Música

Daughter

Você já ouviu Daughter. Estou afirmando, porque é verdade.

Tenho plena certeza que as frases “We are the reckless, we are the wild youth” já passaram por seus olhos e ouvidos. Ainda duvida? Então dá uma checada aqui. Não falei?

Daughter é um trio de indie rock perfeito da Inglaterra, formado por Remi Aguilella, Elena Tonra, Igor Haefeli que apareceu em 2011 com dois EPs “The Wild Youth” e “His Young Heart”, contendo 4 canções cada. Eu já usei a palavra “perfeito” para descrever a banda?

Com músicas num estilo que você não sabe definir se é melancólico ou alegre, eu só consigo pensar num tipo de público que ficaria realmente confortável em ouví-los: novos adultos. E, embora o estilo não seja nem um pouco parecido, eu indicaria Daughter para os fãs de Metric.

Eu, como nova adulta, me relacionei MUITO com as músicas de Elena Tonra. Eu poderia incluir, digamos, TODAS no musical da minha vida sem nem pensar duas vezes. É suave, delicado, relacionável e trabalhado de um jeito lindo musicalmente falando.

I thing I should be a little more confident in myself, in my skin.
Take me home. – Home

O trabalho dos caras ganhou uma dimensão tão grande, que eles já conseguiram assinar com uma gravadora (4AD) e lançaram em março desse ano um cd de verdade, lindo e absoluto chamado “If You Leave”, que consegue ser tão maravilhoso quanto os trabalhos anteiores (como eu sou muito legal, vou dar um link para vocês ouvirem online, TOMA) (minha preferida é “Tomorrow”) e eles estão em uma turnê mundial daquelas que não incluem o Brasil – ainda.

A questão é que a popularidade da banda está crescendo. Eles têm MUITAS datas nos Estados Unidos, Europa e Austrália, e, embora nem o álbum tenha sido lançado por aqui oficialmente, a fanbase brasileira está ficando insana. Quero dizer, todo mundo sabe como essas coisas indies funcionam: ninguém conhece, mas a quantidade de gente que conhece é, tipo assim, muito grande.

Minha dik~ é: INCLUA DAUGHTER NA SUA VIDA. No regrets, prometo. Quero dizer, se você gosta daquele tipo de música que aquece o coração, no regrets.

E como se ser perfeitos não fosse o suficiente – e essa é especialmente para a Sammy – olha esse cover de Daft Punk que eles fizeram, pfvr!

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge