Música

Hozier

Vocês provavelmente conhecem esta pessoinha pelo sucesso mundial de Take Me To Church e, mesmo que eu totalmente aceite que ele me leve para a igreja e mais qualquer lugar que ele queira, Andrew Hozier-Byrne é bem mais que apenas uma música.

090534adcbeffbb4009d0c1c40af60f5

Indiscutivelmente, a porta de entrada da fama foi o já mencionado single, Take me To Church. Teve performance com Matt McAndrew (saudades) no The Voice, teve o próprio Hozier no The Voice, teve versão com a diva atemporal Annie Lennox, teve inúmeras apresentações como a Billboard Awards, teve cover em Glee e vozes como Ed Sheeran fazendo cover. Basicamente em todos os lugares, lá estava o já reconhecível “Amen”, e sempre junto do indiscutível poder das letras, não importante quem se arriscasse a cantá-la. I mean, ainda daria pra sentir o impacto da música até mesmo se fosse eu cantando.

E se você está se perguntando: sim, todas as músicas dele são assim. Em base, todas as letras tem sua poesia, sua própria história e sua mensagem. E, honesta e pessoalmente falando, não importa o que elas falem ou se é aplicável em algum momento da sua vida ou não, a voz desse cara simplesmente traz uma felicidade/paz de espiríto que AFF TÃO LINDO (observem que eu claramente não sei me expressar, mas sério, é lindo e amor). Essa junção de folk com alternativo e indie e coro gospel te preenche e você consegue ouvir o álbum inteiro sem nem perceber e quando acaba rola aquele “….mas já?….não….”

E, se você não gostar do estilo ou alguma outra desculpa maluca pra não se entregar e aceitar Hozy no seu coração, dê uma chance pro moço porque, bem, ele é adorável.

 
Com recentes 25 aninhos completados, Hozier é um pisciano nascido em Bray, na Irlanda. É ativo em várias causas sociais, sendo um dos principais o voto pela liberação do casamento homoafetivo da Irlanda (que teve seu final feliz, amém <3). Mas, talvez, o principal desse moço é que ele é gente como a gente, sabe? Meio desengonçado, tímido, ainda não acredita no sucesso que faz, tá ali lutando pelo o que acredita e usa as músicas para veicular isso, e tem seus medos e inseguranças e não faz questão nenhuma de esconder isso.

 
Ok, talvez eu tenha me perdido um pouco no fangirl. Talvez eu devesse ter falado sobre como cada música desse única álbum, até agora, é maravilhosa. Ou como os clipes são obras de arte que você consegue ver mil vezes sem cansar, ou então que alguns deles contam com participações especiais como o clipe de From Eden que conta com a atriz Katie McGrath. Mas, na verdade, eu só quero gritar na cara de vocês “VÃO OUVIR LOGO ESSE ÁLBUM TODO PORQUE É LINDO”, então vocês façam de conta que esse foi um post sério e aguardo vocês indo berrar no meu twitter porque acabei com a vida de vocês apresentando esse ridículo lindo <3

2f31c37e8719ad873f498da508733c00

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    iZombie - Who's thanny?
    May 4, 2016 at 7:56 pm

    […] quebra ainda tem uma trilha sonora bem feita que conta com nomes como Halsey, Hozier, a soundtrack de Os Miseráveis, Elvis Costello e vários […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge