Literatura

A Grande Criação de Nicolas, Dennis Vinicius

Por Byzinha

Nessa semana de homenagem a tudo que é da nossa terrinha verde e amarela, trago a vocês um dos livros que Thanny e eu compramos na Bienal SP após sermos convencidas por um colega do autor sem saber que ele era colega do autor (boa estratégia, cara, de verdade).

A Grande Criação de Nicolas conta a história de Nicolas (you don’t say), um garoto de 16 anos que gosta de criar personagens e histórias em quadrinhos. Ele sempre desenhou, mas foi após um acidente de carro que matou seu irmão mais velho e outros quatro amigos que Nicolas mergulhou de cabeça na história do Fantasma Vingador, um personagem morto injustamente que foi escolhido pela morte para vingar mortes injustas.

Nic, que também estava no carro naquela noite e foi o único sobrevivente, sofre de dores de cabeça absurdas devido a um filete de metal que transpôs seu cérebro. No esforço para se reestruturar, o cérebro do garoto acaba se “sobrecarregando”. Lembram daquele papo de que o cérebro humano só usa 10% de sua capacidade? O de Nicolas usava 45% – o que pode ser tanto maravilhoso quanto perigoso.

Como se isso não fosse suficiente, começam a surgir casos na cidade de um vingador mascarado correndo atrás de bandidos. E esse tal justiceiro se veste como o Fantasma Vingador. O único problema? Nicolas nunca tinha mostrado seu desenho para ninguém além de sua mãe e seus dois melhores amigos Diego e Tamires (e para o pai de Diego também). Quem seria essa pessoa agindo como o personagem dele por aí, exatamente igual, inclusive nos poderes?

Esse livro é uma delicia de ler. Dennis fez uma narração fluida que acontece nas ruas de São Paulo. Nicolas é um protagonista simpático, fácil de relacionar. Ele conseguiu retratar muito bem um adolescente perturbado pela ausência do irmão, que ainda sofre muito e sente muitas saudades – assim como a mãe e Tamires, que namorava o irmão dele na época. Nós também temos backstories muito fortes e bem escritas para todos os personagens, o que é algo notável. Eu só tinha visto isso antes dessa forma em Millennium (Stieg Larsson).

Se há um conselho a ser dito que aprendi em minha experiência de milênios é: ame. Sofra, chore e ame de novo se for possível. Só os que amaram se sentem livres ao meu toque. O amor vocês, humanos, carregam comigo. É como um balão de hélio: deixa-os leves. Ele os torna superiores, tranquilos e vivos, sim, vivos do lado de cá. O amor tem poder de mover mundos, o meu, e principalmente, o de vocês.

É a terceira vez que eu vejo um livro narrado pela morte. (O primeiro é meu livro favorito no universo “A Menina que Roubava Livros”, se você não leu, não sei o que está esperando; e o segundo é um da Ju Giacobelli que ela ainda vai lançar a qualquer momento, aguardem~~). A Morte de Dennis (?) é bem emocional e conta a história de Nicolas porque ficou intrigada com o garoto, como a de TBT fica intrigada com Liesel Meminger. A história é leve, mas emotiva, rendendo algumas lágrimas de vez em quando, quem nunca?

Eu só tenho três reclamações. 1) Não que isso realmente fosse um problema, a história tem tanta ação que a gente até releva, mas muitos pontos foram previsíveis. O plano final do bandido não, mas teve alguns momentos que eu “Tá, mas isso eu já sabia, e aí?”. Pode até ser um bom sinal, que o autor conduz bem o leitor, mas eu gosto de uns efeitos surpresa. 2) LLYR, VAMOS REPENSAR ESSA DIAGRAMAÇÃO, NÉ? A capa é linda, o esquema e fontes dos capítulos é bem legal, mas pelo amor de Deus a folha é MUITO GROSSA. Ficava horrível de folhear e meu livro “quebrou”, vejam (só vejam, não leiam, tem spoiler):

3 e último) Ele fala que a mãe do Nicolas fez direito na Unicamp. Eu acho que esse foi o mais grosseiro, porque NÃO TEM DIREITO NA UNICAMP!!! Tem direito na Facamp, que é a porção particular da Unicamp, mas não é a Unicamp, então eu achei isso tipaçim, muito fail. Quero dizer, todo mundo de São Paulo sabe que se você quiser fazer direito numa faculdade pública, você vai ter que ir pra USP. Então essa uma linha no livro inteiro me incomodou um bocado.

Fora esses meu detalhes de gente chata (tirando a diagramação do livro, isso foi mancada da própria editora, vamos repensar), o livro é bem legal e eu recomendo bastante!

Informações

Título: A Grande Criação de Nicolas
Autor: Dennis Vinicius
Número de Páginas: 290
Edição: 1ª – 2011
Editora: Llyr Editorial
Preço: R$39,00
Classificação: ★★★★☆

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply
    Mariana Paixão
    03/09/2012 at 10:40 pm

    Tenho o livro, comprei pela capa, nunca tinha lido nada sobre ele!
    E adorei a história pela sua resenha! ^^
    Mariana Paixão recently posted..Essa coisa de New Adult.My Profile

  • Reply
    Sam
    03/09/2012 at 10:51 pm

    Que daora o marketing mascarado do amigo do cara lol E, putz, folha grossa é problema de vida, não sei a razão de tanta insistência em usá-las, argh. Mas, hey, que livro interessante! Ainda não li A Menina que Roubava Livros (apesar de ter roubado o da Priscila só pra que eu pudesse ficar encarando), então não tenho ideia de como é uma narrativa feita pela ~~Morte, mas soa bem bacana.
    ALSO to morrendo de inveja de vocês que foram na bienal e fizeram a festa com os livros :( Vou começar a minha vaquinha desde agora pra fazer a rapa na do Rio ano que vem. ~~aquelas

  • Reply
    Ceile
    04/09/2012 at 2:10 pm

    Agora tudo faz sentido… A CRIAÇÃO de Nicolas. Tipo… UAU! Sério, estava imaginando todo um clima estilo A Invenção de Hugo Cabret hahahahaaha

    Tem um filme que fala sobre o cara que usa mais do cérebro e é muito perigoso e talz…

    Acho que eu iria chorar com a parte do irmão dele, né?
    Bem, estou curiosa pra ler… E, sim, também me incomodaria com um Direito na Unicamp, pq não cola.

    Beijos!
    Ceile recently posted..As Confissões de Laura Lucy – Fernanda SaadsMy Profile

  • Reply
    Raíssa
    04/09/2012 at 4:43 pm

    Nossa adorei a história! Me lembrou um pouco “Além da Imaginação”, hahaha! XD~ A capa é linda mesmo, mas realmente a folha deve ser muito grossa pro livro começar a desmanchar assim… :/

    É direito na unicamp… Só se não for a unicamp daqui, de outro país… AQUELAS!

    adorei a resenha! :) Bjs bjs!
    Raíssa recently posted..Doctor Who: Confiram os novos pôsteres e a Websérie "Pond Life"My Profile

  • Reply
    jeniffer haddad
    05/09/2012 at 12:28 am

    Gente, adorei a história! Nunca tinha ouvido falar sobre ele ‘-‘
    Narrado pela morte, mano…deve ser muito bbom!

  • Reply
    Breno Rodrigues
    05/09/2012 at 9:03 pm

    Noss! Agora que me dei conta do tempo que tenho esse livro aqui, sem ler. Desde a bienal daqui de PE (2011). rsrsrs…
    Bom, já tinha lido críticas positivas a respeito da obra. Agora fiquei com mais vontade de adiantar a leitura da obra. *-*

    Bjão
    Breno Rodrigues recently posted..Resultado: "Agosto no gosto dos leitores com os #blogueirosPE"My Profile

  • Reply
    Who's thanny? » Arquivo » Pense melhor antes de pensar, Renata Dembogurski
    09/10/2014 at 12:16 pm

    […] aleatória um autor nacional que está com seu livro recém lançado. Em 2012, foi Marcelo Amaral e Dennis Vinicius, mas dessa vez foi a simpática Renata Dembogurski quem nos […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge