Televisão

Orange is the New Black

Mais uma típica série do Netflix que vai te fazer sofrer e mesmo assim você vai pedir por mais. Dê adeus à sua heterossexualidade feminina e vem comigo!

oitnb

Orange is the New Black é baseada no livro homônimo de Piper Kerman, interpretada por Taylor Schilling, onde ela conta como sua vida, aparentemente perfeita, ficou de pernas para o ar, após ela ser enviada a uma penitenciária por ajudar uma traficante internacional de drogas, Alex Vause (Laura Prepon), há alguns anos.

Piper, que até então estava noiva de Larry Bloom (Jason Biggs), é condenada a cumprir uma pena de quinze meses, o que não pode parecer muita coisa, mas é. E, sair de um estilo de vida ao qual se está acostumada para dividir uma cela com criminosas não parece ser tão fácil como ela pensou. A prisão não é um lugar para se tirar férias e aprender coisas novas, e sim para sobreviver.

“Eu quero que você sinta a mesma dor no seu corpo que você fez me sentir no meu coração.”

Já é de se esperar que Piper sofra a cada episódio. Logo nos primeiros, a realidade da prisão é chocante. O fato de como um comentário dito na hora errada e para pessoa errada, pode significar sua morte. Ela, que inicialmente se mostra indefesa diante de qualquer situação que bate de frente com a sua ideia de ser invisível, vai pegando umas dicas e consegue enfrentar os obstáculos que vão surgindo, mas ela não esperava encontrar sua ex-amante e ex-traficante internacional na mesma penitenciária.

Alex Vause

Alex Vause é uma mulher forte e com personalidade, além de ser extremamente sexy, que aos poucos vai se aproximando de Piper para tentar reconquistá-la. E meu deus, como a tensão sexual entre as duas é gritante! Ficar no mesmo ambiente é algo que pode fazer pequenas faíscas de uma paixão juvenil ressurgir. Mas se Vause sabe o que quer, Piper é a indecisa que não sabe o que fazer: Ficar com o noivo chato ou com a interessante Alex?

Paralelo a esse drama, a série nos apresenta a história dos personagens secundários, o que tira o foco de qualquer mimimi que possa vir a surgir. E com isso, vemos a profundidade da coisa toda. Quais crimes as detentas cometeram para parar ali? Como funciona uma penitenciária feminina? O que é e não é permitido?

Nem todos os personagens são caricatos, mas podemos observar que várias generalizações são reais. Há aquela louca que te persegue aonde quer que você vá, a durona que faz você sofrer, a fanática religiosa que pensa ser a melhor amiga de Deus, a transexual, etc. Também há a questão dos funcionários da penitenciária serem, em maioria, do sexo masculino, o que deixa uma brecha para imaginarmos os tipos de abuso que podem acontecer, e é claro que acontece.

Todo tipo de injustiça faz você gritar e desejar uma morte dolorosa, seja para quem for, sendo que muitas das primeiras impressões que temos, podem se modificar com o desenvolver do plot. E a imprevisibilidade de tudo isso é o que torna essa série tão legal, além de todas as temáticas que são abordadas.

Com 13 episódios de uma hora de duração cada, Orange is the New Black pode ser considerada uma das melhores estreias desta temporada. Mas deixo você avisado que fazer maratona é legal, só não tenha muita pressa para chegar ao fim, porque o cliffhanger é desesperador. Ah, e também é importante deixar claro que a atividade lésbica é intensa, mas não chega no nível de The L Word.

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Aline T.K.M.
    09/10/2013 at 1:11 am

    Sou desleixada e tenho preguiça em acompanhar séries, mas há um tempo tenho ouvido falar desta e a fotinho da garota de macacão laranja sempre chama minha atenção quando meu namorado acessa o Netflix. Não sabia muitos detalhes da série, mas achei a proposta diferente, interessante e, pelo que parece, não se atém a estereótipos. Bom, mas isso só assistindo para conferir. Ainda não sei se assistirei – quem sabe alguns episódios, né -, mas realmente tenho a impressão de que é uma série diferente das tantas que vemos por aí.

    Um beijo, Livro Lab

  • Reply
    Who's thanny? » Arquivo » Hoje é dia de maratonar Orange is the new Black!
    06/06/2014 at 5:43 pm

    […] já resenhei a série aqui e acho que você deveria assistir, só acho. Mas se você precisa de mais motivos, que tal ler o […]

  • Reply
    O que tem de bom na TV? #8 - Who's thanny?
    13/04/2015 at 11:53 am

    […] – Orange is the new black (2a temporada – […]

  • Leave a Reply