Televisão

Review: Yuru Yuri

Sabe quando você está se divertido com seus amigos e pensa que vocês dariam um bom programa de TV? Yuru Yuri é um exemplo perfeito disso. Sem um plot complexo, o anime, que é uma adaptação do mangá homônimo, escrito e ilustrado por Namori, conta a história de um grupo de colegiais que para passar o tempo, invadem a sala do, então inexistente, Clube do Chá para fundar ilegalmente o Clube da Diversão.

Mas claro que não se trata só disso. Não há garotos na trama e você deve tá se perguntando “Mas você não curte um romance? O que aconteceu contigo, menina?”. Yuru Yuri é mais um daqueles animes que abordam a homossexualiadade, mas sem ser de forma explícita. Como o próprio título diz, é um Yuri (gênero que descreve romance entre mulheres) tranquilo.

Leve e divertido, o anime é perfeito para um domingo de tédio. A primeira temporada tem apenas 12 episódios, então dá para assistir todos na sequência, como eu fiz. Porque sim, Yuru Yuri entra na lista dos animes viciantes que mexem com suas emoções.

De todos os animes que já assisti, Yuru Yuri tem a melhor música de abertura e encerramento, chiclete e dançante, de um jeito que te deixa com um sorriso no rosto antes mesmo de assistir o episódio.

Como falei, o enredo não tem nenhuma complexidade e profundidade. Apenas apresenta o cotidiano das personagens em um colégio só para garotas.

Nossas protagonistas são Akari, Kyouko, Chinatsu e Yui. Abaixo uma pequena descrição delas e sua participação no anime.

Akari Akaza (Cabelo vermelho) supostamente deveria ser a protagonista da história, mas como as amigas de infância percebem no primeiro episódio, ela não se destaca das demais, é uma garota invisível, até fazem uma brincadeira com seu nome, Akarin. De fato, ela não acrescenta muito à trama e está sempre sobrando ou sofrendo bullying das amigas.

Kyouko Toshino (Cabelo amarelo) é a líder que sempre causa confusão. Completamente louca e obcecada pela Chinatsu Yoshikawa (Cabelo rosa) – porque a garota se parece com Mirakurun, sua personagem preferida -, mas ela é sempre rejeitada em suas tentativas furtivas de abraçar e beijar a garota, que é apaixonada por outra. Apesar de ser hiperativa, ela sempre passa as aulas dormindo, porque fica lendo mangá a noite inteira… aquela mesma história de “só mais uma página”.

Yui Funami (Cabelo preto) é a mais velha do grupo, juntamente com Kyouko, e ao prometer que iria proteger Chinatsu desencadeou uma paixão arrebatadora na garota. Mesmo sendo uma colegial, ela mora sozinha. Por isso é independente, apesar de se sentir solitárias às vezes.

Também tem as garotas do Conselho Estudantil, que são tipo inimigas do Clube da Diversão, mas na verdade todas se amam secretamente. Não posso deixar de comentar que minha personagem favorita é Chitose Ikeda, que sempre que tira os óculos entra no mundo da fantasia, fantasias estas que incluem a Kyouko e a Ayano, sua melhor amiga, bem íntimas. E bem, sempre que ela fantasia demais, seu nariz começa a sangrar… ela se empolga verdadeiramente com a situação, sabe? É hilário!

Yuru Yuri não é o melhor anime do mundo, mas ganha pontos pela abertura, personagens, dublagem e todas as risadas que me proporcionou. Se estiver sem nada para fazer, assista!

Ficha Técnica

Título: Yuru Yuri (Yuri Tranquilo)
Autor:Takashi Aoshima
Ilustração: Namori
Direção: Masahiko Ohta
Gênero: Colegial, Comédia, Yuri
Estúdio: Dogakobo
Temporadas: 1ª – 12 episódios
2ª – 12 episódios
Classificação: ★★★½☆

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Michelle
    27/11/2012 at 7:12 pm

    Não conhecia esse anime mas fiquei empolgada pra assistir.
    De tanto ver os animes que meus amigos (homens, porque minhas amigas não gostam de animes :/) indicam, acabo não assistindo esses animes levinhos, que são mais pra divertir mesmo.
    Adorei a dica! (: /smile

  • Reply
    Jessica
    28/12/2019 at 6:18 pm

    Amada, homossexualismo remete a doença o termo certo é , (homosexualidade) .

    • Reply
      thanny
      09/03/2020 at 10:38 am

      Olá, este post foi escrito há quase 8 anos. Corrigi para o termo correto, obrigada.

    Leave a Reply