Literatura

Amor em Jogo, Simone Elkeles

Simone Elkeles é a mesma autora do elogiado Química Perfeita, que ainda não li, mas que os comentários sobre me fizeram criar expectativas para Amor em Jogo, primeiro livro da série Wild Cards, que apresenta um romance com várias referências a futebol americano.

amor_em_jogo_CAPA_alta

Após ser expulso do colégio interno, Derek Fitzpatrick não tem muita escolha a não ser ficar com sua madrasta, Brandi, e meio irmão, Julian, já que o pai foi convocado pela marinha. Sendo que ele não esperava ter que deixar Califórnia e seus amigos para trás rumo à cidade natal de Brandi, Chicago, e se envolver com mais um drama familiar.

Ashtyn Parker é uma garota forte, e que só é assim, porque a vida foi dura com ela. Acostumada a ser abandonada por àqueles que ama, ela não se importa em desenvolver nenhum tipo de relacionamento quando Brandi volta pra casa após 10 anos, com um filho e um enteado. Porém, não se relacionar com Derek parece ser um pouco complicado…

No meu quarto, eu me pergunto se Derek tem namorada e imagino como ela deve ser. Não que eu me importe. Na verdade, sinto pena da garota que tem que lidar com um cara tão sarcástico, tão metido a espertinho e tão bonito.

Sim, temos mais um new adult de badboy e garota certinha para alegria de uns e tristeza de outros, com direito à paixão instantânea, que ambos negam até o fim e um cara idiota que quer atrapalhar tudo. Mas ok, vou controlar os spoilers para dizer que criei expectativas demais para um romance que ao meu ver, não teve nenhum diferencial significativo. Me senti assistindo um filme na sessão da tarde (aliás, adoraria que a história fosse adaptada para a telona).

A narrativa de Simone Elkeles é rápida, com vários diálogos, capítulos que alternam os pontos de vista entre Derek e Ashtyn, o que torna a leitura gostosa. Há vários personagens secundários que até são carismáticos, mas não me senti íntima deles, faltou um aprofundamento. No entanto, curti o desenvolvimento dos protagonistas e como algumas coisas citadas no início foram explicadas do meio para o fim.

A personalidade da protagonista despertou minha atenção. Ela é uma garota durona, que joga futebol americano e sabe se virar sozinha, ela tem foco e luta para conseguir o que quer. Mas claro que c e r t a s pessoas não acham que isso seja o perfil de uma garota “normal”, então prepare-se para ler frases machistas como “Você é lésbica?“, “Ela é um machinho“, vindas muitas vezes por membros da própria família. Ashtyn luta para ser tratada com igualdade no campo e ser aceita do jeitinho que ela é.

“Estou devastada. E chocada. E louca e machucada. Mas não sou uma diva que precisa ser resgatada…”

O romance de Ashtyn e Derek na maior parte do livro fica nessa coisa de amo/odeio e é até divertido, pois apesar de prometerem ficar longe um do outro, eles não conseguem. Amor em Jogo é um desses romances de leitura rápida, que indico para quem busca entretenimento nessas férias.

informações

Cortesia da editora para resenha.
Título: Amor em Jogo
Autor: Simone Elkeles
Tradutor: Santiago Nazarian
Número de Páginas: 360
Edição: 1ª – 2014
ISBN: 9788525057549
Editora: Globo Livros
Preço: R$29,90 (Compre aqui)
Classificação: ★★★☆☆

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    nuno almeida
    18/10/2017 at 1:38 pm

    Ótimo contiudo gostei muito
    Parabéns

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge