Literatura

Divergente (Divergente #1), Veronica Roth

divergente

“Uma escolha pode te transformar.”

No futuro, a sociedade se divide em cinco facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. E ao completar dezesseis anos, todos os jovens passam por um teste de aptidão para escolher o grupo que irá ficar para o resto de sua vida. Seus amigos e familiares serão as pessoas da facção escolhida, por isso, Beatrice se vê em um dilema, já que não pode ficar com seus pais e ser quem ela realmente é ao mesmo tempo.

Você já deve ter visto várias histórias similares a essa por aí. Infelizmente, as distopias que estão surgindo acabam sendo mais do mesmo e o leitor é quem sofre com isso, mas Divergente foi uma surpresa. Já que o fato de todo mundo gostar de um livro não cola comigo.

Por mais que apresente elementos facilmente encontrados em livros distópicos para jovens adultos, Divergente tem algo a mais. A história é bem desenvolvida e possui uma narrativa rápida e envolvente. Claro que tem um romance, mas não é aquela coisa floreada e perfeitinha. Só esteja preparado para sofrer, pois esse livro é só dor </3 (mas é lindo também!)

Os personagens são fortes e enfrentam situações bem difíceis de lidar. A protagonista, Tris, que num primeiro momento parece uma garotinha ingênua e indefesa tem muita personalidade. Ela não chegou a me irritar com suas atitudes e com o desenrolar da trama, adquire uma força surpreendente. Quatro é aquele cara que você acha sexy, mas tem vontade de pegar no colo e cuidar.

O leitor fica curioso sobre o significado por trás do título por várias páginas. O que é ser divergente? Por que Tris não pode falar disso para ninguém? E mesmo tendo uma noção, isso serviu de estímulo para o livro ser devorado rapidamente.

É interessante observar que mesmo que o jovem escolha ir para a facção X, isso não significa que ele de fato pertença a ela, após a cerimônia. Ele será submetido a testes e caso falhe, irá se tornar um sem-facção, a pior coisa que você pode ser nessa sociedade futurista. Então imagine a loucura que é, todos vão lutar pela sua vaga, o que torna a coisa uma espécie de Jogos Vorazes, principalmente pela violência em si.

Divergente faz parte de uma trilogia e será adaptado para o cinema – descubra mais aqui . É uma leitura que vale à pena!

INFORMAÇÕES

Título: Divergente
Autor: Veronica Roth
Tradução: Lucas Peterson
Número de Páginas: 502
Edição: 1ª – 2012
Editora/Selo: Rocco
Preço: R$39,50
Classificação: ★★★★★

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Byzinha
    28/05/2013 at 4:41 am

    Depois que li o primeiro Maze Runner, achei algumas semelhanças, mas que não dá pra comentar com quem ainda não terminou de ler o livro 2. Mas amo muito Divergent, pfvr li em um dia. Quem lembra da minha resenha quando ele ainda nem tinha previsão de lançamento no Brasil???
    Byzinha recently posted..Éden – Capítulo 6My Profile

  • Reply
    Mai
    28/05/2013 at 10:41 am

    Eu ainda to tentando entender como foi que o gênero distopia, de repente, conquistou tantos jovens ao redor do muno…
    Mai recently posted..[RPG] Romances e casais no RPGMy Profile

  • Reply
    Camila
    28/05/2013 at 11:30 am

    Divergente é muito amor s2!!! Gosto da Tris por que diferente de outras personagens de Distopia ela não tem nada que a destaque, ela tem que lutar com unhas e dentes entre os outros sem nenhuma habilidade particular, o que mostra que ela tem muita força de vontade (me tornei fã da Tris!!) por enquanto é a distopia que mais gostei (não que eu não goste das outras) e Insurgente já está na estante, porém espero de coraçaõ que seja tão bom quanto Divergente *-* /love

  • Reply
    David Andrade
    28/05/2013 at 5:36 pm

    Ah, adorei a resenha Thanny! Eu quero muito ler Divergentes! Ja me parecia muito bom antes, e depois das resenhas que tenho visto, fiquei com mais vontade ainda. E to realmente curioso pra saber o significado do nome em si.
    David Andrade recently posted..Coluna: Top Top #5!My Profile

  • Reply
    Lara Aguiar
    28/05/2013 at 11:59 pm

    Realmente Divergente é O Livro, na minha opinião bem mais criativo e melhor desenvolvido que Jogos Vorazes! Ah o Quatro <3, mas ele não é meu único personagem preferido: Amo (ou amava) o Will! e o Uriah também, não sei pq mas acho q ele tem uma queda pela Tris! Gosto do Fernando também (de Insugente).

  • Reply
    Divergente (2014) - Who's thanny?
    13/04/2015 at 11:54 am

    […] se você não leu Divergente, em que planeta você vive? corre dar uma olhada na nossa resenha (1, 2), porque não vou resumir de novo não, fala […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge