Coluna

As melhores e piores mães da ficção

MAE

Feliz dia das mães para todas as leitoras que já forem mamães <3 Para comemorar esta data tão especial, nos reunimos para discutir sobre as melhores, e eventualmente, as piores mães da ficção. Fizemos uma pequena lista e vocês comentam se concordam ou se esquecemos de alguma, combinado?

AS MELHORES

Molly Weasley, por Thanny

A Molly é uma das melhores mães, sem dúvidas. Ela sabe equilibrar aquela coisa de ser amiga e rigorosa ao mesmo tempo, demonstrando afeto e educando seus filhos como deve ser feito, mesmo que seja aos berros. Ela acolhe os amigos como se fossem da sua própria família, afinal, na casa de um Weasley sempre cabe mais um e sabe defendê-los quando necessário.

Lorerai Gilmore, por Hypia

Não existe alguém que viu Gilmore Girls e não tenha imaginado como seria ter uma mãe que, além de cumprir o “papel de mãe” – cuidar, orientar, ajudar etc – conseguisse ser uma amiga tão confiável quanto a Lorelai. Alguém pra quem você possa contar qualquer coisa sem ser condenada – óbvio que ela repreende a filha quando acha que deve, mas sem autoritarismo. Uma mãe que está disposta a ouvir seu ponto de vista pra tentar colaborar de um jeito melhor do que “sou sua mãe, então eu estou sempre certa”. Enfim, uma relação entre mãe e filha que é um bom exemplo de uma maneira muito incrível de ser mãe.

Nymphadora Tonks, por Jovana

Eu sei, a gente mal viu a Tonks como mãe. Eu sei, sim, que posso estar escrevendo isso apenas com base em fanfictions, mas olhem pra essa mulher! Como assim Teddy Lupin não teria o maior dos orgulhos de ser filho dela? Como assim ela não seria uma das melhores mães do universo? Sensível, bem humorada, dedicada e leal, tenho certeza que Tonks nunca desapontaria nesse papel e ela e Lupin certamente teriam construído um lar cheio de diversão e amor. E, ah, eu estou lembrando sim da quote em que o Lupin diz que os dois morreram para construir um mundo mais feliz e justo para o Teddy.
E estou muito chorosa neste momento.

Piper Halliwell, por Cambs

Piper sempre foi a Halliwell mais carinhosa, porto seguro e amorzinho, como mãe isso não foi diferente. Piper defende seus filhos, assim como suas irmãs, com unhas e dentes (e feitiços, sorry i had to), deixando-os livres para fazer seu próprio caminho em segurança, podando ações quando necessário e sempre de coração aberto para alegrias e tristezas, zelando por todos sem exceção.

Morticia Addams, por Cambs

Talvez pareça uma escolha meio estranha, mas pensem bem: Morticia é puro amor e aceitação, não importe o quão estranho ou “normal” você seja. Ela é paciente, atenciosa e curiosamente alegre, além de ser eternamente coruja com suas crianças. Por favor, quem não queria uma mãe que nos mandasse brincar com a comida? Morticia rainha, o resto nadinha.

AS PIORES

Mrs. Wormwood, por Thanny

A mãe da nossa querida Matilda nunca deu valor ou uma demonstração de afeto à filha, sendo cúmplice do marido em todas as suas más decisões e discussões sem sentido. Mas é de morrer de orgulho ao ver que com a leitura, a criança que poderia ser um monstro igual ao irmão, se revelou a coisa mais fofa do planeta Terra. Sem dúvidas, Mrs. Wormwood não merece uma filha tão doce como Matilda.

Margaret White, Por Thanny
carrie
Louca. A mãe de Carrie White, como já falamos em uma análise da obra e adaptações neste post, é uma fanática religiosa que simplesmente tenta matar a filha assim que dá à luz, por acreditar que ela é fruto de um pecado que cometeu. À medida que a menina cresce, ela tenta impor suas crenças da pior maneira possível, além de privar a menina de se relacionar com outras pessoas de sua idade, tornando-a socialmente inábil e… estranha.

Erica Sayers, por Cambs

Uma mãe obcecada que tem inveja da própria filha não pode realmente ser uma boa combinação. E não é. Como se não bastasse sobrecarregar Nina de “proteção”, vigiando e desaprovando cada ação feita, com medo de que a filha consiga sua idependência, Erica ainda tenta sabotar a menina no dia de sua grande apresentação como a protagonista de O Lago dos Cisnes, uma vez que esse era o sonho que nunca conseguiu realizar. Uma ótima pessoa, porém não.

Bonnie, por Jully

Vamos falar bem a verdade: a série inteira é sobre o fato de existirem mães terríveis. Mas Bonnie ganha uma indicação ao prêmio de pior mãe do mundo pelo simples fato de nunca admitir sua culpa. Bonnie bebia, usava drogas, ignorava a existência de sua filha, escondia que sabia quem era o pai de sua filha, e levou Christy a seguir seus exemplos. Para ser uma ótima mãe, é só fazer o contrário do que Bonnie faz na série.

Postagens Relacionadas:

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Ananda Malheiros
    May 13, 2015 at 10:32 pm

    Não vou mentir, não conheço todas essas mães, haha
    Mas quero meio que entrar em favor da mãe da Matilda. Apesar de ser uma PÉSSIMA mãe, ela ajudou a menina a ficar com a (spoiler se ngm nunca assistiu essa belezinha) no final. E indiretamente fez a menina criar gosto pela leitura, pra não ficar como a mãe ou o irmão, e pior ainda como o pai canastrão.

    As melhores mães eu classificaria como lindas, fofas, amáveis e doces.
    As piores como LOUCAS. k

    Bjo meninas!

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge