Literatura

Golem e o Gênio – Uma fábula eterna, Helene Wecker

Golem e o Gênio é uma narrativa histórico fantástica e é ambientada na Nova York do final do século XIX. Um livro, apesar de fácil leitura, possui uma densidade descritiva tanto na apresentação dos personagens que compõem a fábula como no próprio background sociohistórico que sustenta a trama. Um livro de muitas camadas e várias qualidades. Vamos entender um pouco o porquê de ser uma leitura tão prazerosa.

Golem-e-o-Genio-Helene-Wecker-DarkSide

O trunfo de Helene Wecker, que pode ser considerado realmente O TRUNFO, foi conseguir ambientar uma história que envolve elementos religiosos e folclóricos de duas culturas bastante distintas, judaísmo e islamismo, elencando pontos em comum e traçando uma espécie de convergência entre esses dois universos bem distantes. A autora conseguiu de maneira muito eficaz aliar esses elementos dentro de um universo que rejeitava de todas as formas esse tipo de simbolismo social. Nós temos uma trama construída em cima de referência à Kabbalah judaíca e no imaginário religioso pré-islã dos muçulmanos, isto é, religiões que existem desde anteriormente ao cristianismo ocidental. Ou seja, duas culturas riquíssimas em misticismo. É na congruência entre esses universos diferentes que as aventuras de Ahmad (gênio) e Chava (golem) se desenvolvem.

b8f5a1a7cebfb4ba396d2018c092278f

Estamos falando de uma Nova York que vive o ápice de seu período de industrialização e todas as mudanças acarretadas por esse novo estilo de vida.  O desenvolvimento da grande metrópole, a indiferença entre as pessoas que ali vivem, o desenvolvimento dos guetos, a imigração e os movimentos sociais. Essas consequências do desenvolvimento técnico estão lá muito bem descritas, apesar de, como reconhece a autora, algumas falhas, fazendo com que a estória em alguns momentos ganhe um ar pesado e trágico. O que corrobora muito com os tipos de situações que são descritas.

Não existe lugar para a magia em um mundo dominado por uma racionalidade excessivamente técnica. As figuras da Golem e do Djim muito mais do que deslocadas espacialmente, pois são figuras imigrantes de outras culturas, não mais conseguem se enxergar como partes do mundo novo que se apresenta aos mesmos.  Essa tensão entre mundo mágico e concreto envolve boa parte da trama e soa como uma espécie de questionamento da autora sobre a possibilidade de se pensar a fantasia ou universos mágicos em um mundo que rejeitou totalmente esse tipo de racionalização, acusando-a de banalidade. Como se ter esperança em um mundo totalmente desencantado?

1830snyc

Outro ponto bastante interessante na figura dos protagonistas é que eles servem como figuras de alteridade. Por não pertencerem àquele mundo que agora tornou-se o deles, os personagens questionam valores, alguns objetivos de certas obrigações sociais e a própria ideia de felicidade. Esses trechos durante a leitura são dotados de características bastante intimistas, envolvendo o leitor nas discussões os fazendo questionar certas coisas. Mas acredito que a ideia central é a discussão sobre felicidade, amor e livre arbítrio, nesse sentido o livro faz jus ao subtítulo de uma fábula, pois possui um sentido muito explícito além do puro e simples entretenimento. É fácil criar laços de empatia com os personagens, pois eles soam mais humanos que as próprias pessoas que estão lá interagindo na estória.

E finalizo afirmando que “Golem e o Gênio” foi uma das melhores narrativas fantásticas contemporâneas que li nos últimos tempos. Arrisco até dizer que passou um pouco despercebido devido ao vários lançamentos consecutivos feitos pela Darkside. O livro possui mais de 500 páginas e capa dura envernizada, para aqueles que presam por esse tipo de elemento em livros. Espero que o próximo livro da Helene Wecker (Golem e o Gênio foi o primeiro livro lançado por ela!) seja lançado logo e que o mesmo seja lançado pelos lados daqui, pela Darkside também.

informações


Cortesia da editora para resenha.
Título: Golem e o Gênio – uma fábula eterna
Autor: Helene Wecker
Tradução: Cláudia Guimarães
Número de Páginas: 522
Edição: 2015
ISBN: 978-85-66636-48-2
Editora: Darkside Books
Preço: R$39,90
Classificação: ★★★★½

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Fabricio Souza
    18/07/2017 at 10:24 am

    Um ótimo artigo é uma pena que poucas pessoas gostam de fabulas , infelizmente não temos ainda incentivos a leituras e livros as pessoas.

    Grande abraço

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge