Cinema

O Clube dos Cinco (1985)


“O que aconteceu com o cavalheirismo? Será que só existe nos filmes dos anos 80? Eu quero John Cusack segurando uma caixa de som fora da minha janela, quero cavalgar sobre um cortador de grama com Patrick Dempsey. Eu quero Jack de Sixteen Candles esperando fora da igreja por mim. Quero Judd Nelson socando os punhos no ar porque ele sabe que me tem. Só uma vez quero que minha vida seja como um filme dos anos 80. Preferencialmente com um verdadeiro e impressionante número musical, sem nenhuma razão aparente. Mas, não. Não. John Hughes não dirigiu minha vida…”


Provavelmente todo mundo que assistiu Easy A provavelmente lembra dessa “reclamação”… E em comum com Olive eu tenho, além das péssimas expectativas amorosas (ainda no aguardo do meu Penn Badgley, ok produção da minha vida?), a paixão pelos filmes dos anos 80, especialmente os adolescentes, e mais ainda os dirigidos por John Hughes. Por isso, decidi compartilhar essa paixão com vocês, fazendo esse especial então fiquem de olho, vez por outra estarei falando de algum filme mais que maravilhoso dele. E pra iniciar, o meu filme preferido, The Breakfast Club (O Clube dos Cinco).

Claire, Andy, Brian, Bender e Ally são cinco adolescentes, de diferentes “hierarquias” do colégio que são “condenadas” a detenção de passar o sábado na escola, refletindo sobre seus diferentes delitos, e no fim, escrever uma carta sobre si. Logo de início, são destacadas cinco personalidades diferentes, a princípio estereotipadas, propositalmente nos mostrando apenas uma primeira impressão superficial do que cada um dos alunos realmente é. A medida que as horas passam, histórias de vida são contadas, e cobranças, desejo de agradar e a vontade de ficar longe de casa, sentimentos comuns a eles, ajudam esses jovens a se descobrirem e a criar laços mais estreitos. E por fim, algo indefinível, que nem eles mostram claramente, nem você pode ter certeza, mas sabe que algo dentro deles mudou. Esse sentimento é resumido em uma frase da carta final “…você nos vê exatamente como for mais conveniente para você…”, que corresponde exatamente a realidade, onde todos são rotulados de acordo com a conveniência de seu observador.

Apesar da trama simples, o roteiro de Hughes é de uma profundidade ímpar. Com drama e humor, o filme discute questões comuns aos jovens, como dificuldade de convívio familiar, pressão para o sucesso, diferenças sociais, sexualidade, medo da fase adulta (e principalmente medo de tornar-se exatamente o que são seus pais), mas sem cair em clichês ou situações fora da realidade. A história se passa toda no colégio, mas os diálogos são ácidos, bem humorados e reflexivos, levando-nos a pensar em nossas vidas ao fim de cada frase. Sem contar a beleza mais que maravilhosa de Judd Nelson, e as fofas Molly Ringwald e Ally Sheedy.

Mesmo tendo sido lançado há 25 anos, o filme ainda se mostra bastante atual, o que mostra que esse roteiro despretensioso, simples mas eficiente, é um dos retratos mais fiéis da juventude que o cinema já conseguiu idealizar. Atemporal, interessante, engraçado e melancólico. Esse é “O Clube dos Cinco”

Ficha Técnica

Diretor: John Hughes
Elenco: Judd Nelson, Molly Ringwald, Ally Sheedy, Emilio Estevez, Anthony Michael Hall, Paul Gleason
Roteiro: John Hughes
Duração: 97 minutos
Ano: 1985
País: Estados Unidos
Gênero: Drama/Comédia
Classificação: ★★★★★

You Might Also Like

15 Comments

  • Reply
    Michele
    04/02/2012 at 1:34 am

    Ai cara, amo esse filme! Meu filme preferido, sempre choro litros assistindo /cute

  • Reply
    Paulo Bettanin
    04/02/2012 at 9:54 am

    Thanny, convido a ti e a teus leitores para conhecerem e participarem com suas produções literárias do Urbanasvariedades, o modo long play do Urbanascidades, blog cultural de produção coletiva. Visite urbanasvariedades.blogspot.com. e solte o verbo.
    Um abraço,
    Paulo Bettanin.

  • Reply
    May
    04/02/2012 at 7:01 pm

    Nossa, nunca assisti esse filme, mas vou procurar já pra baixar!

    Beijos,
    May ;*

  • Reply
    Nathália
    05/02/2012 at 12:32 pm

    Acho que já vi esse filme passando no Telecine! Peguei no meio, eu acho, e gostei bastante!
    Vou procurar para assistir! Ótima dica :)
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo, passa lá :)
    Beijos,
    Nathi
    @bookswonderland
    Books in Wonderland
    Nathália recently posted..Na minha caixa do correio #21My Profile

  • Reply
    Loma Sernaiotto
    05/02/2012 at 11:20 pm

    Acredita que não me lembro se já ví? Mas vou buscar para ver, adorei sua resenha! Acho incrível como alguns filmes d emuito tempo atrás ainda se encaixam nos dilemas da sociedade atual. Ultimamente, tem saido mtos filmes de fantasia e sem conteúdos tão provocativos como esses… ainda bem que podemos resgatar tudo isso! =)
    Loma Sernaiotto recently posted..Um pouco de motivação e… ganbatte!My Profile

  • Reply
    Ane Reis
    05/02/2012 at 11:56 pm

    Oie Gil ^^

    Ah! Eu adoro os filmes dos anos 80 *-* eles eram mais simples do que o de hoje, mas tão mais divertidos.

    Já assisti esse filme, mas faz tanto tempo que não lembro direito rs… sua resenha me deu vontade de ver de novo!

    Parabéns pela dica! E vida os anos 80 =D

    bjinhos

    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary
    /smile
    Ane Reis recently posted..Teia Virtual por Carlos Eduardo R. Bonito.My Profile

  • Reply
    Katy
    06/02/2012 at 1:52 pm

    Sabe que não lembro se vi esse filme?! o.O
    Mas adooooro os filmes dos 80’s!
    Vou procurar!

    Adorei o post!
    menos a parte do Penn Badgley! What?! O.o
    KKKKK ~gosto é gosto~

  • Reply
    Yara
    08/02/2012 at 12:01 am

    Ainda não vi esse filme, mas lendo o post, fiquei muito curiosa para assistir!! Vou tentar pegar emprestado com alguém, ele parece ser bem divertido…

  • Reply
    Tharcila Lima
    09/02/2012 at 12:30 am

    Não assisti este filme, mas acho legais filmes antigos. Acho que a essência deles capturavam exatamente o que eram a juventude, quais as pretensões, sonhos. Hoje tudo é muito banal, muito clichê, cariturado.
    Bela dica de filme. Gostei da sua critica, muito bem elaborada e informativa, sem perder originalidade :)

    Beijo

    Tharcila Lima | Me, myself and more!

  • Reply
    Kamila Wozniak
    05/03/2012 at 3:43 pm

    Oie …

    Nooossaaaaa rsrsrs como eu assistia esse filme hein!!
    Um dos antigos que eu mais adoro, juntamente com Grease e Curtindo a vida adoidado rsrs … Judd Nelson lindo nesse filme com certeza! Dificil nao ouvir a música tema e não lembrar desse filme!!

    Adorei :D
    Bom conhecer mais pessoas que gostam dos mesmos antigos rsrsrs

    Beijos

    Ka Wozniak
    Cinco das Artes

    • Reply
      Gii Vasconcelos
      05/03/2012 at 4:03 pm

      Esse filme é realmente maravilhooso! Em breve teremos continuação desse especial John Hughes viu? :D:D:D
      Grease é um amorrrrrr só também!!!

      Beijo, volta sempre! =*

  • Reply
    Larissa Ferreira
    30/05/2014 at 3:16 pm

    Amo filmes dos anos 80…
    além destes filmes de John Hughes…
    Os Goonies e E.T. – O EXTRATERRESTRE de Steven Spielberg
    Primeiro ano dos restos de nossas vidas do diretor Joel Schumacher.
    O jardim secreto do diretor Agnieszka Holland
    Caravana da Coragem I e II de John Korty
    Beetlejuice (br: Os Fantasmas se Divertem dirigido por Tim Burton
    Um morto muito louco por /grin Ted Kotcheff e muitos outros……

    • Reply
      Byzinha
      30/05/2014 at 4:56 pm

      O Jardim Secreto é de 1993.

    • Reply
      Gii Vasconcelos
      01/06/2014 at 1:15 pm

      O primeiro ano do resto das nossas vidas é PURO AMOR.

  • Reply
    O Clube dos Cinco, John Hughes (1985) | Jóteca #008
    26/06/2015 at 4:51 pm

    […] Parêntese de Gi: Esse é meu filme preferido da vida! E eu também já escrevi sobre ele, no antigo site que eu trabalhava, e vou deixar aqui o link: site lindo que gi trabalhava <3 […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge