Literatura

Luva Vermelha (Mestres da Maldição #2), Holly Black

Após ler e me apaixonar pelo primeiro volume da série Mestres da Maldição, Gata Branca, fiquei ansiando pela sequência, Luva Vermelha, sendo que, por algum motivo ela passou batida e só fui ver que a editora Rocco tinha lançado em dezembro do ano passado. Sim, dei gritinhos de alegria e engatei numa leitura sem lembrar direito os ocorridos do livro anterior.

Luva Vermelha, Holly Black - Who's Thanny

Em Luva Vermelha, Cassel Sharpe agora tem conhecimento do seu raro poder. Ele pode transformar qualquer coisa: pessoa, animal e objeto, por este motivo, tem que guardar segredo, pois se alguém descobrir, podem usá-lo, e sabemos que não será para o bem. O garoto ainda está bem traumatizado pelo o que a própria família o fez passar, manipulando suas memórias e fazendo com que Lila Zacharov, filha do chefe da máfia russa, que ele pensava ter assassinado, mas a tinha transformado numa gata branca, amá-lo. Você gostaria de entrar num relacionamento sem saber que os sentimentos da pessoa por ti são verdadeiros?

“É tão fácil. Errado, mas fácil. Tem tantas coisas que quero dizer a ela, e todas são injustas. O que faço é beijá-la, sufocando o indizível eu te amo, sempre te amei contra a língua dela.”

Apesar de nutrir um amor por Lila desde a infância, Cassel evita se envolver, porque sabe que ela foi enfeitiçada para amá-lo. E isso é bem triste. Porém, além de amores não correspondidos, a autora, Holly Black, aprofunda a trama política iniciada em Gata Branca e traz para Luva Vermelha a “briga” dos federais e da máfia para terem Cassel em sua equipe juntamente com o mistério: Quem matou Philip? Só se sabe, de acordo com as câmeras de segurança, que foi uma mulher de luva vermelha.

De uma maneira ou de outra, Cassel acaba envolvendo seus amigos, Sam e Daneca, na investigação que promete uma reviravolta. A cada página vemos que o garoto que antes se esforçava para não criar laços com ninguém, dá o braço a torcer e percebe as vantagens de uma amizade verdadeira em que pode compartilhar, em parte, seus problemas e segredos.

” – A magia nos dá muitas escolhas – diz vovô. – A maioria delas é ruim.
[…]Eu me pergunto se esse é meu futuro. Escolhas ruins. Porque sem dúvida se parece muito com o meu presente.”

O legal de Luva Vermelha é que não foi uma enrolação, como muitos segundos livros de série são. Holly Black explora o mundo dos mestres da maldição com um toque de romance, mistério e suspense, e desenvolve uma trama bem completa e envolvente. Esta série já ganhou um espaço no meu coração e já estou lendo terceiro livro para contar para vocês o que achei.

informações

Cortesia da editora para resenha.
Título: Luva Vermelha (Mestres da Maldição #2)
Autor: Holly Black
Tradutor: Regiane Winarski
Número de Páginas: 368
Edição: 2014
ISBN: 978-85-7980-207-2
Editora: Rocco Jovens Leitores
Preço: R$ 39,50 (Compre com desconto aqui)
Classificação: ★★★★½

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Carol Mendes
    09/02/2016 at 8:46 am

    Já ouvi falar no primeiro livro da série, mas não tinha me chamado muita atenção, mas gostei da sua resenha e talvez dê uma chance. É ótimo livros que não há enrolação na continuação!
    Carol Mendes recently posted..[RESENHA] A Sorte do Agora, de Matthew QuickMy Profile

  • Reply
    Claudio Evaristo da silva
    05/05/2018 at 6:15 pm

    ola meu nome e claudio evaristo, gostei muito do conteudo deste post, parabens e obrigado pela postagem

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge