Literatura

No Escuro, Elizabeth Haynes

Meu interesse pelo livro  aumentou ainda mais a partir das críticas dizendo que é assombroso, assustador e extremamente tenso; no fim, descobri que isso não era exagero.

No Escuro, romance de mistério e o primeiro da escritora Elizabeth Haynes mostra Catherine (Cathy), e sua relação com Lee, um homem aparentemente bom no começo, mas que prova suas características abusivas e controladoras no decorrer do livro, causando danos para a personagem.  Ela desenvolve um transtorno de estresse pós-traumático e um transtorno obsessivo-compulsivo, não conseguindo controlar sua vida da mesma forma que antes. Anos depois, conhece Stuart, vizinho de seu novo apartamento e importante para sua recuperação, ajudando-a a enfrentar seus medos.

Levantar da cama não é problema para mim; o problema é sair de casa. Depois de tomar banho, me vestir e comer alguma coisa, inicio o processo de verificar se o apartamento está seguro, antes de sair para o trabalho. É como o inverso do que eu faço à noite, só que um pouco pior, pois sei que o tempo está contra mim. Posso passar a noite toda conferindo tudo, se eu quiser, mas de manhã sei que tenho que ir para o trabalho, de forma que há um limite. Preciso deixar as cortinas das salas de estar e de jantar ao lado da varanda abertas exatamente no mesmo ponto todos os dias, caso contrário não poderei voltar para casa. As persianas são formadas por dezesseis lâminas e estão em cada uma das portas que dão para o pátio; tenho que deixá-las abertas de forma que eu veja somente oito lâminas de cada lado ao olhar de fora, dos fundos do prédio. Se eu enxergar uma lasquinha que seja da sala de jantar por entre as lâminas da persiana, ou se as cortinas não estiverem retas, então tenho que voltar e começar tudo novamente.

Os “capítulos” têm um formato diferente, são pequenos trechos da vida de Catherine alternados entre os meses em que conheceu Lee, as consequências de seu relacionamento com ele, e os meses após o trauma desse relacionamento. No começo pode parecer um pouco confuso, mas a autora conseguiu relacionar os acontecimentos do “antes e depois” de uma forma muito coerente, tanto nas semelhanças quanto nos efeitos de cada fato no futuro de Cathy.

Além de relatar um relacionamento perigoso e nada impossível na nossa realidade, a narrativa em primeira pessoa é perturbadora e mexe com o psicológico do leitor; vemos Cathy lidar com seu transtorno obsessivo-compulsivo de uma forma tão extrema que se torna assustadora, como se qualquer pessoa ao redor dela fosse um perigo iminente. No início da leitura dos dias atuais de Cathy percebi o quão triste e angustiante seria acompanhar sua vida de uma forma tão real. Seu passado como uma mulher alegre e descontraída em contraste direto com seu futuro melancólico atingiram de uma forma marcante. Haynes soube transmitir os sentimentos e experiências da personagem muito bem, seria impossível não se sensibilizar ou não se relacionar com tudo mesmo se algo similar nunca tenha acontecido com você.

O livro é intenso, garantiu uma leitura bem diferente dos poucos romances adultos de mistério que já li, mas vale a pena pela forma como foi escrito, pelo assunto que aborda e pelo envolvimento que criou entre a personagem e o leitor, expondo algo real que pode acontecer com qualquer um.

informações


Título: No Escuro
Autor: Elizabeth Haynes
Tradução: Mauro Pinheiro
Número de Páginas: 335
Edição: 1ª – 2013
Editora/Selo: Intrínseca
Preço: R$24,90
Classificação: ★★★★½

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Jheyscilane
    12/06/2013 at 11:40 pm

    Eu espero tudo o que você disse no primeiro parágrafo, espero algo intenso e que me impacte de alguma maneira, ouço vários elogios a obra e obrigada pelo vislumbre dela após o acontecido (O quote que você escolheu revela o sofrimento da personagem de uma forma angustiante, nem consigo imaginar a situação de quem tem medo de sair de casa). Estou esperando meu exemplar chegar
    Beijos,Jhey.

  • Reply
    Sam
    22/06/2013 at 8:21 pm

    O livro me soou meio claustrofóbico, e isso me interessa bastante. Apesar do pavor que tenho de histórias que não são muito distantes da realidade, descobri que gosto delas mesmo assim. E por mexer com o ~~psicológico já adicionei na listinha de desejados porque né.
    Flawless sua resenha. Retire-se do site, por favor, Ellen.

  • Reply
    Juliene
    01/07/2013 at 6:22 pm

    a capa é linda! a história parece ser bem atormentadora mesmo, parece ser muito bom! olha, se eu não tivesse lido isso daqui, eu nem teria ficado sabendo da existência desse livro. obrigada

  • Reply
    Bruna Vasconcelos
    02/04/2015 at 9:47 am

    Compre “No Escuro” devido ao valor SUPER barato do Submarino (sempre ele.. rs). Me surpreendi com a leitura. Os relatos do comportamento compulsivo geram uma angústia enorme. Uma coisa é você ler teoricamente sobre um assunto, e olha que li bastante sobre isso na faculdade, outra diferente é você ler relatos do que é viver com tal transtorno (mesmo que o relato seja ficciona). Todo vez que leio algo assim (biográfico ou não) tenho a mesma sensação.

  • Reply
    Luiz Alvaro
    19/03/2016 at 1:55 am

    Livro fala sobre algo muito importante, que é a forma que um homem agi com uma mulher…sempre no começo com muito carinho e depois como um “dono” dela. Ótima leitura!

  • Reply
    Romilda
    29/08/2016 at 5:35 pm

    Já adicionei este a minha lista, desejo muito! Boa matéria.

  • Leave a Reply