Televisão

DC’s Legends of Tomorrow

Pensa naquela série que você decide começar a assistir porque sim. Porque é um crossover. Porque tem uns elementos aqui e ali que são bacaninhas. E porque sim. To fazendo nada mesmo (mentira). Foi assim que resolvi assistir Legends of Tomorrow, a terceira série derivada do Arrowverse no canal CW.

dc's legends of tomorrow

A premissa de LoT é simples: Rip Hunter (Arthur Darvill) veio do futuro para recrutar alguns super heróis mais um par de vilões para parar o temido e imortal Vandal Savage (Casper Crump), e salvar sua família no meio desse processo. De alguma forma, ele acaba convencendo Ray Palmer/Atom (ex-Superman Brandon Routh), Martin Stein (Victor Garber) – que acaba levando Jax Jackson (Franz Drameh) de quebra, porque afinal eles são Firestorm -, Sara Lance/White Canary (Caity Lotz), Leonard Snart/Capitain Cold (Wentworth Mozão Miller), Mick Rory/Heat Wave (Dominic BAE Purcell), Carter Hall/Hawkman (Falk Hentschel) e, por fim, Kendra Saunders/Hawkgirl (Ciara Renée), e os 8 desgarrados acabam entrando numa fria digna de sessão da tarde que muda a vida deles para sempre.

Veja bem, as duas únicas pessoas capazes de matar Savage, devido a uma profecia milenar, são Kendra e Carter, mas conforme eles viajam através do tempo, com a intenção de parar Savage ANTES dele virar o grande tocador de terror que Rip teve o desprazer de conhecer mais de 100 anos no nosso futuro, mais evidente fica que, bem, não é tão fácil assim matar um imortal.

E, sabe, seria muito fácil falar que na verdade Legends of Tomorrow é bem ruim. Tem uns buracos no enredo que você fica meio “hmmmm…… okay……”, mas a verdade é que LoT é bem mara.

Pra começo de conversa, o humor, embora sutil, é sensacional. Logo no primeiro episódio Leonard solta um “We go out for one lousy drink and you manage to pick a fight with Boba Fett????” que foi basicamente onde eu decidi que essa série sim. Sim. E se você, como eu, surtou em Mercenários 2 quando Chuck Norris fez piada de Chuck Norris, eu pergunto: você está pronto para ver Victor Garber fazer referência de Titanic???

E então tem o Ray, que é um cinnamon roll raio de sol inocente, e tem a Sara, que sinceramente, melhor personagem feminina entre as séries da DC atualmente (dsclp Selina e Kara). E também tem o Mick, que eu não posso falar muito, mas posso contar de coração que tem o melhor arco de T O D O S os personagens da série, aposto que você não estava esperando por isso.

Além do mais, essa é uma grande chance de ver “Dom, Wenty and a Sara” na sua tela novamente, enquanto Prison Break não volta (tem UM MONTE de referência a Prison Break, bth). Porque sim, o que agora chamamos de Rogue Canary, são de longe a melhor parte da série. Sara, Leonard e Mick têm as melhores cenas de luta, os melhores “one-liners” (“You better not drop my future partner in crime. *grunts*” RORY, Mick), e são o melhor grupo que não era pra dar certo e acaba dando da TV no momento.

Se eu acho que os roteiristas perderam uma grande oportunidade de explorar certas linhas no enredo? Sim. Se eu ainda estou de birra por causa da morte de ~~CERTAS PESSOAS~~? Obviamente. Mas eu vou contar uma coisa, aqueles 16 episódios da primeira temporada deixaram a minha vida mais feliz um pouquinho. E eu nem tinha percebido o quanto estava gostando de LoT até que ela acabou e a gente resolveu fazer aquele post de dia dos namorados.

A expectativa para a segunda temporada é grande, já que toda a dinâmica da história muda no último episódio. Alguns personagens saíram, outros entraram, e a DC soltou umas bombas no nosso colo na Comic-Con, além do teaser promissor. Eles têm um monte de explicação pra dar em outubro, e vou ser sincera: mal posso esperar.

Coloca Legends of Tomorrow na sua lista de séries. Você não vai se arrepender.

DC’s Legends of Tomorrow é exibida no canal Warner no Brasil e a segunda temporada volta dia 13 de outubro nos EUA.

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Jônatas Amaral
    July 29, 2016 at 10:06 pm

    Olá!
    Assistir somente o primeiro episódio desta série e achei… legal! Terminei o episódio meio sem vontade de continuar assistindo, mas confesso que a partir dos comentários que por aqui, principalmente na parte “referências a prison break”, me fez ficar curioso.
    Acho o enredo da história simples, e não sei se isso é bom, mas talvez eu dê uma chance até o lançamento da segunda temporada aqui no Brasil.
    Muito bom o post, ele me deixou curioso.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge