Literatura

O Livro do Cemitério, Neil Gaiman

Premiado com a medalha de John Newberry, mais importante e ilustre premiação de literatura infantojuvenil, O Livro do Cemitério prova novamente a qualidade da criatividade de Neil Gaiman.

graveyard

O assassinato de uma família é da onde a história começa, os pais e a irmã de Ninguém Owens são mortos, mas ele, ainda bebê, consegue fugir da casa e acaba chegando à um cemitério; é uma premissa sombria e violenta, mas o resto do livro não seguiu o mesmo caminho.  Jack persegue a criança, mas ao chegar no cemitério Ninguém é protegido pela Sra. Owens, habitante do lugar…um fantasma. Um dos personagens mais interessantes é Silas, que virou guardião do menino até ele crescer. Silas não é fantasma, mas também não é humano, o que deu ainda mais liberdade criativa para o escritor trabalhar com os poderes fantásticos desse personagem.

“– Eu aprendi muito neste cemitério – disse Nin. – Posso Sumir e posso Assombrar. Posso abrir um portal ghoul e conheço as constelações. Mas existe um mundo lá fora, com o mar, e ilhas, e naufrágios e porcos. Quer dizer, está cheio de coisa que não conheço.” (O Livro do Cemitério, p. 194)

A história de Ninguém parte de seus dias como uma pequena criança até um jovem adolescente, a vida dividida entre os capítulos, cada um deles com partes diferentes do cemitério, e conhecendo não apenas fantasmas, mas outras criaturas. Ainda assim, o assassino de sua família continua o perseguindo com o  desejo de finalizar o crime incompleto. Mesmo trágica, existe humor em cada história encontrada dentro do cemitério, a premissa fatal não impediu a criação de situações interessantes e até divertidas.

O livro tem um formato um pouco diferente, já que cada capítulo é escrito como um conto, podendo ser lido separadamente dos outros. Existe continuidade, sim, mas eles funcionam como pequenos episódios, e têm começo – meio – fim, de certa forma.

A inspiração para escrever o romance surgiu em 1985, quando Gaiman viu seu filho, ainda criança, em uma bicicleta perto de um cemitério O autor pensou em escrever algo parecido com O Livro da Selva, de Rudyard Kipling, mas não tinha confiança como escritor para concluir o trabalho, acabou publicando o livro apenas em 2008.

“O medo é contagiante. Pode pegar em você. Às vezes só é preciso alguém dizer que está com medo para o medo se tornar real.” (O Livro do Cemitério, p. 203)

Cada mundo fantástico criado por Gaiman é cativante e diferente, e este livro é prova disso. O ambiente pequeno e limitado de um cemitério conseguiu hospedar uma história fascinante e criativa, beneficiada pelos talentos do escritor e da linda liberdade do gênero fantasioso.

O livro também conta com as ilustrações de Dave McKean, que já trabalhou com Gaiman na criação de Sandman e Coraline.

informações

 
Cortesia da editora.
Título: O Livro do Cemitério
Autor: Neil Gaiman
Tradução: Ryta Vinagre
Número de Páginas: 336
Edição: Primeira Edição
Editora: Rocco (Twitter | Facebook)
Preço: R$39,50 (Compre aqui)
Classificação:  ★★★★★

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply