Coluna

Novas séries: o tempo de se apaixonar #1

Todo começo de temporada é assim. Você já está atrasado com as 878756487 séries que resolveu assistir na mid-season, mas fala aquele inocente “vou ver só o piloto para saber como é.”

Tem séries que fazem você resolver que não, tem séries que deixam um talvez e tem séries que fazem você morrer de amores logo de cara. Nós estamos aqui para contar um pouco das novas séries da summer season e revelar quanto tempo levou para cairmos de amor por cada uma delas.

Prepare-se para aumentar sua lista do banco de séries.

Camp

Camp NBC
Você cresceu vendo filmes sobre isso: Acampamento de verão. Você cresceu se perguntando porque não tem isso no Brasil. Não minta. O canal NBC apostou num elenco australiano (boa parte vinda diretamente de Dance Academy, do ABC Family) pagando de americano para mostrar um ambiente bem conhecido nos EUA: o acampamento. A série, que vai ao ar todas as quartas e não tem previsão de exibição no Brasil, já tem 4 episódios disponíveis e um público que só cresce.
Quanto tempo levei para cair de amores por ela? Dois episódios. Talvez um pouco menos que isso. Vou confessar que comecei a assistir, basicamente, por causa do povo de DA, e achei o piloto legal. Mas, com 17 minutos do e02, com um Harlem Shake provocador para começar uma brincadeira de caça à bandeira, Camp me ganhou. Pronto, amor declarado. A série conseguiu ser nova sem ser nova, o que é incrível. Não é genial, mas é engraçada do jeito que eu curto, não tentando ser espertinha de mais (deixemos a inteligência para Community, shall we?), mas sem ser besta. Lindo. Merece ser assistida.

The Bridge

thebridge_070913_1600

Da FX, exibida nas quartas, desde 10/7. Quatro episódios já foram ao ar e, aqui no Brasil, é exibida no FX aos domingos, às 22h. Acompanha Sonya Cross (Diane Kruger), uma detetive de El Paso que sofre de um ainda não diagnosticado transtorno psicológico, que é obrigada a trabalhar com Marco Ruiz (Demian Bichir) num caso que desafia a política de imigração americana: um serial killer está trabalhando nos dois lados da fronteira, nos Estados Unidos e no México. Pra me conquistar? Hm, 30 minutos, pois, no pilot, a gente já tem aquele momento especial só pra ficar com o coração na boca!

Ray Donovan

Ray-Donovan

Da Showtime, exibida nos domingos, desde 30/06. Já foram ao ar seis episódios e, aqui no Brasil, será exibida na HBO todas as segundas-feiras, às 21 horas. Liev Schreiber é o personagem título, um homem responsável por proteger a imagem de muitas celebridades de Hollywood, mas que, com a volta do pai presidiário (interpretado por Jon Voight), terá que cuidar da própria vida com muito mais afinco. É uma série cheia de mistérios entre a família Donovan e, o melhor, apresenta os dramas de todos os personagens de uma forma incrível. Com um elenco de primeira, Ray Donovan já me conquistou logo no pilot e não precisou de muito tempo, não, hein.

Graceland

graceland

Pois as quintas-feiras americanas estão mais lindas com a nova aposta do canal USA; procurando por um drama para substituir Burn Notice, a emissora conseguiu uma ótima série. Me apaixonei logo no piloto, sabendo que a história e os personagens tinham grande potencial. Estrelando Aaron Tveit e Daniel Sunjata (que já deveriam ser razão o suficiente para você assistir), Graceland gira em torno de uma casa na Califórnia, lar de vários agentes que trabalham disfarçados. Mike Warren, novato do FBI, é enviado até lá com uma missão, e logo percebe que o lendário agente Paul Briggs esconde muito mais do que parece.  Com ótimas tramas, personagens sensacionais e intrigas instigantes, não é difícil cair de amores por Graceland. Verdade.

Orange is the new black

A nova série original do Netflix estreou da mesma forma que Arrested Development (quarta temporada) e House of Cards, com primeira temporada completa já disponível a partir de um único dia, nesse caso, dia 11/07. Com 13 episódios, mostra a personagem Piper Chapman e sua ida para a prisão depois de se entregar por porte de drogas. Piper pode ser a personagem principal, mas a série trata os outros personagens com a mesma importância; cada episódio tem flashbacks da vida de algum deles, focando o episódio em suas relações e o que passam enquanto cumprem a pena em um lugar nada fácil. Trata-se também o comportamento dos policiais, das famílias e é, com certeza, uma  série que retrata com respeito a realidade de uma prisão feminina e das diferentes culturas das mulheres presentes por lá. A segunda temporada foi confirmada e está prevista para o primeiro semestre de 2014.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge