Cinema

Família do Bagulho (2013)

A essa altura do campeonato, você já aprendeu a não confiar nas traduções de título de filme no Brasil, né?

David (Jason Sudeikis) é traficante de maconha há muito, muito tempo e é feliz em dizer que não tem preocupações com a vida: nada de esposa, nada de filhos, nada de emprego chato para onde ir todas as manhãs; ele vive bem negociando e assistindo virais no youtube. Até que um dia seu vizinho adolescente Kenny (Will Poulter) decide comprar a briga de uma moradora de rua que está sendo assaltada e Dave decide ajudar. Isso se prova um grande erro, já que o leva a ser assaltado também, tendo todo o seu estoque e dinheiro levado. Agora, o chefe de Dave tem um trabalho que ele não pode dizer não: atravesar a fronteira com destino ao México num trailer, carregar o trailer com maconha e dirigir de volta para os EUA. Bem simples, não?

Enquanto isso, Rose (Jennifer Aniston), a vizinha stripper de Dave, tem problemas para pagar o aluguel e está prestes a ser despejada. David sabe disso e, a partir de uma ideia do Kenny, ele decide conversa com ela na intenção de fingir ser uma família viajando num trailer para visitar a avó no México. Com mais alguns acertos, a tal moradora de rua, que se chama Casey (Emma Roberts), acaba virando a outra filha e eles embarcam rumo a uma viagem cheia de imprevistos e surpresas.

Eu devo informá-los que sou uma pessoa tão extremamente chata com comédias que, na maior parte das vezes, o que todo mundo acha engraçado de morrer, eu não viro muito fã (ex: As Branquelas) e o que todo mundo achou besta por demais eu morro de rir (ex: Detention), então vocês estão avisados que eu sou esquisita.

Outra coisa é que sabe quando os professores de história e geografia falavam que as pessoas são muito e tudo tal influênciadas pela televisão e nós nunca acreditamos? Tipo “AH, VÁ.” Estou aqui para provar que é verdade, porque nos intervalos dos Emmy passou TANTA propaganda de We’re the Millers que eu resolvi que queria assistir. E não me arrependo nem um pouquinho.

A quantidade de vezes que eu ~~**GARGALHEI**~~ com esse filme! Quero dizer, na verdade tudo que eu consigo escrever é: É muito engraçado. Quero dizer, surpreendentemente engraçado. Quero-matar-meu-chefe-engraçado. Eu não esperava por isso, definitivamente, porque não sou muito fã da Jennifer Aniston e só tinha visto o Will em Crônicas de Nárnia (e sei que ele está em Maze Runner) e a Emma tem aquela carinha com letreiro “COMÉDIA ROMÂNTICA ADOLESCENTE”, mas cara???? Essa combinação inusitada rendeu bons frutos! Do tipo “Quem diria???”

Acho que deu para perceber que eu achei muitíssimo engraçado. De verdade. O trabalho que deu não rir alto, porque era madrugada e ter que pausar o filme para terminar de rir, coisas do tipo. (Mas vocês estão ouvindo a opinião da pessoa que riu com Pineapple Express, sinta-se à vontade para me ignorar) (mas se você me ignorar nessa aqui, vai estar seriamente perdendo uma ótima comédia)

O filme é rated R, o que significa que as criança~ não podem assistir, favor retirá-las do recinto. Não tem sangue, mas tem ~~palavreado forte~~ e até um nu frontal parcial (que é mentira, você sabe que é mentira por causa da situação). Fora isso, o filme até que é leve. É claro que tem o contexto das drogas e tudo mais, mas até as cenas no strip club são tão simplistas que Rock of Ages chega a ser mais preocupante nesse sentido.

Por mim, todo mundo deve assistir esse filme. Então tá esperando o quê?

FICHA TÉCNICA


Direção: Rawson Marshall Thurber
Elenco: Jason Sudeikis, Jennifer Aniston, Emma Roberts, Will Poulter, Nick Offerman, Ed Helms
Roteiro: Bob Fisher, Steve Faber
Duração: 110 min.
País: Estados Unidos da América
Gênero: Comédia, crime
Trailer: (x)
Classificação: ★★★★½

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Juh Sutti
    28/09/2013 at 3:38 pm

    Eu estava imaginando que o filme fosse uma grande porcaria, mas agora já me animei, mesmo sabendo que o seu gosto é duvidoso hahaha
    Adorei o post ;)

    Beijos
    Livros e blablablá
    Juh Sutti recently posted..O palácio da meia-noite – Carlos Ruiz ZafónMy Profile

  • Reply
    Who's thanny? » Arquivo » O Herói de ação mais inesperado do ano.
    22/09/2014 at 7:58 pm

    […] o filme contém vários atores com o pé na fama (Will Pouter de Família do Bagulho, Thomas Brodie-Sangster de Game of Thrones, e Kaya Scodelario de Skins), é o papel principal para […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge