News

AGORA VAI! Saíram os indicados ao Oscar 2014!

Por Ells e Sam

Não tivemos muito tempo para recuperar as alegrias e tristezas do Globo de Ouro (cujos resultados você pode ler aqui), pois a Academy of Motion Picture Arts and Sciences, ou só Academia, para os íntimos, revelou os indicados ao prêmio mais importante do cinema mundial, também conhecido como Oscar, e com eles já temos alegrias e tristezas acerca do povo que pode ou não levar um homem nu dourado para casa. Aquele homem nu que o Leonardo DiCaprio sonha em ter, aham.

Vamos começar com a tristeza dos ignorados? VAMOS! Pois Rush – No Limite da Emoção foi completamente esnobado na premiação inteira. O que é um total absurdo, visto que esse foi um dos melhores filmes do ano passado, assim como o filme Os Suspeitos. Além disso, Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum, dos irmãos Coen, só conseguiu 2 indicações, e na parte técnica, o que é um choque porque irmãos Coen. Justiça nos Oscars: ERROR 404 NOT FOUND.

Enfim, os indicados a Melhor Filme foram Trapaça, Capitão Phillips, Clube de Compras Dallas, Gravidade, Ela, Nebraska, Philomena, 12 Anos de Escravidão e O Lobo de Wall Street. Não tem Rush ali no meio, olha que tristeza nessa vida. Mas devo apontar que, por algum milagre, as traduções dos nomes dos indicados não estão horrendas esse ano, visto que nenhum me fez querer morrer, então parabéns a todos os envolvidos.

Em melhor ator principal, a única surpresa foi Tom Hanks ser ignorado; os indicados foram Christian Bale (por Trapaça), Bruce Dern (por Nebraska), Leonardo Dicaprio (por O Lobo de Wall Street), Chiwetel Ejiofor (por 12 Anos de Escravidão) e Matthew McConaughey (por Clube de Compras Dallas). A Academia mostrou de novo o quanto gosta de considerar atores que perdem ou ganham muito peso para um papel.

Melhor atriz principal traz as duas ganhadoras do Globo de Ouro, Cate Blanchett (por Blue Jasmine) e Amy Adams (por Trapaça), e deixa de lado Emma Thompson, Greta Gerwig e Kate Winslet. As outras indicadas foram Meryl Streep (por Álbum de Família), Judi Dench (por Philomena) e Sandra Bullock (por Gravidade).

E na parte de coadjuvantes… Bem. Os moços indicados foram Barkhad Abdi (por seu primeiro trabalho como ator em Capitão Phillips), Bradley Cooper, pelo segundo ano consecutivo (dessa vez por Trapaça), Michael Fassbender (FINALMENTE! Por 12 Anos de Escravidão), Jared Leto (sambando lindamente em Clube de Compras Dallas), e Jonah Hill (O Lobo de Wall Street). Agora, a gente sabe que cada nome ali tem seu mérito, mas a falta de um certo Daniel Brühl, de um certo filme chamado Rush me espanta e me revolta. Sério, gente? Sério mesmo? Sem Daniel? SÉRIO? *joga tudo pro alto e se retira da sala por não saber lidar com esse ódio da Academia por atores gringos* Na parte das moças coadjuvantes temos Sally Hawkins (por Blue Jasmine), Julia Roberts (por Álbum de Família), Lupita Nyong’o (por 12 Anos de Escravidão), Jennifer Lawrence (por Trapaça) e June Squibb (por Nebraska).

Na categoria de melhor diretor, menos surpresas ainda: Alfonso Cuarón (por Gravidade), o fantástico Steve McQueen (por 12 Anos de Escravidão), Martin Scorsese (por O Lobo de Wall Street), Alexander Payne (por Nebraska) e David O. Russell, o diretor mais superestimado dos últimos anos (por Trapaça). Aqui fica minha eterna tristeza ao ver Paul Greengrass, de Capitão Phillips, fora da lista, assim como Spike Jonze, de Ela.

Melhor roteiro original começa com o novo amor de nossas vidas, Spike Jonze (aka lindo maravilhoso fofo e simpático) por Ela, Eric Warren Singer e David O Russell (por Trapaça), Woody Allen (por Blue Jasmine), Craig Borten e Melisa Wallack (por Clube de Compras Dallas) e Bob Nelson (por Nebraska).

Já em Melhor Trilha Sonora Original temos outra pessoa incrível ignorada, e esta é o compositor Hans Zimmer. O homem fez trilhas incríveis em 2013 (e na vida inteira, mas isso não vem ao caso), como Homem de Aço, 12 Anos de Escravidão e (OLHA SÓ!) Rush – No Limite de Emoção. Aparentemente não foi bom o suficiente para a Academia, aqueles fofos. A maioria dos que receberam reconhecimento nessa edição já foram anteriormente indicados, e outros não são tão conhecidos assim. A galera toda foi: Steven Price (Gravidade), William Butler e Andy Koyama (Ela), Alexandre Desplat (Philomena), Thomas Newman (Walt nos Bastidores de Mary Poppins), e pela 335352313535 vez, John Williams (A Menina que Roubava Livros).

E quem diria que teria algo do que reclamar na categoria de Melhores Efeitos Visuais? Mas tem, ô, se tem. E o maior ignorado se chama Círculo de Fogo, sabe? Pois é. Não é exagero dizer que os indicados apanham fácil, fácil do longa de robôs de Guillermo Del Toro. Claro que Pacific Rim merecia indicações em outras categorias técnicas, inclusive na de melhor trilha original, mas é nos efeitos que mais se destaca e em efeitos deveria ter sido reconhecido. Isso sem falar em Homem de Aço, que dá de 10 a 0 em metade dos filmes desta categoria. Enfim, os indicados foram Gravidade, O Hobbit: A Desolação de Smaug, Homem de Ferro 3, O Cavaleiro Solitário e Além da Escuridão: Star Trek.

Quer ver a lista inteira de indicados? VEM! Quais são suas apostas, heim? O Oscar acontece no dia 2 de março e será apresentado por Ellen DeGeneres, então ainda dá tempo de maratonar os filmes indicados, então CORRE! 

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Wilson
    28/01/2014 at 12:47 pm

    Vai rolar bolao esse ano?

    • Reply
      Byzinha
      30/01/2014 at 4:39 pm

      Stay tunned.

    Leave a Reply

    CommentLuv badge