Textos

#hurtsareourwings

Sabe aquela bandinha que mora no seu coração? Então, essa é a minha relação com Hurts. E aparentemente para muitas pessoas do fandom também. Então a importância da tag #hurtsareourwings e todo o reconhecimento que teve foi um dos melhores momentos do ano. Então senta aqui que lá vem história.

Em 11 de Novembro, Hurts lançou o clipe de Wings, single do novo álbum chamado Surrender, lançado este ano. No clipe que você vai ver abaixo (pfvrzinho gente vê sério é muito lindo nunca te pedi nada), no meio de várias referências E LINDEZAS PORQUE SÉRIO É LINDÃO existe uma alfinetadinha à mídia e algumas outras pessoas, mas deixou os fãs meio conscientes porque mostra um lado da banda que a gente até mesmo imaginava, mas não entrava muito no coração (sabe o lance de “my babies can’t be in pain” então, isso ai):

E ai, quem faz parte de fandom sabe como é, começa várias teorias sobre o vídeo e seu significado e etc etc etc. Rolou uma comoção geral no tumblr porque, bem, foi um lance meio triste, principalmente com todas as críticas negativas (infundadas lalalala) que Surrender estava recebendo. No meio das teorias sobre o clipe, surgiu uma frase que era mais ou menos “só queria que eles soubessem quantas vezes já me ajudaram”.

E ai né PÃ eis que a pessoa que vos fala pensou “a gente podia fazer tag” e ficou por isso mesmo até que teve aquele estalo na mente. Fui até umas das meninas que eu sigo no tumblr que é mais popular no fandom e perguntei o que ela achava da tag #HurtsAreOurWings. Honestamente eu não lembro o porque dessas palavras, só sei que foi isso. E ai ela gostou e postou a resposta da ask (na época em anônimo porque eu sou dessas trouxas mesmo) e mais algumas pessoas comentaram que gostaram da ideia.

O projeto resume-se em desenhar asas na pele, em qualquer parte do corpo, ou então até mesmo só uma imagem de asas pra quem não conseguisse desenhar e postar no instagram às 12h (às 9/10h da manhã aqui no Brasil) do dia 13 de Novembro, e taggear Theo e Adam na imagem.

IMG-20151113-WA0023

Essa foi minha foto. Um luta pra desenhar essas assinhas e acertar o ‘hurts’ no meio, vocês não fazem ideia

E então nós postamos as fotos. De vários jeitos, com asas desenhadas em vários lugares, com o CDs aparecendo ou não e com gente do mundo todo. No tumblr, a conversa era sobre como tinha sido divertido e que desenhar asas nunca tinha parecido tão difícil, tiveram as divagações de “será que eles vão ver?” no meio das conversas até que…..bem…..ELES VIRAM.

TAGHURTS1 TAGHURTS2

Se vocês me perguntarem às vezes eu ainda olho esses prints meio OHMYFUCKINGGOD e rola uns gritinhos internos. Isso foi um dos melhores momentos da minha vida, sem dúvida, não só essa interação mas também a criação da tag e a diversão toda de várias pessoas fazendo uma coisa tão simples pra mostrar a importância de uma banda que importa pra gente. E ainda teve um obrigado na página do Facebook deles:

TAGHURTS3

Aproveitar que eu não tenho que ser séria neste post e dizer que foi uma experiência ~sensa~. Hurts lançou seu terceiro álbum chamado Surrender este ano e ano que vem inicia-se a turnê, mas sem shows no Brasil, infelizmente. E VOCÊS DEVIAM OUVIR VIU É BOM.

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Jessica Lisboa
    January 29, 2016 at 8:09 pm

    Imagino sua imaginação quando eles viram, muito legal esse projeto (pode chamar assim né).

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge