Literatura

Iluminadas – Lauren Beukes

iluminadas
Resenha com possíveis spoilers

Harper é um serial killer, e sua “casa” o leva para diferentes tempos. Dentro da casa, ele encontra o nome de suas iluminadas – as mulheres que irá matar -, e os tesouros que pega delas. Toda vez que abre a porta, se encontra em um ano diferente, e muitas vezes ele não sabe se é ele que decide o ano que irá cair, ou se é a casa que decide por ele. Todas as vezes que encontra suas vítimas, vê uma luz em volta delas. Suas regras são simples: conhecê-las quando jovens, e matá-las quando mais velhas, fazendo assim com que ele as encontre pelo menos duas vezes no período de vida delas.
 

“Fine is the very de?nition of mediocrity. It’s what’s polite. It’s what’s socially acceptable. We need to live brighter and deeper than just ?ne, my darling!”

Kirby foi uma das vítimas de Harper, tendo sobrevivido por pouco. A história se desenvolve pela narrativa em terceira pessoa, mas cada capítulo tem foco em um personagem. Logo no início do livro, Kirby recebe uma lembrança de Harper, e anos depois se torna uma vítima dele. Quando sai do hospital, tendo sobrevivido ao ataque, começa a investigar seu assassino e isso faz com que ela conheça outras vítimas de Harper – por meio de notícias, com objetos nas cenas do crime que não pertenciam à vitima. Kirby conta com a ajuda de Dan, um jornalista investigativo que fez a matéria sobre a tentativa de assassinato de Kirby, e foi para a parte esportiva do jornal pelos assassinatos terem acabado com a sua vida. Com o tempo, os dois criam uma ligação romântica/platônica, coisa que eu adoraria que tivesse sido melhor desenvolvido (o que vocês esperavam de uma pessoa que 80% dos livros que lê são de romance?).

 

‘Victim shouldn’t have been alone.’ As if that was an invitation to be gutted, for Chrissake. It’s completely inappropriate. He’s too jaded, she’s too young, they’re both too fucked up. He’s confusing sympathy with infatuation. If he waits it out, it will numb itself. It will go away. He just has to be patient and avoid being a reckless idiot. Time heals. Crushes let up. Splinters work their way out. Doesn’t mean they don’t leave scars that itch.

No geral, o livro é extremamente confuso de início. Para começar a entender, são necessárias algumas informações: cada capítulo é em um ano diferente, Harper/a casa é um viajante do tempo, e apesar de ter as iluminadas (vítimas de Harper), este não tem dó de matar qualquer um que esteja em seu caminho apenas para cumprir com sua linha do tempo.
Existem partes da escrita (principalmente quando foca no Harper) que são extremamente tediosas, com detalhes desnecessários e que fazem a leitura ser lenta, enquanto as partes da Kirby e de outras vítimas são bem escritas, envolventes e que te fazem torcer para a investigação de Kirby.
Pessoalmente, o livro valeu a pena pela experiência, mas não é um livro que eu leria novamente. Se o foco fosse uma vítima de um serial killer investigando assassinatos parecidos, sem a parte de um serial killer viajante no tempo(a parte bizarra aqui se chama viajante no tempo), acredito que seria mais interessante.

 

informações

as-iluminadas
Cortesia da editora para resenha
Título: Iluminadas
Autor: Lauren Beukes
Número de Páginas: 320
Edição: 1ª – 2014
ISBN: 9788580575033
Editora: Intrínseca
Preço: R$14,51
Classificação: ★★★½☆

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge