Cinema

A Arte da Conquista (2011)

Lembra daquele post sobre como estão os astros mirins da nossa infância? A Byzinha colocou os olhos no Freddie Highmore e resolveu pesquisar sobre os novos trabalhos dele, já que Em Busca da Terra do Nunca é um dos preferidos dela e foi aí que ela descobriu o novo filme “A Arte da Conquista” (The Art of Getting By) com a Emma Roberts. Eu surtei por causa dela e a By por causa dele. Então assistimos o filme assim que lançou, meses atrás e como ele só estreia hoje nos cinemas nacionais, decidimos fazer uma review dupla para vocês :D

Desde o início dos tempos, algo perto de 110 bilhões de humanos nasceram neste mundo. E nenhum deles chegou lá. Há 6,8 bilhões de pessoas neste planeta. Cerca de 60 milhões morrem por ano. 60 milhões de pessoas. Isso dá aproximadamente 160 mil por dia. Eu li essa frase quando era criança, “Vivemos sozinhos, morremos sozinhos. Todo o resto é apenas uma ilusão.” Serve para me manter acordado à noite. Todos nós morremos sozinhos. Por que devo passar minha vida trabalhando, suando e lutando? Por uma ilusão? Porque nenhuma quantidade de amigos, nenhuma garota, nenhuma tarefa de conjugar o mais-que-perfeito ou determinar a raiz quadrada da hipotenusa, me ajudará a evitar meu destino. Tenho coisas melhores para fazer com o meu tempo.

A partir dessa citação de George, podemos entender como ele é indiferente as coisas que não o interessam. Ele tem um lado artístico e passa a maior parte do tempo rabiscando seus livros e cadernos. Sally é quase um fantasma de Noelle, do filme It’s a Kind Funny Story, que ironicamente também é interpretada pela Emma Roberts. A garota tem aquele ar cool, é bonita e popular. E meio que vai ajudar o George a sair da bolha em que ele vive. Nele, ela encontra um amigo e ele acaba desejando mais que isso.

Ser colocado na friendzone não é tão legal quando se está apaixonado. Isso porque para completar ainda tem o Dustin, um aspirante a artista que se torna o mentor de George. E ao contrário de George, ele é bem mais descolado. Não preciso dizer quem vai sair magoado nessa história, certo?

– Não tenho ideia do que estou fazendo aqui.
– Acho que ninguém tem ideia, George. Pelo menos você admite.

Mas o filme não é um clichê bobo com um triângulo amoroso. Ele vai além, nos faz pensar sobre o que estamos fazendo com nossa vida, trazendo diálogos bastante interessantes e bem desenvolvidos que são totalmente quotáveis.

Em algum momento você irá se identificar com o George e você irá torcer por ele, porque, com certeza você já deve ter passado por isso. Tiro meu chapéu para o Freddie Highmore, pois todo o destaque do filme é sua excelente atuação. Ele convence e emociona. Nas duas vezes que assisti ao filme, chorei como um bebê no final.

By

Um dos fatores mais marcantes da história é Nova Iorque. Tanto a fotografia quanto a trilha sonora são baseados na cidade. Em entrevista (ou um making of, não lembro agora), foi dito que ideia do filme era fazer de NYC mais um personagem e isso foi executado com maestria. NYC está em tudo que eles fazem, os footage são lindos e não tem como você não se apaixonar logo nos primeiros dez minutos de filme.

O enredo é muito divertido e merecia ser um livro. Fiquei chatiada~~ de saber que não havia um livro por trás, porque eu iria me deliciar, como fiz com It’s Kind of a Funny Story (como Thanny disse, alá Emma Roberts interpretando namorada de artista de novo). George tem um humor ácido que é minha parte favorita no filme. E a inocência da amizade deles, e o medo que eles têm desse relacionamento é tão sensível e tão verdadeiro que dá gosto de assistir.

O filme não se estende muito e isso pode dar a impressão de que ele é curto de mais, mas esse não é um problema tão grande, em minha opinião. O fato de ser uma história objetiva, o humor sagaz e a delicadeza dos relacionamentos – sejam eles de amizade ou em família – são o que fazem diferença e são o que eu mais gostei. (atenção especial para o relacionamento dos nossos protagonistas com suas respectivas mães)

Ao contrário da Thanny, não chorei assistindo, nem achei motivos para chorar. Mas o filme me conquistou de uma forma que eu jamais achei que me conquistaria (mesmo eu amando o Freddie). O último filme que teve esse efeito em mim foi Super 8.

Se ele entrar em cartaz na sua cidade, aconselho você a ir ~~avuando assistir.  Se não, dê um jeito de ver o filme mesmo assim. Totalmente vale a pena.

Ficha técnica

Diretor: Gavin Wiesen
Elenco: Freddie Highmore, Emma Roberts, Sasha Spielberg, Marcus Carl Franklin, Ann Dowd, Maya Ri Sanchez, Blair Underwood, Ann Harada, Rita Wilson, Jarlath Conroy
Produção: Kara Baker, P. Jennifer Dana, Darren Goldberg, Gia Walsh
Roteiro: Gavin Wiesen
Fotografia: Ben Kutchins
Trilha Sonora: Alec Puro
Duração: 84 minutos
País: EUA
Gênero: Drama
Classificação: ★★★★½

 

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply
    Vanessa Luana
    15/06/2012 at 6:14 pm

    Nossa, como o Freddie Highmore cresceu! /omg Até hoje eu só assisti dois filmes com ele: Em Busca da Terra do nunca e A Fantástica Fábrica de Chocolate. Vou ver se eu encontro este filme em algum lugar aqui da minha cidade! /smile

  • Reply
    Lygia
    15/06/2012 at 10:26 pm

    Nunca tinha escutado falar nesse filme…parece ser bem do estilo B, no sentido de não ser mais do mesmo! =D

    Recomendação anotada!

    Bjs.
    Lygia recently posted..[Resenha] Contos de Aprendiz – Carlos Drummond de AndradeMy Profile

  • Reply
    Jessica Moura
    15/06/2012 at 10:26 pm

    Nossa como esse menino está grande! Não tinha noção de que tinha passado tanto tempo assim. Já a menina eu tinha noção (vi filmes atuais com ela) parecer ser um filme muito bom. Vai entrar pra minha with list.. ahah mais um pra coleção. /blink

  • Reply
    Gabi
    15/06/2012 at 10:30 pm

    Ahh eu também adoro a Emma *-*
    Acho que ouvi falar desse filme, não tenho certeza, mas o nome soa familiar. Parece interessante, gosto de filmes com significado, algo um pouco além do entretenimento puro. E o filme parece encantador.

    Ótima dica ;)
    Beijitos
    Gabi recently posted..Mailbox #20My Profile

  • Reply
    Ana Beatriz
    15/06/2012 at 10:31 pm

    Eu já tinha assistido ao filme nas férias e adorei, primeiramente queria muito ver pela Emma Roberts, que só faz longas bons. E o Freddie atua bem demais! Os dois se saíram muito bem em cena juntos e a citação inicial do filme já virou quase um clássico para quem assistiu.
    Como sempre, resenhas de ótima qualidade.
    Um beijo!
    Ana Beatriz recently posted..Covers da semanaMy Profile

  • Reply
    Wallace Carvalho
    15/06/2012 at 10:42 pm

    Nossa, parece ser muito bom!
    infelizmente parece que não vai passar aqui na minha cidade, mas assim que der vou alugar o DVD.
    Sua review ficou ótima, muito detalhada!

    Wallace
    Wallace Carvalho recently posted..Eles são tão grudados que poderiam ser um só. Mas a regra não deixa.My Profile

  • Reply
    Axwell Godoi
    16/06/2012 at 2:03 am

    Adorei, amei, apaixonei
    quero ver este filme, não saiu nos cinemas aqui não (pelo que eu sei)
    gostei bastante do estilo do filme.
    Quero saber em que lado fico, se choro como a Thanny ou se não choro como a By.
    Adoro filmes assim, vou até procurar saber mais dele agora mesmo
    ^^
    /smile
    Axwell Godoi recently posted..RESENHA: MarinaMy Profile

  • Reply
    May
    16/06/2012 at 11:16 am

    A Resenha de vocês me encantou tanto que eu estou indo AGORA baixar o filme para ver nesse final de semana!

    Beijinhos,
    May ;*

  • Reply
    Babi Lorentz
    16/06/2012 at 2:25 pm

    Eu já tinha ouvido falar sobre este filme e até que tinha me animado pra assistir, mas ainda continuo com aquela preguicinha pra cinema, rs.
    De qualquer forma, parece ser bem bacana.
    Beijos!
    Babi Lorentz recently posted..A Filha da Minha Mãe e Eu, Maria Fernanda GuerreiroMy Profile

  • Reply
    Thais
    05/02/2016 at 2:04 pm

    Parece ser bem interessante, vou adicionar aqui na minha lista pra assistir ^^

  • Reply
    Silvia E.
    07/03/2017 at 10:17 am

    Não assisti ainda mais gostei da resenha. Parece ser bem interessante o filme sem falar que tem o Freddie Highmore, da série Bates Motel que é um ótimo ator.

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge