Televisão

Boys Before Flowers

Baseado no mangá Hana Yori Dango de Yoko Kamio, Boys Before Flowers (ou Boys Over Flowers) é uma das novelas asiáticas mais famosas da Coreia. Com Lee Min HoKu Hye Sun e Kim Hyun Joong formando o triângulo amoroso principal, fica meio difícil acreditar que um romance bobinho desses pode ter muita coisa legal nas entrelinhas. Mas tem.

Existe uma linha (ou ponte, oceano, uma galáxia) que separa as pessoas ricas das pobres. A coisa é bem simples: ou você tem dinheiro, ou você não tem. E é nessa pirâmide hierárquica medieval que vive os personagens deste dorama. O núcleo rico é composto principalmente pelos Flower Four e seus familiares. Os F4, como são conhecidos, são estudantes da escola para pessoas ricas e milionárias de maior prestígio da Coreia, a Escola Shinhwa. Cada um deles é filho ou neto de uma figura muito importante do país. Como, por exemplo, Ji Hoo, neto de um ex-presidente. Yi Jung, filho de um dos ceramistas mais renomados e o mais jovem ceramista de seu tempo. Woo Bin, herdeiro de uma empresa milionária. E Gu Jun Pyo, o herdeiro de Shinhwa, uma empresa que gerencia basicamente todos os ramos que você pode imaginar. Desde escolas e faculdades à produção de aparelhos de celulares e etc. Juntos, esses quatro melhores amigos são o grupinho mais popular da escola e fora dela também. De algum modo meio absurdo, aparentemente toda a Coreia os conhece e os idolatra. As meninas morrem de amores por eles. Os meninos querem ser como eles.

E então existe Geum Jan Di. A moça pobre e honesta, porém esforçada e de personalidade gritante. Ela trabalha em dois empregos, além de estudar, para ajudar seus pais. Jan Di não tem muitas ambições, além de dar seu máximo ajudando àqueles que precisam dela e encontra na natação a válvula de escape para externar o estresse das preocupações. Não que queria, exatamente, se tornar uma nadadora profissional. Acho que este tipo de pensamento não passa pela cabeça de Jan Di.

Em uma situação peculiar, os dois mundos, de Jan Di e do F4, colidem. Enquanto Jan Di, a pedido de seu pai, vai a Escola Shinhwa para fazer a entrega de um uniforme, ela dá de cara com um estudante em cima de um dos prédios prestes a se matar. Aos gritos, ela chama a sua atenção e acaba o salvando. Por este feito, a boa moça acaba ganhando uma bolsa de estudos na Escola Shinhwa.

Uma menina simples em uma escola só para engomadinhos. Imaginem.

Só este plot já chamaria atenção de muitos. E confesso, foi o que me fez ter vontade de assistir. Mas existem muito mais detalhes e coisas acontecendo do que você imagina. A entrada da Jan Di na nova escola foi a contragosto. Apesar de ser uma ótima escola, ela sabia que seu temperamento não a permitiria gostar ou tolerar pessoas estúpidas e ignorantes, como os riquinhos dali pareciam ser. Ela estava certa, mas não poderia estar mais errada. Seu plano de passar pelo colegial invisível foi por água abaixo quando acaba arrumando uma briga com Jun Pyo para defender sua amiga. O problema é este: o F4 não é só um grupinho dos caras mais gatos e descolados; eles são também o tipo de pessoas que você deveria a todo o custo evitar problemas. Pois, uma vez que eles não vão com a sua cara, eles irão te caçar e fazer da sua vida um inferno. O bullyng que eles praticam nas pessoas é tão sério, que o motivo do menino ter tentado se matar, lá no começo, foi a perseguição imposta pelo F4. O negócio ali é sério.

Entretanto, o que não faltam nesses meninos arrogantes é daddy-issues, e é por isso que iremos nos apegar a eles ao longo da trama. Logo que Jun Pyo e Jan Di se conhecem, eles se odeiam apaixonadamente. Até que este ódio vira algo mais. Pelo menos da parte de Jun Pyo, já que Jan Di não é uma menina que se interessa por pessoas rebeldes. Ela cede, a princípio, aos encantos de Ji Hoo, o enigmático e quieto membro do F4, que parece saber exatamente quando ela precisa de ajuda.

Essa mistura de Orgulho e Preconceito, com Pigmaleão e Cinderella, faz de Boys Before Flowers uma trama imprevisível. Quando você acha que sabe exatamente onde a drama irá lhe guiar, um plot completamente diferente surge a sua frente. É instigante do começo ao fim, e com certeza irá lhe prender do episódio 1 ao 25. Os sentimentos de todos vão mudando, e até nos últimos momentos você não sabe realmente com quem Jan Di irá ficar.

E se você ainda está com dúvidas sobre assistir ou não este dorama, a resposta é única: assista. Pelas coisas boas e pelas ruins também. Você não vai achar os meninos do F4 lindos e maravilhosos à primeira vista, mas eles irão lhe conquistar mesmo assim. Dos figurinos exagerados, os cabelos esquisitos, as gritarias e o food porn aos plots sem noção, excesso de damsel in distress, personagens secundários ótimos sem aprofundamento, buracos no roteiro e etc. Tudo é lindo e tudo é dor.

Você pode assistir os 25 episódio dessa versão coreana pelo Drama Fever ou Netflix.

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply
    Patricia Moreira
    12/03/2015 at 5:19 pm

    Oi Thayná!
    Não sei se você já viu, mas eu gosto ainda mais da versão japonesa que chama “hana Yori Dango”. Já viu? Acho que é por ser mais fiel ela virou minha favorita entre todas as versões :)
    Bjs

    • Reply
      Thayná
      16/03/2015 at 10:27 am

      Tem o mesmo nome do mangá, né? Ainda não vi não! Porém, li algumas resenhas que falavam muito bem da versão taiwanesa também. :3 não sei se assistirei outras versões, demorei pra gostar do Lee Min Ho como Jun Pyo mas, uma vez que me apeguei, ele ficou marcado no papel, haha.
      Obrigada pelo comentário, Patricia!!! ^_^

  • Reply
    Rafaela
    09/05/2016 at 3:50 pm

    nossa, terminei BOF ontem, me destruiu esse dorama kkkkkk vou atrás das outras versões pra ver se sacia um pouco. Queria que trouxessem o mangá pra cá.

  • Reply
    Achados da Netflix #4 - Who's Thanny?
    09/09/2019 at 2:05 pm

    […] mangá que ganhou infinitas versões nas telinhas, nós até já chegamos a falar sobre a versão coreana aqui no WT. Dessa vez, a Netflix é quem foi responsável por adaptar para uma série (super longa) situada na […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge