Textos

Entendendo o gênero distopia

Vocês sabem o que é distopia? Essa pergunta pode parecer fácil, mas não é. Podemos dizer que distopia é uma antiutopia, o contrário de um mundo perfeito com uma sociedade harmoniosa, sem fome e guerra. Geralmente faz críticas às formas políticas de totalitarismo, autoritarismo e mostra uma visão pessimista sobre a natureza humana. Sendo diretamente ligada ao gênero de ficção, a distopia irá fazer você conhecer um futuro bastante sombrio.

A maioria das distopias tem alguma conexão com o nosso mundo, mas frequentemente se refere a um futuro imaginado ou a um mundo paralelo no qual a distopia foi engendrada pela ação ou falta de ação humana, por um mau comportamento ou por ignorância.

Mas como identificar se uma obra é distópica ou não? Existem elementos que estão sempre presentes nos enredos e listei alguns abaixo:

Não é obrigatório que para uma obra ser considerada distópica, deva conter todos esses elementos, às vezes, apenas um basta para classificar o gênero. E é isso que causa tanta confusão, pois, hoje, as distopias estão em alta, mas são classificadas pelo termo geral: ficção científica. E para complicar, ou não, a distopia tem as suas subdivisões de gênero. Vamos ver alguns e ficar fera no assunto?


Distopia Totalitária
Como o próprio nome já diz, refere-se a uma sociedade que é totalmente controlada pelo seu governo através de ideologias. Os cidadãos são monitorados de perto e qualquer fagulha de revolta é punida severamente. E como podem perceber, essa distopia não acontece só em livros e filmes, fique ligado!

Distopia Cyberpunk
Uma distopia cyberpunk é, geralmente, uma versão exagerada de nossa própria sociedade. Apesar de ser um gênero heterogêneo, a maioria das distopias tem os seguintes temas: a aceleração da evolução tecnológica, o iminente colapso ambiental, a urbanização alcançou novos níveis e os crimes fora de controle. Também é importante ressaltar que o conceito de cyberpunk é a cibernética. Melhorias artificiais no corpo, na mente, no cyber espaço, na internet… Geralmente, são histórias violentas.

Distopia Off-World
Visa cobrir todas as distopias localizas num espaço exterior. Nessas histórias, a exploração do homem sobre o universo não se tornou uma aventura feliz como esperado. Colonização de planetas, industrialização pesada, guerras interestrelares entre civilizações distantes são características deste gênero, que tem possibilidades quase ilimitadas.

Distopia Apocalíptica
A humanidade, ou às vezes uma única nação ou um grupo étnico, estão enfrentando um Armageddon, seja ele de guerra nuclear, queda da meteoritos gigantes ou desastres naturais. O foco principal pode ser político, no entanto, histórias apocalípticas podem expor a psicologia obscura do homem. As vítimas do apocalipse podem ser egoístas, cínicas e oportunistas, mesmo no momento da aniquilação. Ainda há dúvida se as histórias apocalípticas são realmente distópicas, mas eles possuem fortes elementos de distopia, como já falei.

Distopia Pós-Apocalíptica
A causa é a guerra nuclear, o colapso ambiental ou epidemias mortais. O efeito é geralmente a anarquia e a sobrevivência do mais apto, e uma regressão ao feudalismo também. As histórias que acontecem na distopia pós-apocalíptica são aventuras de ação simples, com pouca profundidade.

Distopia Alienígena
A Terra foi ocupada ou infiltrada por outra espécie de algum sistema solar distante. Em muitas distopias alienígenas, os ocupantes quase sempre exibem uma grave falta de empatia e tendem a tratar os seres humanos como escravos sem valor e animais primitivos. Um dos pontos fortes da distopia alienígena são as maneiras inteligentes e criativas para falar dos choques culturais.

Distopia pseudo-utopia
Sua utopia pode ser minha distopia e vice-versa. Criadores de utopias, muitas vezes têm uma imagem muito clara do seu paraíso pessoal e não gostam de pessoas que se atrevam a criticar suas paisagens oníricas. Muitas das chamadas utopias são estritamente hierárquicas. A classe dominante é uma elite intelectual com poder absoluto e os dissidentes são ameaçados com desdém ou, até mesmo, crueldade. Os inimigos são tratados sem piedade, quase sadicamente. Tecnicamente, a maioria das utopias pertence a essa categoria.

Distopia de Viagem no Tempo
Nestas histórias, as trevas estão esperando: guerra nuclear,inteligência artificial, colapso ambiental, pragas etc. Na maioria das histórias de viagem no tempo, os agentes são enviados para o nosso tempo a fim de mudar a história. Como o nome sugere, distopias de viagem no tempo costumam se concentrar mais em como certos eventos podem mudar a história. O objetivo é brincar com o nosso medo do futuro e enfatizar que nós podemos criar o nosso próprio futuro.

Esses são só alguns exemplos, para terem uma ideia, mas espero que tenha ficado um pouco mais claro na mente de vocês “o que é distopia” e quais os elementos que ajudam a identificá-la.

Quer saber mais sobre onde encontrar distopias? O Distrito 5 está rastreando filmes, livros, séries e HQ’s. CORRE LÁ!

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Distopia
http://www.ufjf.br/revistaipotesi/files/2012/03/8-as-impurezas-dobranco.pdf
http://hem.passagen.se/replikant/dystopia_categorisation.htm

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply
    Entendendo o gênero Distopia « Dominação Distópica
    May 16, 2012 at 10:15 pm

    […] Veja o artigo completo aqui Compartilhe: Pin ItGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  • Reply
    Byzinha
    May 17, 2012 at 12:31 pm

    srly um dos melhores post no site, Thanny!

    • Reply
      Sam
      May 17, 2012 at 2:43 pm

      +32103523053 post super completo, shorei sangue.

  • Reply
    Jana
    May 29, 2012 at 1:54 pm

    Acho que discordo muito de vc da questão das distopias pós-apocalípticas serem de pouca profundidade. Essa é uma das minhas distopias favoritas justamente pela análise do comportamentos dos personagens em um cenário caótico. Sim, obviamente há ação, como na maioria das distopias por sinal. Mas, há também uma reflexão muito grande sobre a natureza humana. Mesmo que essa reflexão não seja óbvia, cada ato dos personagens pode gerar uma reflexão até sobre nós mesmo. Com que personagem nos identificamos mais pode nos dizer como reagíriamos em uma realidade onde não há mais regras, e sim um estado de natureza absoluta. Dá pra chegar a níveis de análise com LockeXRousseauXHobbes usando esse tipo de distopia!

    • Reply
      thanny
      May 29, 2012 at 2:20 pm

      Oi, Jana!
      Falei isso com base nas minhas pesquisas, mas não deixo de concordar com você quando a esse ponto de análise e reflexão sobre a natureza humana que acaba regredindo aos instintos naturais de sobrevivência. Obrigada pelo comentário!

  • Reply
    Gabriela
    May 30, 2012 at 1:34 pm

    Ola!
    Eu não sabia muita coisa sobre o assunto, mas agora já posso dizer que eu sei o que é distopia!
    O post foi bem esclarecedor.Obrigada.
    Bjo

  • Reply
    Regina
    June 11, 2012 at 10:01 pm

    Que artigo FÒDA! Básico e completo ao mesmo tempo. Nada cansativo e superinformativo. PALMAS, MUITAS PALMAS.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge