Cinema

High Strung (2016)

Pensa Ela dança, eu danço (só o primeiro). Agora pensa August Rush. Junta os dois numa linda maçaroca e você tem como resultado o surpreendente e adorável High Strung.

high strung

Desde o começo acompanhamos os pólos opostos Ruby (Keenan Kampa), uma bailarina que está no primeiro ano da Academia de Música de Manhattan, e Johnnie (Nicholas Galitzine), um britânico que por motivos de razões foi parar em Nova York sem visto. Ambos estão profundamente conectados com a música – a dança dela é sua maior paixão, a música que ele faz com seu violino é crua e incrível – e seus caminhos cruzam da forma mais inesperada: quando na confusão de um flash mob do metrô leva o violino de Johnnie a ser roubado.

Ruby é uma mocinha responsável e de bom coração e se oferece para ajudar a procurar o violino de Johnnie. Dessa forma, eles vão se conhecendo melhor e ela vai descobrindo porque ele é tão reservado (além do motivo dele ser, sabe, britânico) e apresenta uma solução simples para seu problema: participar do concurso de dança e música que a Academia está promovendo. Caso ele ganhasse, conseguiria uma bolsa de estudos na escola, o que o levaria a ter um visto de estudante.

É bobinho? Tanto quanto parece ser. Mas isso não diminui o fato de que é um filme totalmente adorbs. Quer dizer, to falando sério. Feche os olhos e tente trazer à memória o sentimento que você teve quando assistiu Ela dança, eu danço. Não, esquece os outros, pensa só no primeiro, aquele que nos deu o melhor casal desde Will e Jada, Channing e Jena Tatum. O que tinha de mais naquele filme? Absolutamente nada. To mentindo? Era a formulinha de todos os filmes de hip hop que já tínhamos visto. Agora me diz uma coisa, você consegue encontrar em algum ponto do seu coração e alma e mente e corpo um pingo que seja de vontade de odiar esse filme? É impossível, fala a verdade. E é a mesma coisa que acontece com High Strung.

High Strung conseguiu não ter nada de mais e ainda sim, quando a gente chega no final, é tipo “Mas gente, que coisa mais fofa, amei?????” E tudo bem que ele seja um desses filmes que a gente meio que tem vergonha de falar que ama, mas sei lá, a vida é curta de mais pra ficar se arrependendo de assistir coisa boba.

Então, sim, recomendadíssimo para aquele dia de boas em que você quer assistir algo divertido com os amigos. Tem tudo que um bom filme de sessão da tarde precisa ter – o romance, o grupo de hip hop, a trilha sonora eletrizante (e interessante), e o tempinho de duração maroto de apenas uma hora e meia, mais do que o suficiente para você se envolver e não enjoar logo antes de chegar no final. Ah, e claro, tem aquela coreografia lacrante no final.

Assistam, pessoas. Só assistam.

ficha técnica

Título original: High Strung
Direção: Michael Damian
Elenco: Keenan Kampa, Nicholas Galitzine, Jane Seymour, Sonoya Mizuno, Ian Eastwood, Comfort
Roteiro: Janeen Damian, Michael Damian
Trilha sonora: Nathan Lanier
Duração: 1h36
País: USA
Gênero: drama, música
Trailer: (x)
Classificação: ★★★★½

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

CommentLuv badge