Cinema

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) (2014)

Sabe quando o hype de alguma coisa te deixa cauteloso na hora de criar expectativas? Esse foi o caso com Birdman, mas ao contrário do esperado, foi um dos filmes mais originais feitos na última década.

O longa conta a história de Riggan (Michael Keaton™) um ator lidando com a falta de sucesso em sua carreira anos depois de ser um grande nome atuando como o famoso super-herói Birdman, e o acompanha na busca de conquistar seu triunfo na profissão através de uma peça na Broadway.

Seja uma filha em reabilitação, desacordos durante ensaios, separações ou um constante confronto do protagonista com uma crítica de teatro, a quantidade de contemplações de Riggan é enorme, e justifica a dificuldade que ele tem de se encontrar e reconhecer os efeitos de suas escolhas, mas no fim sempre procura, mais do que tudo, o perdão de sua filha e o sucesso de sua peça. Isso é demonstrado perfeitamente e colabora na criação de uma narrativa envolvente.

Por mais que tenha um roteiro simples, mostra uma trajetória bem mais profunda e complexa do que a premissa do filme apresenta – aproveita de cenas para mostrar em detalhes o trabalho de um ator, personagens intrigantes e um conjunto de atos que condizem integralmente com direção e fotografia; ambas escolhas intencionais e originais para a criação de um visual belíssimo.

“It’s a beautiful day. Forget about the Times… everyone else has. Come on. Stand up! So you’re not a great actor. Who cares? You’re much more than that. You tower over these other theater douchebags. You’re a movie star, man! You’re a global force! Don’t you get it? (…)”

Alejandro González Iñarritu (Babel, Biutiful e 21 Gramas), um dos favoritos para o prêmio de melhor diretor no Oscar 2015, utiliza planos de seguimento durante grande parte do filme, e dá a impressão de que ele leva um único take do começo ao fim, já que coloca poucos e discretos cortes, quase imperceptíveis, e usufrui de efeitos especiais para atribuir ainda mais elementos que contribuem para o caráter singular do longa.

A produção de qualidade também conta com atuações encantadoras de Michael Keaton, Edward Norton e Naomi Watts, além de um trabalho competente e eficiente de todo o elenco; a química entre eles garante uma experiência linda, se encaixando perfeitamente com conflitos e com o clima de uma produção teatral na tela de uma cinema. Birdman é inspirador e extremamente bem executado,  garante um bom tempo de reflexão depois de um final ambíguo após uma trama que contrasta fantasia e realidade desde seu início.

FICHA TÉCNICA


Título original: Birdman or (The Unexpected Virtue of Ignorance)
Direção: Alejandro González Iñárritu
Elenco: Michael Keaton, Emma Stone, Naomi Watts, Edward Norton, Zach Galifianakis, Andrea Riseborough, Amy Ryan
Roteiro: Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris e Armando Bo
Duração: 119 min.
País: EUA
Gênero: Drama, Comédia
Trailer: (x)
Classificação: ★★★★☆

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge