alguém entrar e começar a falar eu não vou ouvir nada mesmo.
    Beijoooo!!!! Tenha um ótimo ano novo!!! /cute
    Grazy Souza recently posted..Resenha: A MentiraMy Profile

  • Reply
    Ceile
    26/12/2011 at 7:40 pm

    Eu também adorei Para Sempre e, apesar de não ver nada parecido com Crepúsculo, achei que a série seria sucesso total e absoluto.

    Para Sempre trouxe muita novidade e MUITO amor /love
    Mas em Lua Azul já comecei a ver que a autora estava enrolando. A minha justificativa era que ela falava muito de energia, então a gnt tinha que estar naquela “atmosfera” partícula por partícula… Mas em Terra das Sombras comecei a me encher mesmo… /roll

    Tenho todos, mas faltam os 2 últimos para terminar a série, e tô enrolando…

    Assim, gosto muito da série, não passei a odiar, realmente acredito que é boa. O único problema foi tanta enrolação.

    Confesso que li a última página de Infinito /gosh Eu sabia o que iria acontecer, mas fiquei MTO curiosa pra ver se a autora não ia dar um troll na gente hehehe

    Um beijo!
    Ceile recently posted..Baú de Romance #9 O falso MaridoMy Profile

  • Reply
    May
    26/12/2011 at 10:06 pm

    Eu só li os três primeiros livros da série, porque peguei emprestados de uma amiga e ela não comprou os últimos! Estou curiosíssima!

    Beijos,
    May ;*

  • Reply
    Lu Piras
    31/12/2011 at 4:43 pm

    E eu pensando que o problema era comigo, que estava sendo demasiadamente exigente com a Ever! Estou no quarto livro, penando para não entregá-lo às traças. Obrigada pela nova motivação que esta resenha me deu. Tenho os outros dois últimos volumes esperando por mim, vou tomar coragem e continuar a leitura porque pelo que li, Infinito vale a pena. Confio em vocês!

    Beijocas, /smile

    Lu (do blog de Equinócio)

  • Reply
    Carolina Duarte
    28/02/2012 at 11:46 pm

    Até hoje só li os dois primeiros livros, depois que uma amiga leu e me contou um pouco sobre o que acontece nos próximos livros, fiquei sem vontade de ler mais :(

  • Reply
    kethy gama
    26/01/2014 at 2:42 pm

    bom….eu gosto dos livros …apesar de esta no segundo..
    e meio que estranho.toda vez que leio uma pagina …e como si tudo e todos sumicem….mas apesar dos comentários não acho que seja tao ruim assim…
    pelo menos espero….. /smile

  • Reply
    Sandyzinha
    05/07/2015 at 12:01 pm

    Simplesmente amei a série apesar de do segundo livro para lá ficar chato mas ao ler infinito valeu apena ter insistido em ler toda a série…

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge