Literatura

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo, Benjamin Alire Sáenz

Lembra de quando você leu “As vantagens de ser invisível“? Lembre-se daquele momento, se apegue aos sentimentos daquele livro: é quase a mesma coisa com Aristotle and Dante.

(…) eu tinha aprendido a esconder meus sentimentos. Não, não foi assim, não precisei aprender. Nasci sabendo esconder o que sentia.

aristotle

Vocês provavelmente já sabem do que o livro se trata. Ele é a história do fechado Aristóteles, um adolescente descendente de mexicanos que, no verão de 87 conhece o solícito e alegre Dante, também mexicano, mas mais considerado um “mexicano fajuto”. Dante fascina Ari tanto quanto Ari fascina Dante e é este fascínio que aproxima os dois meninos, gerando um nível de conexão que Ari leva mais tempo para entender do que o outro.

Ele parecia tão feliz que cismei com isso, com sua capacidade de ser feliz. De onde vinha? Existia algum tipo de felicidade dentro de mim? Eu tinha medo dela?

É extremamente fácil de se relacionar com os personagens desse livro. Narrado no ponto de vista de Ari e escrito de maneira extremamente simples, você passa pelas páginas sem nem perceber e quando nota, lá se foram 150 páginas. Existe algo muito delicado na escrita de Alire Sáenz que torna Aristotle and Dante o tipo livro que entra em sua pele sem você tomar conhecimento. Quando menos espera, o leitor está prestes a chorar ou extremamente afetado por alguma reflexão do protagonista.

O introvertido Ari é uma dessas pessoas cujos sentimentos têm muita dificuldade em serem extrapolados pelos mais diversos motivos – um deles, como ele mesmo diz, é ter nascido assim. Todos somos Aristóteles, com seus medos e anseios, com a incompreensão de si próprio. E o que torna o livro de Benjamin tão importante não é o fato de que são dois garotos que descobrem que se amam amam, mas suas reflexões como pessoas.

Pensei em falar que a felicidade era difícil para mim. Mas acho que ela já sabia disso.

E, para ser sincera, eu estava pouco ligando para o sentimento entre os dois. O que mexeu comigo foram as reflexões feitas por Aristóteles e como elas refletiam as minhas próprias reflexões. O livro é tão absurdamente precioso em tantos aspectos que fica difícil colocar em palavras tantos sentimentos. Ele simplesmente é um desses – ao lado de Perks e Alaska e Frankie Landau-Banks e Fault – que você simplesmente tem que dizer: leia.

As palavras ficam diferentes quando passam a morar dentro de você.

Informações


Livro cedido para resenha.
Título: Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo
Autor: Benjamin Alire Sáenz
Tradução: Clemente Pereira
Editora/Selo: Seguinte
Nº de Páginas: 392
Edição: 1ª – 2014
ISBN: 9788565765350
Preço: R$36,50
Classificação: ★★★★½

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Gabi
    June 24, 2014 at 9:20 pm

    Eu posso estar irremediavelmente apaixonada por um livro que nem li?
    Claro que o fato de você colocá-lo no mesmo nível que Alaska – meu favorito – colaborou e muito para isso. Desde que vi o livro em inglês eu me apaixonei pelo que eu sabia que seria. Simplesmente sabia. Sua resenha só confirmou.

    Primeiro livro do ano que vai me fazer quebrar a promessa de não comprar livros ?
    Gabi recently posted..Sorteio: Todo tipo de amorMy Profile

  • Reply
    Camila Márcia
    June 25, 2014 at 9:45 am

    Ai, ai, ai

    Esse livro mexeu comigo absolutamente, achei uma forma delicada de colocar os sentimentos em palavras, mesmo quando são impossíveis traduzi-los.
    Ari e Dante é uma história de descoberta e amizade que é capaz de superar medos e dúvidas… criar um respeito e companheirismo. Fico arrepiada só em falar desse livro. Belo, singelo, Lindo e Pulsante!
    Camila Márcia recently posted..Lançamento 336#: O Dia Em Que b ApareceuMy Profile

  • Reply
    Thayná
    June 25, 2014 at 10:34 pm

    TOLD YA.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge