Cinema

#GirlPower: Filmes feministas para você assistir!

Hoje é o Dia da Mulher e todo mundo sabe disso, o que muita gente não sabe é da importância do feminismo em nossas vidas, que, para surpresa de alguns, não tem nada haver com ódio aos homens. Por isto, hoje convidamos nossos leitores a escolher um filme com um viés feminista para assistir e compreender melhor o que é ser mulher.

Na lista abaixo temos filmes feministas que irão explorar questões de gênero, empoderamento, história, entre outras nuances que irão promover reflexão sobre a causa. É importante ter empatia, é mais importante ter respeito. Esperamos que este post seja útil de alguma forma, e sintam-se à vontade para indicar mais filmes nos comentários.

Garota Interrompida


Direção: James Mangold, 1999.
Após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen foi diagnosticada como vítima de “Ordem Incerta de Personalidade” e enviada para um hospital psiquiátrico, onde passa a conviver apenas com outras garotas que em meio a transtornos tentam se ajudar.

O silêncio de Melinda


Direção: Jessica Sharzer, 2004
Melinda Sordino entra no ensino médio confusa, deprimida e solitária. Por ter acionado a polícia durante uma festa, ela é rejeitada pelos colegas. O que eles não sabem é que ela foi estuprada na ocasião. O trauma complica seu relacionamento com os pais e ela encontra apoio no professor de artes, enquanto tenta seguir adiante.

Olga


Direção: Jayme Monjardim, 2004.
E esse filme é pra você. Mesmo acreditando ou não esse filme é pra você. Porque Olga Benário foi alguém. Alguém que queria ser ouvida. Que se fez ouvir. Que lutou por você. (x)

Pequena Miss Sunshine


Direção: Jonathan Dayton e Valerie Faris, 2006.
Nenhuma família é verdadeiramente normal, mas a família Hoover extrapola. O pai desenvolveu um método de auto-ajuda que é um fracasso, o filho mais velho fez voto de silêncio, o cunhado é um professor suicida e o avô foi expulso de uma casa de repouso por usar heroína. Nada funciona para o clã, até que a filha caçula, a desajeitada Olive, é convidada para participar de um concurso de beleza para meninas pré-adolescentes. Durante três dias eles deixam todas as suas diferenças de lado e se unem para atravessar o país numa kombi amarela enferrujada.

Juno


Direção: Jason Reitman, 2007.
O filme mostra situações de uma menina de 16 anos chamada Juno, que engravida de seu companheiro de classe Bleeker, e desiste de fazer um aborto. Com a ajuda do pai, da madrasta e da melhor amiga Leah, a jovem adolescente procura o casal “perfeito” para criar seu filho, e encara situações delicadas e incomuns para sua maturidade.

A troca


Direção: Clint Eastwood, 2008.
Christine Collin é uma mãe que ora fervorosamente para que seu filho Walter retorne para casa. O menino foi sequestrado em uma manhã de sábado, após ela ter saído para trabalhar. Com a ajuda do reverendo Briegleb e após meses de buscas intensas, finalmente, a polícia encontra o garoto. Mas algo está errado e, em seu coração, Christine desconfia que ele não seja seu filho verdadeiro.

Persépolis


Direção: Marjane Satrapi, Vincent Paronnaud, 2008.
Marjane Satrapi é uma garota iraniana de 8 anos, que sonha em se tornar uma profetisa para poder salvar o mundo. Querida pelos pais e adorada pela avó, Marjane acompanha os acontecimentos que levam à queda do xá em seu país, juntamente com seu regime brutal. Tem início a nova República Islâmica, que controla como as pessoas devem se vestir e agir. Isto faz com que Marjane seja obrigada a usar véu, o que a incentiva a se tornar uma revolucionária. (x)

A vida secreta das Abelhas


Direção: Gina Prince-Bythewood, 2008.
A história se passa nos anos 60, no Sul dos Estados Unidos, e conta a história da adolescente Lily Owens de 14 anos e a amiga Rosaleen que fogem da dura criação para descobrir o que aconteceu com a mãe de Lily. No caminho, elas conhecem três irmãs criadoras de abelhas que as conduzem por uma jornada inesquecível. (x)

Histórias Cruzadas


Direção: Tate Taylor, 2011.
A história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA, acompanha Eugenia Phelan, jovem que acabou de se graduar e quer virar escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, Skeeter encontra um tema em duas mulheres negras: Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que não arruma emprego porque não leva desaforo dos patrões para casa. (x)

Que horas ela volta?


Direção: Anna Muylaert, 2015.
A pernambucana Val se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino vai prestar vestibular, Jéssica lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.

Mad Max?: Estrada da Fúria


Direção: George Miller, 2015.
Marcado por muitas situações nonsense e cômicas, de tão satíricas, Mad Max traz algumas máximas existenciais que vem sendo debatidas desde muito antes de nascermos e que serão muito depois e também, o timming de questões mundiais é perfeito: A questão da falta de água; a religião; escravidão; sustentabilidade e; o mais forte no filme todo, empoderamento feminino (x).

Estrelas Além do Tempo


Direção: Theodore Melfi, 2016.
A história é centrada em Katherine Johnson, uma brilhante matemática afroamericana que, ao lado das colegas Dorothy Vaughn e Mary Jackson, foi peça fundamental numa das maiores operações da história dos Estados Unidos: o lançamento do astronauta John Glenn para a órbita da Terra e seu retorno em segurança. Junto, o trio ultrapassou todos os limites de gênero, raça e profissionais para embarcar e serem muito bem-sucedidas nessa missão pioneira.

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply
    Letticia Gabriella Carvalho
    March 9, 2017 at 11:32 am

    Aquele momento que você só assistiu dois filmes da lista, não sabe o que está fazendo da vida e precisa ir assistir ao resto deles agora mesmo. Adorei! Alguns eu ainda não tinha nem ouvido falar, mas amei. As propostas são incríveis! Um beijo :*

    • Reply
      thanny
      March 9, 2017 at 12:08 pm

      Que bom que gostou! Tentei colocar filmes menos conhecidos para tornar a lista mais legal, espero que curta os filmes quando assistir. Beijos!

  • Reply
    Jeniffer Geraldine
    March 9, 2017 at 1:37 pm

    Estrelas além do tempo, Olga, Persépolis, Que horas ela volta? e Pequena Miss Sunshine são ótimos! <3
    Lista excelente!

  • Reply
    Bruna Morgan
    March 10, 2017 at 4:21 pm

    Dessa lista, vi 7, todos bom demais <3

  • Reply
    Miriam
    April 9, 2017 at 10:56 am

    Vi 6 dessa lista os 5 primeiros e o segredos das abelhas, as me interessei por esse persepolis parece ser ótimo com base na resenha esse tenho que ver não conhecia obrigado pela indicação e parece ser animação certo? mais um motivo adoro

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge