Cinema

A Rede Social (2010)

Por Paulo Ricardo

Quem é que não tem algum perfil em uma rede social? Seja no Facebook, Twitter, My Space, Orkut. Você já pensou na pessoa que criou essa rede social? Quem ele é, como teve a idéia? O que aconteceu com ele? Como ele está hoje? O filme A Rede Social (The Social Network), dirigido por David Fincher mostra exatamente isso, nos apresentando a forma como foi criado o Facebook, a vida do criador, e tudo o que aconteceu na vida dele para, hoje, ele ser bilionário mais jovem do mundo.

Mark Zuckerberg foi o criador do Facebook, que no filme, é interpretado pelo excelente ator Jesse Eisenberg. Mark “criou” o Facebook em 2003, na universidade de Harvard. Tudo começou quando ele leva um fora da namorada, e decide criar um site para as pessoas votarem em qual garota é a mais bonita. O site teve um acesso muito alto, causando problemas para ele na universidade; mas também chamou a atenção dos irmãos gêmeos Winklevoss, que o convidou para criar um site de relacionamentos dentro do campus. Mark aceitou a proposta, mas não falou mais com nenhum deles, e criou o Facebook, primeiramente chamado de “THE FACEBOOK”, junto com seu melhor amigo, Eduardo Saaverin, interpretado pelo futuro homem aranha, Andrew Garfield. Com o lançamento do Facebook e com todo o sucesso que o site fez, os irmãos entraram com um processo contra Mark. Mas não foram só eles que entraram com um processo, e sim também o próprio Eduardo, melhor amigo de Mark. E no filme, é mostrado todo esse processo e tudo o que aconteceu devido à criação do Facebook.

A Rede Social conquistou os críticos dos EUA, e a atuação de Jesse Eisenberg pode lhe dar uma indicação ao Oscar. Não é para menos. Ele se mostra uma pessoa fria, calculista, ambiciosa, sem medo dos processos e de ninguém, mas que no fundo, ele se sente arrependido, mas não demonstra, e nem tem como voltar atrás. O filme não se torna chato em nenhum momento, e a história da criação do Facebook é muito mais interessante do que você pensa. Nela temos, processos, festas, drogas, sexo, vilões e mocinhos, mas que não se pode ter tanta certeza de quem é o vilão e quem é o mocinho. Mas se Mark roubou a idéia dos dois irmãos, ele está errado, certo? Pode até ser, mas ele criou o Facebook para se expandir fora do campus; já a idéia dos irmãos era fazer isso, mas dentro do campus. Então? Quem é que está errado? E a atuação de Jesse Eisenberg é tão perfeita que faz a gente dar razão para ele.

Falando em atuação, não foi só a de Eisenberg que ganhou destaque. A de Andrew Garfield que interpreta o melhor amigo de Mark, e a do cantor Justin Timberlake, que interpreta Sean Parker, que criou uma rede de downloads super famosa, a Napster, que foi a primeira que sofreu processos sobre direitos autorais. Os diálogos dos personagens são rápidos e atrapalham um pouco aqueles que lêem mais devagar nas legendas; mas aos poucos dá para se acostumar. A linha narrativa do filme se mistura no presente, quando Mark está com os dois processos contra ele, e no passado, mostrando desde o primeiro dia que ele começou a planejar o Facebook; e isso torna o filme mais agitado, com mais história e acontecimentos.

E não para por ai. A Rede Social é muito mais do que um simples filme sobre a criação do Facebook; o longa mostra uma história de amizade destruída por dinheiro, ambição, insegurança, caráter e fama, que ganha repercussão até hoje. A Rede Social é um excelente filme e nos passa uma lição de vida: tudo na vida, tem um preço.

FICHA TÉCNICA

Captura de Tela 2015-04-12 às 21.00.20Título original: The Social Network
Direção: David Fincher
Elenco: Jesse Eisenberg, Andrew Garfield, Justin Timberlake.
Roteiro: Aaron Sorkin, Ben Mezrich.
Duração: 120 minutos.
País: EUA
Gênero: Biografia, Drama.
Trailer: (x)
Classificação: ★★★★★

 

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge