Coluna

Álbuns de fossa

O que Kanye West, Rihanna, Miley Cyrus, Adele, Amy Whinehouse, Bon Iver e Tegan and Sara têm em comum? Dor de cotovelo. E álbuns de fossa de arrasar.

Nossa equipe se reuniu para separar alguns dos álbuns de fossa que mais impactaram a música nos últimos anos. São álbuns criados e lançados após separações que causaram reboliço não só no público, mas que se provaram ponto de virada na vida dos artistas. Está preparado?

My beautiful dark twisted fantasy

Kanye West albuns de fossa

Antes de Kim recolher os pedacinhos, o coração de Kanye West (que já era uma ferida aberta desde 808s & Heartbreak) sofreu algumas sérias punhaladas depois do fim do relacionamento com Amber Rose. Não dá para reclamar muito, já que tal acontecimento nos proporcionou um trabalho artístico surpreendente, poderoso e incrível. My beautiful dark twisted fantasy fala da dor desse amor e como é trabalhoso terminar um relacionamento em que se investiu tanto. O desumilde Kanye deu ao mundo uma obra prima – desde sua arte conceitual, até a estruturação e ideologia dos vídeos e performances. Inclusive, é o único álbum de Yee que fiz questão de ter. Claro que o que veio depois tem grande qualidade (s2 Watch the throne s2), mas nada é tão brilhante quanto MBDTF, como as primeiras linhas de POWER fazem questão de anunciar.

I’m living in the 21st century doin’ something mean to it
Do it better then anybody you ever seen do it

Bangerz

Miley Cyrus albuns de fossa

Ok, todo mundo sabe que Bangerz é o álbum que despirocou mudou os rumos da carreira de Miley Cyrus, mas antes de criticar a postura adotada pela cantora, pare um pouquinho para apreciar um dos álbuns mais legais de 2013. Embora tenha uma estética visual alegre, divertida e irreverente, as letras da canções de Bangerz falam sobre corações partidos, amor próprio e FEMINISMO! É sobre o empoderamento da mulher, que não precisa ter um homem ao seu lado pra ser feliz! Viva, viva Miley (que tinha levado um pé na bunda do Liam Hemsworth, que por mais bonito que seja, não deve ser o motivo de viver de alguém)!

Rated R

Rihanna álbuns de fossa

2009 foi um ano… complicado para nossa menina Rihanna. Na véspera de seu 21° aniversário, estando no auge de sua carreira, ela foi espancada pelo então namorado Criminoso Chris Brown porque ele ficou oh tão ofendido ao ser confrontado por acusações de traição. Nós todos conhecemos essa história bem de mais (e nós todos ficamos indignados quando eles colocaram as diferenças de lado por um tempo até entenderem que as coisas não seram tão simples assim, mas vamos nos manter em 2009 um pouco mais). Era ansiado, mas duvidado que Rihanna pudesse sacudir a poeira e dar a volta por cima. Para nossa alegria – e surpresa -, meses depois ela voltou a aparecer, no clipe “Paranoid” de Kanye West, em “Run This Town” com Yee e Jay-Z e em estúdio, gravando um novo álbum. A inesperada (em todos os aspectos) faixa Russian Roullete ditou o tom de Rated R, um álbum que poderia ter sido completamente diferente – e provavelmente não tão profundo – se tornou um marco na carreira de RiRi. A menina boa já tinha passado por todas as etapas para verdadeiramente se tornar má e a premissa da faixa título do álbum anterior (“Once we gone, best believe we’re gone forever“) se provou muito mais que real.

Back to Black

Amy Winehouse álbuns de fossa

We only said goodbye with words, I died a hundred times, you go back to her and I go back to CHORAR A VIDA LARGADA NA SARJETA. Ok, controle. Back To Black é o segundo álbum da britânica Amy Winehouse, cheio de músicas que doem no fundo do coração, tanto pelas letras singelas de suas composições quanto pela sua intérprete original (sim, eu sei que você fica por ai cantando tá). Rehab, Back To Black, You Know I’m No Good, Tears Dry On Their Own são algumas músicas presentes nesse álbum e que juntamente com a amada Amy continuarão para sempre em nossos corações. E fossa. E naquele último volume da berração chorosa.

For Emma, forever ago

Bon Iver álbuns de fossa

O ÁLBUM MAIS TRISTE DA HISTÓRIA! É assim que eu gosto de apresentar esse álbum master piece pros meus amigos que ainda não o conhecem (por-fucking-que?!). Ok, ok, focando na apresentação de verdade… Bon Iver é uma banda norte-americana criada por Justin Vernon, em 2007, depois que sua banda anterior, DeYarmond Edison, acabou. Sem banda, tendo levado um pé na bunda da namorada e com um dignóstico de mononucleose, Justin se isolou por três meses na cidade de Medford, Wisconsin, e desse momento depressivo de sua vida nasceu o primeiro álbum da nova banda, For Emma, Forever Ago. As emoções que afloram ao ouvir o álbum são inúmeras e cada ouvinte responde de uma maneira aos arranjos da guitarra e à voz melancólica de Vernon. O álbum é curto, com apenas 9 faixas, mas que são melhores do que qualquer pote de sorvete para curar um pé na bunda. Ou piorar a situação, hahahahahahaha. Destaque especial (porque a música mora no meu black little heart) para Skinny Love Flume.

21

Adele álbuns de fossa

Talvez este nem precisasse ser realmente comentado, afinal para qualquer lugar que você corra nossa queridíssima Adele estará atrás de você dizendo que vocês poderiam ter tudo. Lançado em Janeiro de 2011, o álbum despontou nas paradas de sucesso com nada mais nada menos que Rolling In The Deep, ficando em primeiro lugar nas paradas do Reino Unido. E, obviamente este não é o único single que você sabe cantar mesmo não gostando, Someone Like You e Set Fire To The Rain estão bem ali do lado. Indicada a 6 Grammys e levando todos (cof cof sambou cof cof), 21 é aquele simples álbum cheio de músicas para o deleite da dor de corno. Afinal NEVER MIND I WILL FIND SOMEONE LIKE YOOOOOOOOOOU *cries*

The Con

Tegan and Sara álbuns de fossa

Maybe I would have been something you’d be good at, maybe you would have been something I’d be good at, but now we’ll never know…O quinto álbum da dupla canadense foi escrito num momento de fossa para as duas integrantes, então nada melhor do que colocá-lo nessa lista (sofrimento em dobro). As duas lidavam com problemas e fins de relacionamento, encaixaram um pouco de questões sobre envelhecer e *bOOM*, temos a receita pronta pra músicas que nos vão fazer chorar. Felizmente muitas das músicas tem melodias mais animadas, então se você é daqueles que não presta atenção nas letras, pode ouvir sem medo. O álbum é viciante, mesmo pra quem não está no momento de fossa e  mergulhando em mais tristeza, faixas como The Con, Back in Your Head e Nineteen funcionam pra qualquer situação.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge