Coluna

Você conhece? Games Nacionais!

Por Nichollas Jaques

O Especial Nacional ainda não acabou, não senhor. Hoje trago para vocês uma lista de games brasileiros que tiveram relevância nacional, e alguns chegaram ser reconhecidos internacionalmente, para vocês conhecerem e desfrutarem na sua plataforma favorita. Ready?

Xilo - Games Nacionais

Chroma Squad

Para nós, que vivemos nos anos 90 e lembramos e adoramos aqueles tokusatsus como Jiraya, Kamem Rider e Power Rangers, Chroma Squad será um game nostálgico. O enredo é bem simples, cinco dublês decidem fazer seu próprio programa similar a Power Rangers. O jogo foi produzido pela Behold Studios, mesmo dev de Knights of pen and paper. O game é um RPG de turnos e permite evoluir os personagens, Mecha e também tem lutas com monstros gigantes.

Overcast

Com levas de games de terror como Amnesia e Slenderman, Overcast é uma produção nacional produzida pela Microblast Games. Walden é um caçador, e uma estranha criatura destrói uma vila que encontra-se próxima a sua residência no meio da floresta. Walden e os jogadores têm que viver com o coração na mão para sobreviver mais um segundo.

Odallus

Praqueles fanáticos por games clássicos como Golden Axe, Castlevania e Ghost’n’Goblins Odallus: The Dark Call que agradará os mais saudosistas aos games arcade, podendo matar vários monstros e boss colossais.

Relic hunters

Relic Hunters é mais um dos games brasileiros que se destacaram no ano de 2015, o game é free, com gráficos infantis, porém bonitos, e consiste na matança de inimigos e catar diferentes armas. A experiência multiplayer dá uma graça muito maior aos jogadores.

Gryphon Knight Epic

Gryphon Knight Epic é um dos games shoot em’up que lembra aqueles clássicos jogos de nave a la Defender, porém trocando o tema sci-fi por medieval, onde os protagonistas são Sir Olivier e Aquila, o grifo. O jogo é muito bonito, tem uma diversidade de mapas e inimigos, e os boss são desafiadores.

Toren

Sem sombras de dúvidas que a longa espera da superprodução prometeu um jogo belíssimo, com gráficos de última geração e uma história exuberante. A história conta a jornada de Moonchild, uma garota índia que tem que enfrentar uma gigante torre para conseguir sua liberdade.

Knights of Pen and Paper

Knights of Pen and Paper é um jogo muito curioso, porque é um RPG que simula um RPG de mesa. Produzido pela Behold Studios e distribuído pela Paradox Interactive o game mistura o RPG de mesa com a realidade o que o torna surreal, os gráficos são retrôs e prometem horas de diversão.

Xilo

Xilo foi um dos primeiros games nacionais a se destacar, vencedor do SBGames 2011, além de ser extremamente bonito com uma estética de cordel, o jogo retrata o folclore nordestino com lendas como Mula sem Cabeça, Saci, Boto cor de rosa, entre outros.

Ballistic overkill

Ballistic Overkill é um game que traz o cenário nacional para os gráficos de última geração, o game não foi lançado ainda, porém promete bastante. O jogo é multiplayer e lembra um pouco team fortress pelas primeiras impressões que tive.

Treeker

Treeker é um game de aventura e puzzle que você conta com um óculos para desvendar segredos de uma ilha misteriosa. O game produzido pela Bluebox Studio promete horas de quebra cabeças desafiadores e divertidos.

Já conhecia algum desses da lista? Tem mais algum nacional para recomendar? A área de comentários é toda sua! ^^

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge