Textos

12 dias de Dia dos Namorados WT

Seguindo a linha de textos temáticos, para o dia dos namorados, o Who’s Thanny se reuniu e chamou alguns amigos para esse lindo projeto que agora apresentamos para vocês.

Dia dos namorados destino

Serão 12 contos escritos por diferentes autores – alguns da nossa equipe, outros grandes amigos -, cujo tema central é esse aí da capa: Destino. Eles não estão interligados, por isso você pode ler na ordem que quiser.

Esse post ficará pinado; todos os dias um novo conto será postado no nosso tumblr e linkado aqui para vocês ficarem de olho. Ao final dos 12 dias, teremos uma surpresinha especial para vocês.

A ilustração que dá capa à coletânia do WT foi feita pela talentosa Layla Gabrielle e a versão final dos contos foi organizada pela Juliana Giacobelli.

DESTINO

“Um fio vermelho invisível conecta aqueles que estão destinados a se encontrar, independente do tempo, lugar ou circunstância. O fio pode esticar ou enrolar, mas nunca quebrar.”
Provérbio Chinês

DIA 1

Agatha Menezes

 

“… Eu sinto a sua falta…” tomei um susto quando recebi a mensagem dele. Um número diferente.  Vinha pensando muito nele esses dias, e aparentemente ele também em mim. Decidi não pensar muito nisso ou eu o responderia. Era típico dele fazer coisas desse tipo, para ver qual seria a minha reação. Posso imaginá-lo do outro lado calculando até o tom de voz para falar.

Eu estava encarando o celular, pronta para ouvir pela segunda vez quando Kren me pegou escondida atrás do balcão da loja em que trabalhávamos.

– Larga. Esta. Merda! Sarah, esquece esse cara.

[CONTINUE LENDO]

DIA 2

Lucas Magalhães

Julho

Era quarta-feira, mas podia ser qualquer dia da semana.

Ela descansava em sua coxa enquanto ele corria lentamente os dedos por seus cabelos curtos.

– Eu queria que tu nunca mais deixasse teu cabelo crescer.

[CONTINE LENDO]

DIA 3

Aléxia Hetka Chegadas Partidas Remendos

Eu não sei bem porque acredito nessa coisa de destino, mas acredito. Talvez por causa dela. Ela mudou a minha ideia sobre muitas coisas. Não vou dizer que eu não acreditava, em hipótese alguma, na noção de que duas pessoas estão destinadas a se encontrarem. Mas antes, me parecia algo pouco plausível. Destino representava uma ideia fixa, com regras e passos a serem cumpridos. Era aquela coisa de esbarrar na pessoa e já na hora perceber que ela é o amor da sua vida, e então passar o resto da sua vida com ela. E eu descobri que regras são algo que, definitivamente, não estão inclusas no modo como o destino brinca com a gente.

[CONTINUE LENDO]

DIA 4

Renata Dembogurski

O alento já quase o vencia. Até por isso, a cada pouco fazia uma pausa que lhe servia como retomada de fôlego e de ânimo. Quando também olhava de soslaio abaixo as dezenas de degraus pedregosos que causavam enorme vertigem de tamanha inclinação. Nessa altura, mal via o brilho metálico da cadeira de rodas que tivera que deixar de empurrar no início da subida. Ela tinha sido muito útil, pelo menos nos 3 primeiros quilômetros, mesmo o terreno sendo bem acidentado. Era melhor ter que forçar as rodas a carregar o desfalecido corpo de sua amada tendo os movimentos limitados pela roupa contra a radiação.

[CONTINUE LENDO]

DIA 5

me cubracom cetim
Faz dois dias que Matthew se foi e dois dias que encontrei o caderno que ele deixou na minha porta antes de “decidir ir”. Frase estranha. Ele realmente decidiu ir ou os acontecimentos influenciaram para uma partida forçada? Poderia ter sido evitado? Matt decidiu ir ou todos nós o deixamos ir embora?

[CONTINUE LENDO]

DIA 6

Raabe Gabriel Herdeiros de Chaotia
Ao descer do avião, Kirsten Shatter, com seus longos cachos ruivos soube – ela simplesmente soube – que passar aquele fim de semana em Londres tinha sido uma má ideia. Era quase inverno e havia um contravento insistente que dava nós em seu cabelo, obrigando-a a prender as madeixas por baixo da jaqueta.

[CONTINUE LENDO]

DIA 7

Hypia Sanches
Assim que resolvi ir ao protesto, eu sabia o que aconteceria. Ou era o que eu achava.

Bombas, policiais violentos, e tudo o que qualquer pessoa que já tenha visto um protesto pelas transmissões via satélite para as telas portáteis estava cansada de saber. E eu ensanguentada, trêmula de medo e trancada num cubículo escuro minúsculo da Divisão de Manutenção da Ordem que o Governo Central tinha instalado.

[CONTINUE LENDO]

DIA 8

jov
Algumas pessoas não são para nós, dizem, principalmente quando acabamos de terminar um namoro ou algo que poderia, quem sabe um dia, vir a ser um. Já houve um tempo em que eu acreditava nisso; em que, quando alguém me magoava, me deixava à deriva nas minhas expectativas, eu me consolava dizendo que aquilo não deveria estar no meu caminho e, logo, minha dor era inútil. Posso ter sobrevivido por muito tempo com isso em mente, mas depois de alguns anos é inevitável encarar, banhar-se no sofrimento muito bem guardado e cozinhado a fogo brando ao longo de todos aqueles dias que sua memória não se preocupou em gravar.

[CONTINUE LENDO]

DIA 9

Juliana Giacobelli
People fall in love in mysterious ways
Maybe it’s all part of a plan.
Thinking out loud, Ed Sheeran

Zheng não tinha gostado de Balthazar. Ele era um bêbado arrogante e andava como se fosse o dono do mundo. Tinha falado com Keach sobre como era uma ideia ridiculamente idiota seguir aquele cara até sua suposta casa, mas o rato imundo tinha ouvido? Claro que não. Claro que não.

[CONTINUE LENDO]

DIA 10

Cambista Gabriela Cambi
Um olhar perdido encontrando outro, preenchidos com a singular mistura de tédio e curiosidade da rotina, um roubo de fôlego e a sensação de que o tempo virara apenas um substantivo sem significado. Era tão simples o gesto, apenas levantara o olhar, e pronto, sentiu como se levasse um choque dos pés à cabeça. A intensidade aumentara quando a garota sorrira tímida e quebrara a conexão, abaixando o olhar para o confortável chão. Ele continuara a encará-la, verdade. Seguiu a dona daqueles cabelos de mogno até a saída do metrô, onde a próxima onda de sentimentos que sentiu foi um curioso vazio. Queria continuar olhando, talvez até sorrir de volta.

[CONTINUE LENDO]

DIA 11

Thayná Bonafin
Ele acordou com a ligeira sensação de não deveria sair da cama. Ao abrir os olhos e se deparar com concreto maciço branco a sua frente, um sentimento arrebatador de desespero o preencheu. Parecia um soco bem na boca do estômago, uma porta sendo fechada bruscamente em sua cara; parecia que o mundo real havia lhe tirado o fôlego e que esta realidade o causaria danos. Se sentia assim há dias. E há dias não conseguia afastar-se da inerte rotina que havia lhe sido delegada. Talvez um ou outro ser humano fosse destinado a preservar este papel no mundo. Enquanto uns ocupam as cadeiras célebres, outros – como ele – precisam preencher o espaço dos coadjuvantes e se contentar com vidas medíocres. O pensamento de que fora preso em uma cápsula governada por um fanático por distopias dos anos oitenta lhe afligia constantemente, bem como a estranha sensação de não passar a reconhecer seu mundo de uma hora para outra – assim como aquele escritor japonês previra.

[CONTINUE LENDO]

DIA 12

Sâmela Silva
São estranhas as coisas que seus amigos dizem para te ajudar a superar um término.

Quer dizer, é claro que é bacana da parte deles, não sou tão idiota assim. Saber que eles estão pelo menos tentando ajudar uma pessoa que continua agindo de forma perfeitamente normal depois de um momento traumático é bom. O estranho é que eles não gostem que eu esteja agindo de forma perfeitamente normal.

[CONTINUE LENDO]

Obrigado por estar conosco durante esses dias e esperamos que tenham gostado dos contos tanto quanto nós gostamos de trazer cada um deles para vocês. Em breve teremos mais novidades! :D

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Patricia Modesto
    02/06/2015 at 6:59 am

    Amei! *–*
    Esperando pelos próximos 11.

    Beijo.

  • Reply
    Kemmy Oliveira
    02/06/2015 at 7:27 pm

    Que capa linda, que provérbio incrível (concordo MUITO com ele) e que texto maravilhoso!
    Me identifiquei demais, demais!
    Algumas coisas estão predestinadas a acontecer, não importa o que aconteça, quanto tempo passe, etc.
    *_*
    Kemmy Oliveira recently posted..TAG: Amo x OdeioMy Profile

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge