Coluna

Especial Cinema Nacional: Terror

A sexta-feira 13 passou, mas aquele sentimento “trevoso” ficou e a intenção aqui é mostrar para vocês algumas coisas de terror/horror/terrir bem interessantes que foram produzidas por estes lados de cá de nossa terra. Há muita coisa boa sendo produzida aqui no gênero há muito tempo, que não são simplesmente emulações de obras produzidas fora, tendo apesar de pontos comuns, uma identidade bastante própria. Mas vamos cortar esse papo furado e vamos a um top 5 de coisas que assisti, reassisto sempre que posso e acho que vocês vão gostar de assistir.

super-xuxa-contra-o-baixo-astral-guilherme-karan

À meia-noite levarei sua alma (1964)

Não tem como indicar filmes de terror nacional e não indicar este que foi o primeiro de muitos filmes que tiveram como estrela o coveiro amoral Zé do Caixão. Primeiro filme de horror do José Mojica Marins e primeira aparição de seu icônico personagem, que ainda não era conhecido por sua alcunha de Zé do Caixão e sim por seu nome próprio Josefel Sanatas (que sim, é satanás de trás pra frente). Apesar de datado em alguns aspectos, principalmente no quesito diálogos, “À meia-noite levarei sua alma” foi e é ainda, um marco inaugural, um percursor de um gênero, uma grande referência na definição de um gênero com uma estética bastante peculiar!! Vida longa ao rei MOJICA!

Capital dos Mortos (2008)

Pegando toda essa “vibe” de mortos-vivos, temos este filme dirigido por Tiago Belotti. A sinopse é: Brasília foi tomada por uma estranha porém voraz epidemia e gente começa a morrer e voltar querendo comer os que tão vivo. Quem tá vivo tenta sobreviver. Clichê? É! Alegórico? Se você levar em consideração a atualidade, sim! Avisando aqui de antemão que o filme tem todo aquele ar caseirão, porque na verdade é. Cinema independente, existe e resiste! Dá pra gargalhar, achar referência dos filmes do gênero ou seja é divertido pra caramba! Assista e tire suas próprias conclusões.

Amor só de mãe (2003)

“Amor só de mãe” é um curta dirigido por Dennison Ramalho que foi um dos responsáveis pelo “Encarnação do Demônio” (2008), aquele filme que depois de 30 anos trás mais uma trama protagonizada pelo Zé do Caixão.  A Trama se passa em uma comunidade de pescadores onde o filho (um dos protagonistas) não consegue se livrar da influência da mãe (a antagonista) e por conta disso sua “namorada” não assumida (a pessoa mais maravilhosa do curta) resolve apelar para meios não muito usuais para conseguir resolver o problema. Esse curtinha tem Everaldo Pontes e Débora Muniz dois artistas conhecidos nas produções cinematográficas, teatrais e da teledramaturgia. O que posso dizer é: este curta foi uma das melhores coisas produzidas de 2000 pra cá e é de arrepiar a alma (caso eu tivesse uma ainda…).

A noite dos chupacabras (2011)

Filme dirigido por Rodrigo Aragão, um dos caras muito bons dos efeitos especiais macabros. Responsável pela Fábulas Negras que é produtora de filmes de terror independente, desde 2008 com Mangue Negro vem mostrando a nova cara do cinema nacional de terror. Basicamente, ele se utiliza de um elemento fantástico do folclore (chupacabra acabou virando. alguém lembra do ocorrido?), cria uma premissa doida, coloca muito gore, com ótima maquiagem e efeitos: eis ai o segredo do sucesso! Assistam!

Morgue Story: Sangue, Baiacu e Quadrinhos (2009)

É uma comédia de humor negro dirigida e escrita por Biscaia Filho. Originalmente é uma peça de teatro, que depois de várias temporadas com a casa cheia e com uma boa repercussão da crítica acaba sendo adaptada para o cinema. Apesar de filme ela traz todos os exageros característicos nas atuações de teatro, pois são os mesmos atores que estão nos dois suportes. A trama se passa em um necrotério e tem como personagens o responsável pelo local (o médico legista), uma quadrinista e um vendedor de seguros. Tem catalepsia, tem sangue, tem muitas referências a filmes clássicos de horror, tem diversão.

 Nunca se esqueçam, somente a cultura é transformadora!

toninhododiabo

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=azXYTHqwTtI

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge